É quase certeza que você já ouviu falar de exercício aeróbico e exercício anaeróbico. As pessoas que praticam atividade física muitas vezes ainda se confundem. Apesar dos nomes parecidos, as características entre os dois tipos de treino são bem diferentes.

Neste artigo vamos falar sobre as características de cada um e ajudar a todos a compreender as diferenças entre exercício aeróbico e anaeróbico. Primeiro vamos falar sobre o significado dos termos?

Aeróbico ou anaeróbico está relacionado com o tipo de metabolismo energético que o corpo está utilizando preferencialmente. Porque preferencialmente? A resposta é simples, durante o exercício, o nosso organismo pode utilizar mais de uma fonte de energia.

É importante frisar que isso não tem ligação com os efeitos dos mesmos, ambos podem apresentar exercícios de intensidade leve, moderados ou forte. Vamos falar um pouco mais de cada um.

Características do exercício aeróbico

Neste exercício o oxigênio funciona como fonte principal de queima dos substratos para produção da energia que será transportada para o músculo realizar a atividade. O exercício aeróbio é contínuo, de longa duração e com baixa e/ou moderada intensidade.

O exercício aeróbico estimula as funções do sistema cardiorrespiratório e vascular, além de acelerar o metabolismo aumentando a capacidade de suprir a energia a partir do consumo do oxigênio.

Vejam agora alguns exemplos de exercícios aeróbios:

  • Caminhar
  • Correr
  • Caminhar
  • Pedalar
  • Nadar
  • Dançar

Os exercícios apresentados acima utilizam diversos grupos musculares simultaneamente, ou seja, as durações dos movimentos influenciam muito mais do que a velocidade de realização. É a duração destes movimentos que irão caracterizar se o exercício é suave, moderado ou exaustivo.

Qual exercício é melhor aeróbico ou anaeróbico?

Qual a diferença entre aeróbico e anaeróbico?

Características do exercício anaeróbico

Os exercícios classificados como anaeróbico utilizam fontes de energia que não dependem do uso do oxigênio. São exercícios de alta intensidade e com curta duração. Os exercícios anaeróbicos envolvem um esforço intenso de um número limitado de músculos e neste tipo de exercício existe a produção de ácido lático.

Vejam agora alguns exemplos de exercícios aneróbios:

  • Sprints – Exercícios de velocidade com ou sem carga de curta duração e com alta intensidade
  • Saltos
  • Arremesso de peso
  • Exercícios de força ou resistidos – utilizando pesos como a musculação.

Durante as nossas ações diárias, realizamos um misto de atividades físicas aeróbicas e anaeróbicas. Por isso podemos dizer que a nossa rotina nos dá dicas de como devemos agir.

Anaeróbico emagrece mais que aeróbico?

Como escolher entre exercício aeróbico ou anaeróbico?

Um programa de exercícios completo e eficaz deve apresentar exercícios aeróbicos e anaeróbicos. É fundamental para promover melhoria da resistência cardiorrespiratória, fortalecimento dos músculos, aumento da massa muscular e aumento da massa óssea, melhoria da flexibilidade através dos alongamentos.

Se você tem o como objetivo principal a perda de peso. Ambos os exercícios produzem efeitos positivos, mas o ideal é priorizar os exercícios aeróbicos e associá-lo a uma ótima dieta alimentar.

Se você tem o como objetivo principal a definição corporal. Ambos os exercícios são fundamentais, mas neste caso o ideal é priorizar os exercícios anaeróbicos. Muito importante trabalhar a musculatura que visa tonificar e também associar o treino a uma ótima dieta alimentar.

Como definir o balanço ideal?

É importante compreender que os exercícios anaeróbicos podem ser considerados como um complemento perfeito para os exercícios aeróbicos. Sendo assim, alertamos mais uma vez sobre a necessidade de acrescentar os dois tipos de exercícios na sua rotina.

Quando trabalhados em paralelo, estes exercícios podem promover a perda de peso, melhoria na capacidade física, no sistema imunológico, no humor, na disposição e equilíbrio geral do corpo.

Como sempre alertamos aos nossos leitores, é fundamental procurar um médico e realizar os exames antes de iniciar qualquer tipo atividade físicos. Após a liberação do mesmo para realizar atividades física, basta você determinar o seu objetivo e buscar o caminho mais correto para alcançá-lo.

Para finalizar aconselhamos que você busque a orientação de um Educador Físico, porque ele saberá qual os melhores exercícios, intensidades e variações dos mesmos que você deverá realizar em seus treinos.

Sem deixar de citar que ele poderá te orientar durante a realização incorreta dos movimentos durante os treinos e te ajudar na prevenção de lesões, o que é totalmente indesejado nestas situações.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.