Dores de estômago e a sensação de náusea nos acontecem de vez em quando. Mas quando esses sentimentos não estão mais limitados a ser um efeito posterior ao excesso de guloseimas na dieta, é hora de investigar a possibilidade de outra coisa estar em jogo.

Intolerâncias alimentares, que é a dificuldade em digerir certos alimentos e ter uma reação física desagradável para eles não são divertidas. Os sintomas podem passar de um desconforto moderado (um pouco de desconforto) a um desagradável (dor forte) mas, onde quer que você se esteja nesse caminho, vale a pena descobrir qual é o problema.

Intolerância a lactose

Uma dificuldade com a lactose, o açúcar encontrado nos produtos lácteos, pode ocorrer a qualquer momento da vida. Causada por uma falta da enzima lactase, que normalmente viveria no revestimento do intestino delgado e permite que o corpo quebre a lactose, resulta no açúcar restante não sendo digerido no intestino grosso. Aqui, ela é fermentada por bactérias, o que desencadeia os efeitos desagradáveis.

Para ajudá-lo a decidir se a lactose pode ser o seu problema, conversamos com especialistas sobre os sinais para tentar uma dieta de exclusão ou testar a intolerância. Vale lembrar que esses sinais só significam intolerância à lactose se eles chegarem depois de consumir produtos lácteos. E se você suspeitar da intolerância, você deve ver um médico alergista ou nutrólogo para analisar sua condição.

Como lidar com a intolerância a lactose

A intolerância à lactose pode afetar sua saúde de formas que você não imagina, mas que são bem claras de detectar. (Foto: Facty Health)

Cólicas e dores de estômago podem ser sintomas de intolerância a lactose

Se você sentir a sensação de apertos e barulhos na barriga após comer uma fatia de bolo, pode ser um sinal. Mas lembre-se que isso pode não acontecer logo após você comer. Os sintomas geralmente são atrasados, portanto, pode não ser imediatamente óbvio que é um produto lácteo está causando o problema. Anote os produtos que você comeu e quanto tempo depois de comer a dor apareceu para começar um processo de investigação.

Intolerância à lactose pode deixar o estômago inchado

Se sua barriga se incha, isso pode ser outro indicador de que seu intestino não está feliz com a lactose. O inchaço pode ser bem localizado, ou você pode ficar apenas com a sensação de inchaço. É importante notar isso principalmente se você não comeu muito durante a refeição.

Flatulência pode ser um sinal de intolerância à lactose

Todos nós temos um nível saudável de flatulência, que é completamente normal. Mas quando ela acontece mais do que o normal é outro sinal de que a intolerância à lactose pode estar te afetando. Isso acontece justamente por conta da fermentação no intestino, e pode ir piorando com o tempo..

Sentir-se doente e com náuseas é outro sinal de intolerância à lactose

Quando você sente náuseas e passa mal depois de comer, pode ser o sinal de intolerância à lactose, principalmente quando a refeição for rica em produtos lácteos. Mantenha um registro sobre os produtos que você está consumindo e como você se sente depois de comê-los.

Intolerância à lactose causa barulhos no estômago

Há um nível saudável de barulhos no estômago que todos nós devemos aprender a tolerar. Porém, quando esses barulhos estão exagerados ou muito altos, pode ser um sinal de problema com intolerância à lactose. Portanto, cuide para monitorar e identificar se o problema pode ser a lactose ou são outras coisas.

Diarreia é outro sintoma da intolerância à lactose

Não é agradável falar sobre isso. Mas se você tem uma diarreia que começa meia hora a algumas horas depois de tomar uma tigela de iogurte, torrada de queijo ou algo parecido, é outro alarme de intolerância à lactose. Tome cuidado porque pode ser também um problema causado por outros alimentos..

Assim. Se essas exposições de problemas potenciais de lactose acontecem com você, é hora de pensar em procurar um diagnóstico.

Conhecem outros sintomas da intolerância à lactose? Quais?

Marcadores:
Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.