Dor crônica: causas, diagnóstico, e sintomas!

Escrito na categoria "Saúde" por André M. Coelho.

A dor crônica é uma condição caracterizada por dor de longa duração. Pode afetar qualquer parte do corpo e causar várias sensações de dor. Ela geralmente ocorre quando os sinais nervosos funcionam mal após uma lesão. Em alguns casos, no entanto, a dor crônica pode não ter qualquer causa aparente. A fibromialgia tem sintomas, por exemplo, de dor crônica, mas a causa não está em lesões antigas ou novas.

Embora não haja cura para a dor crônica, ela pode ser minimizada com o tratamento. Alguns dos tratamentos comuns incluem medicação, procedimentos médicos e modificações de estilo de vida.

Dor crônica: o que é?

Todo mundo experimenta dores ocasionais. Na verdade, dor súbita é uma reação importante do sistema nervoso que ajuda a alertá-lo para possíveis lesões. Quando ocorre uma lesão, sinais de dor viajam da área lesionada até a medula espinhal e para o cérebro.

A dor geralmente se tornará menor à medida que a lesão cicatriza. No entanto, a dor crônica é diferente da dor típica. Com a dor crônica, o corpo continua a enviar sinais de dor para o cérebro, mesmo após uma lesão se curar. Isso pode durar várias semanas ou anos, podendo limitar sua mobilidade e reduzir sua flexibilidade, força e resistência. Isso pode dificultar a execução de tarefas e atividades diárias.

Dor crônica é definida como dor que dura pelo menos 12 semanas. A dor pode ser aguda ou maçante, causando uma sensação de queimação ou dores nas áreas afetadas. Pode ser constante ou intermitente, indo e vindo sem nenhuma razão aparente. A dor crônica pode ocorrer em quase qualquer parte do corpo, e pode ter sensações diferentes nas várias áreas afetadas.

Como lidar com a dor crônica

A dor crônica pode prejudicar de forma considerável o estilo de vida de uma pessoa, afetando gravemente a qualidade de vida do indivíduo. (Foto: Medscape)

Dor crônica e fibromialgia: sintomas e pontos dolorosos

Alguns dos tipos mais comuns de dor crônica incluem:

Fibromialgia e dor crônica: causas

A dor crônica é geralmente causada por uma lesão inicial, como uma entorse ou distensão muscular. Acredita-se que a dor crônica se desenvolve após os nervos se tornarem danificados. O dano do nervo torna a dor mais intensa e duradoura. Nesses casos, o tratamento da lesão subjacente pode não resolver a dor crônica.

Em alguns casos, no entanto, as pessoas experimentam a dor crônica sem qualquer lesão anterior. As causas exatas da dor crônica sem lesão não são bem compreendidas. A dor às vezes pode ser causada por uma condição de saúde subjacente, tais como:

Fatores de risco para a dor crônica e fibromialgia

A dor crônica pode afetar pessoas de todas as idades, mas é mais comum em adultos mais velhos. Além da idade, outros fatores que podem aumentar o risco de desenvolver dor crônica incluem lesões, cirurgias, estar acima do peso ou obeso, e ser do sexo feminino.

Dor crônica e fibromialgia: tratamento fisioterapêutico e médico

O objetivo principal do tratamento é reduzir a dor e aumentar a mobilidade. Isso ajuda você a voltar para suas atividades diárias sem desconforto. A gravidade e a freqüência da dor crônica podem diferir entre os indivíduos. Assim, os médicos criam planos de tratamento da dor específicos para cada pessoa. Seu plano de tratamento da dor dependerá de seus sintomas e de quaisquer condições de saúde subjacentes. Tratamentos médicos, mudanças no estilo de vida, ou uma combinação destes métodos podem ser usados para tratar a sua dor crônica.

Dor crônica e fibromialgia: tratamento natural para conviver com os sintomas

Não há uma cura para a dor crônica, mas a condição pode ser gerenciada com sucesso. É importante manter o seu plano de tratamento da dor para ajudar a aliviar os sintomas.

Como a dor física está relacionada com dor emocional, a dor crônica pode aumentar seus níveis de estresse. Construir habilidades emocionais pode ajudá-lo a lidar com qualquer estresse relacionado à sua condição. Um tratamento psicológico é altamente recomendado para quem sofre de dor crônica. Comer bem, dormir o suficiente e fazer exercícios regularmente pode manter seu corpo saudável e reduzir os sentimentos de estresse.

Você pode melhorar o seu humor e diminuir o estresse, participando de atividades que você gosta e socializando com os amigos. A dor crônica pode tornar desafiador para executar determinadas tarefas. Mas isolar-se pode dar-lhe uma visão mais negativa sobre a sua condição e aumentar a sua sensibilidade à dor.

Amigos, família e grupos de apoio podem dar-lhe uma mãozinha e oferecer conforto durante momentos difíceis. Se você está tendo problemas com tarefas diárias ou você está simplesmente na necessidade de um impulso emocional, um amigo próximo, cônjuge, ou companheiro um pode fornecer o apoio que você precisa.

Você tem dor crônica ou conhece alguém que tenha? E fibromialgia? Como vocês lidam com esses problemas de saúde?

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

André fez parte de uma das primeiras equipes de Parkour no Brasil. Desde então, atuou junto de educadores físicos, nutricionistas, fisioterapeutas e profissionais da saúde para aperfeiçoar seus conhecimentos. Desde 2012, escreve dicas de saúde e exercícios físicos que aprendeu e continua aprendendo. Em 2019 tornou-se instrutor de Muay Thai e Kickboxing, compartilhando com seus alunos para ensinar tudo que aprendeu.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista. Procure sempre orientação médica presencial antes de consumir ou utilizar qualquer produto ou substância terapêutica.