Tal como acontece com outras doenças invisíveis, você não sabe que eu vivo com enxaqueca só de olhar para mim. Mas esta condição é algo que eu tenho lidado desde a adolescência, apesar de ter diagnosticado o problema apenas depois de adulto. Além de ser fisicamente dolorosa, ela pode ser mentalmente frustrante e emocionalmente desgastante. Mas eu sei que não estou sozinho. Milhões de pessoas sofrem com a enxaqueca ao redor do mundo. Eu acho que é importante aumentar a conscientização sobre as experiências vividas por nós, que sofremos com essa doença, tanto para educar quem compartilha desse problema quanto para mostrar a quem convive com alguém que tenha esse problema o quão grave ele realmente é.

Como tratar a enxaqueca: entenda que ela é diferente de uma dor de cabeça típica

Os neurologistas referem-se a enxaqueca como “uma tempestade neurológica”. Nada sobre uma enxaqueca é normal. Existem diferentes fases da enxaqueca. Há muitas vezes sinais de aviso, e uma grande variedade de sintomas que podem acompanhar a enxaqueca diferente de uma dor de cabeça normal. Para mim, os sintomas relacionados a uma enxaqueca incluem tontura e aumento na sensibilidade à luz e a barulhos, sinalizando que ela está chegando.

Assim que eu tenho uma enxaqueca, é muitas vezes acompanhada de náuseas, vertigem e pescoço tenso do lado esquerdo. Há tantas coisas acontecendo em meu corpo de uma só vez que o único consolo real vem quando posso deitar em um quarto escuro e silencioso, com os remédios para enxaqueca.

Dificuldade de viver com a enxaqueca

Viver com enxaqueca é difícil, pois a doença é incapacitante. Mas com as adaptações certas na rotina, dá pra viver bem e tranquilo. (Foto: imanbenchaibah.wordpress.com)

Enxaqueca com aura ou sem aura pode ser completamente debilitante

Eu fui diagnosticado com enxaqueca depois de ter passado 4 dias chorando de dor de cabeça, e ter ficar com a visão prejudicada nesse processo. Sempre tive essa dor de cabeça forte em alguns momentos da vida,, mas julgava ser por causa de sinusite, só esse ano me disseram que era da enxaqueca. Acabei tendo um AVC causado pela enxaqueca (falarei mais sobre isso mais abaixo). Mas durante uma crise de enxaqueca, ou quando a aura da enxaqueca está presente (sintomas associados a enxaqueca, tias como vomitar, tontura, sensibilidade a luz e sons, etc), você não consegue nem pensar direito. Sua produtividade cai, sua felicidade cai, e você só consegue pensar em sair daquela dor de cabeça.

Remédio para enxaqueca: gerenciamento constante da doença

Embora eu tenha vários medicamentos destinados a prevenir minha enxaqueca, não há uma cura para a enxaqueca. Há o gerenciamento da doença, e os remédios são exatamente para esse propósito.

Infelizmente, a enxaqueca pode ser desencadeada por uma série de fatores diferentes, como certos alimentos, padrões de sono, mudanças climáticas, desidratação…a lista de causas da enxaqueca é enorme!

Pessoalmente, meus gatilhos principais são energéticos, cafeína, e o glutamato monossódico, e chocolate. Além disso, se o meu sono for perturbado de alguma forma, seja se eu dormir muito pouco ou dormir demais, eu provavelmente vou acabar com enxaqueca. Eu tenho que constantemente lembrar de todas essas coisas, e nem sempre é fácil. Outro dia quase bebi um coquetel que tinha energético na mistura, fui salvo por ver o energético perto do coquetel.

Além do acompanhamento com o neurologista e os remédios que tomo durante as crises de enxaqueca, tomo um remédio pela manhã e um remédio à noite, e fiz uma aplicação de Botox no couro cabeludo e pescoço para reduzir as crises. Porém, se eu não tomar cuidado, terem crises de enxaqueca novamente, mesmo com esse tratamento todo. O gerenciamento constante é o tratamento, e tem que ter muita disciplina.

Enxaqueca: sintomas deixam a pessoa exausta

Quando a enxaqueca finalmente acaba, mesmo com remédios, eu sinto como se tivesse atropelado por um caminhão. É como se cada gota de energia tenha sido drenada do meu corpo. Fico mentalmente e fisicamente exausto, e tudo que eu quero fazer é dormir. Muitas vezes, eu quero ficar sozinho para me recuperar, e eu estou tendo que educar as pessoas mais próximas sobre esse lado da enxaqueca. Assim como durante a enxaqueca, após a crise eu ainda fico sensível a estímulos sensoriais (como sons altos e luzes brilhantes), isso mesmo com remédio. Vai parecer exagero o que vou falar, mas já chegou ao ponto da respiração de uma pessoa parecer uma britadeira ligada do meu lado. E como a exaustão também pode ser um gatilho da enxaqueca, gosto de ficar bem quietinho para descansar, em silêncio.

Enxaqueca crônica pode matar

Pessoalmente, acho os sintomas neurológicos da enxaqueca, como a visão turva, tontura, vertigem e pressão ocular muito assustadores. Para mim, estes podem ocorrer como um aviso de que uma enxaqueca está chegando, e eles podem realmente continuar durante o início da dor de cabeça. A gravidade da dor de cabeça também pode ser um pouco assustadora. No meu caso, fui premiado com um tipo de enxaqueca que pode causar AVC, e tive uma isquemia (tipo de AVC onde o fluxo de sangue para o cérebro é bloqueado temporariamente para uma ou mais regiões) que me deixou sem 25% da visão periférica dos dois olhos. Esse mesmo AVC poderia ter sido em outra região do cérebro, causando sequelas mais graves ou até a morte. Não imaginava que isso era possível.

Você tem enxaqueca? Como você lida com a doença? O que você aprendeu com a enxaqueca?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.