O problema dos gases na academia é muito comum, e tem várias origens. Quem já fez musculação, aeróbica, qualquer atividade em academia, já sentiu esse problema, seja pelo odor característico ou pela reação no sistema digestivo mesmo. Entendendo como acontecem esses gases e como solucionar esse problema, você evita constrangimentos e dores durante a prática dos exercícios físicos.

Gases na academia: consuma fibras suficientes

A proteína leva algum tempo para ser processada em seu corpo. Isso resulta em um efeito térmico devido às dificuldades de quebrar a proteína. Esse efeito térmico significa que seu corpo utiliza mais calorias para digerir e transformar as calorias em proteínas. Quando seu corpo quebra as proteínas, gases são produzidos como resultado. Outra razão pela qual você está com gases pode ser devido ao fato de que o seu consumo de carboidratos deve ter sido reduzido. Uma dieta deficiente em fibras, misturadas com muita, proteína vai causar prisão de ventre e possivelmente, gases. Para solucionar, tenha uma dieta balanceada, feita com um nutricionista, para evitar esse incômodo problema.

Suplementos podem causar gases, inclusive a albumina

Os gases são produzidos a partir de comer muita proteína. E elas podem ser mais intensas quando você está consumindo suplementos, como a famosa de proteína de soro de leite/whey protein e a albumina. A proteína concentrada contém mais lactose do que a proteína isolada, que tem um processo mais longo de filtração, que ajuda a eliminar a maior parte da lactose e reduzir um pouco dos efeitos dos gases. Sensação de inchaço ou gases são sintomas clássicos de intolerância à lactose. Tente misturar o Whey Protein ou seu suplemento com produtos não lácteos, como leite de amêndoas, ou incorporar o pó de proteína em receitas. Além disso, se você for beber um shake de proteína, beba devagar para prevenir-se contra a ingestão de ar extra.

Regulando a dieta para evitar gases na academia

Sim, os gases na academia tem solução. Agora, é preciso ter uma dieta balanceada, e não aquela dieta que seu amigo receitou que só tem proteína e nada de fibras. (Foto: spotmebro.com)

Consuma probióticos para evitar os gases

Probióticos são bactérias amigáveis ao intestino que trabalham para mantê-lo saudável. Você pode tomar um suplemento probiótico ou comer iogurte, e não necessariamente um que tenha lactose envolvido. Tomar probióticos pode reduzir a quantidade de bactérias ruins em seu intestino e repõe as bactérias boas. Quando você está escolhendo um probiótico, procure por um que contenha Lactobacillus e Bifobacterium. Estes probióticos tem sido considerados como os melhores para ajudar a regular o movimento do alimento ao longo do trato intestinal.

Temperos e ervas na dieta reduzem os gases

Alho, canela, gengibre, hortelã, cominho e são apenas algumas ervas para citar plantas carminativas que você deve acrescentar na dieta. Polvilhe um pouco na comida, acrescente em um shake, ou acrescente em um chá. Estudos indicaram que o gengibre em particular podem ajudar a combater o gás. Isso porque o gengibre contém compostos chamados gingerols e shogaols, que facilitam o funcionamento do seu trato gastrointestinal.

Corte certos alimentos da sua dieta

Não é só uma alta ingestão de proteína que afeta os gases, mas outros alimentos fazem tão bem quando. Alimentos ricos em carboidratos, não apenas os pães, podem desencadear mais gases. Esses alimentos são o feijão, couve, repolho, queijo, couve-flor, chicletes, e cebolas. Se possível, tente evitar ou reduzir a quantidade desses alimentos em sua dieta.

Controle o ritmo de consumo das proteínas na sua dieta

Quando você está pegando pesado na academia, é recomendável ingerir mais proteínas na dieta. Por exemplo, se você tem 82 kg e quer ganhar músculos, deve comer cerca de 215 gramas de proteína por dia. Isso é bastante proteína se você não está acostumado a consumir muito. Vá aumentando a quantidade devagar até chegar nessa quantidade, adicionando pouco a pouco, para acostumar seu sistema digestivo.

Parecem ser soluções simples, e são. Basta executá-las, e seus gases durante a musculação estarão resolvidos. Talvez, se o problema persistir, um gastroenterologista deva ser consultado para verificar por possíveis problemas no seu sistema digestivo.

Como você lida com a alimentação para evitar gases na academia? Já teve esse problema? Como resolveu?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.