Dietas saudáveis ​​incluem uma grande variedade de alimentos, e são ricos em frutas frescas e vegetais, proteínas magras, gorduras saudáveis, e cereais integrais. Muitas organizações de saúde já pesquisaram e comprovaram que é necessário colocar na dieta todos os nutrientes, mas alguns “especialistas” tem pregado alguns mitos sobre carboidratos que precisam ser melhor esclarecidos.

Produtos com baixos carboidratos tem mais carboidratos do que você imagina

Quando você consome um shake de proteína, ou outro produto semelhante, você está ingerindo mais carboidratos do que o produto está te vendendo. Os rótulos de produtos não são muito confiáveis ao contabilizar os carboidratos e alguns importantes nutrientes de certos alimentos.

Para uma dieta de baixo carboidrato ser efetiva, você tem que consumir tão pouco carboidrato que força seu corpo a entrar em cetose. A cetose é a queima de gordura pelo corpo para obter energia. E isso só é feito com eficiência quando você consome carboidratos de alimentos orgânicos, sobre os quais é mais fácil controlar a quantidade exata de carboidratos.

Você tem que comer pão, cereais e massas para ter carboidratos

O corpo precisa de carboidratos para sobreviver, já que é fonte de energia preferida do corpo. Por isso, muitas pessoas acreditam que os carboidratos só vêm em forma de pão, cereais e massas, mas este não é o caso. Estes alimentos tendem a ser feitos com grãos que são modificados e contêm proteínas que o corpo não está projetado para quebrar de forma eficiente, que afeta especialmente aqueles com diagnóstico de doença celíaca ou intolerância ao glúten. É importante procurar por carboidratos não processados, nas fontes mais naturais possíveis, como produtos integrais.

Controle de carboidratos na dieta

Carboidratos são essenciais em qualquer dieta. Em excesso ou em falta podem fazer muito mal para a saúde. (Foto: www.businessinsider.com)

Carboidrato engorda mais que gordura, então tenho que corta pães, massas, e cereais

Açúcar tende a ser o principal problema com carboidratos, juntamente com a forma como esses tipos de carboidratos tem dificuldade para se adaptar ao nosso corpo para a digestão. As pessoas sempre começam cortando pães, massas, e cereais da dieta, mas esse não é o caminho certo. A maneira mais fácil de atingir o peso ideal para você e seu corpo é sendo saudável, trabalhando a saúde da sua digestão, e comendo alimentos que são naturalmente assimilados como energia e não como gorduras.

É melhor não basta olhar para os números em um rótulo, mas ler os ingredientes reais para encontrar fontes de açúcar, aromatizantes artificiais e adoçantes artificiais para evitar um aumento da ansiedade pelo açúcar e realmente reduzir a quantidade de carboidratos na sua dieta.

Carboidrato engorda ou emagrece? Nem um, nem outro

Existem diferentes tipos de carboidratos: simples e complexos. carboidratos simples incluem barras de doces, refrigerantes e alimentos cozidos, enquanto carboidratos complexos incluem cereais integrais, frutas e feijão. Os carboidratos complexos fornecem fibras para ajudar a saúde gastrointestinal, sendo liberados lentamente no organismo, para manter os níveis de energia sustentados e o combustível certo para o cérebro. Ao contrário de carboidratos complexos, carboidratos simples aumentam a quantidade de açúcar no sangue, o que aumenta a fome também. Seja cauteloso na ingestão de carboidratos, e prefira a ingestão de carboidratos complexos, como os provindos da batata, pão integral, arroz integral, farinha de aveia, massas integrais, etc. Feijão e outros legumes e verduras também possuem boas quantidades de carboidratos complexos.

Para evitar os carboidratos que engordam mais, não posso comer carboidratos depois dos exercícios físicos

Comida e bebida são essenciais para a recuperação após um bom treino, não importa que hora do dia você se exercita. É importante o pós treino ser acompanhado com refeições que combinam proteínas, que ajudam os músculos a se recuperar, e carboidratos, que repõe os estoques de energia. A intensidade e duração de seu treinamento é que determina a quantidade desses nutrientes na sua dieta.

Normalmente, após 90 minutos de treinamento intenso, o corpo esgotou todas as suas reservas de glicogênio e, portanto, precisa repor o que foi perdido. Para repor essa energia, a melhor forma é usar frutas, que são ricas em carboidratos simples.

O que comer depois das 18 horas para emagrecer: cortar carboidratos é o que funciona melhor!

Errado. O que a ciência tem mostrado é um pouco diferente. O metabolismo de cada pessoa é muito diferente, e uma dieta que funciona para uma pessoa pode não funcionar para você. Por exemplo, para pessoas que são fisicamente ativas, especialmente os atletas que fazem um monte de esforço aeróbico, uma dieta de baixa quantidade de carboidratos, mesmo depois das 18 horas, pode ser extremamente prejudicial. Essas pessoas precisam de muito mais carboidratos do que as pessoas que são sedentárias ou praticam atividades físicas esporadicamente.

Carboidrato engorda

Que açúcares e carboidratos refinados são ruins, praticamente todos concordam com isso. Mas falar que todo carboidrato engorda é a mesma coisa que falar que todas as gorduras não são saudáveis (já sabemos dos efeitos positivos do ômega 3 para nossa saúde). A verdade é que nem todos os carboidratos engordam. Isso depende completamente do contexto e do tipo de comida em que eles são consumidos. Um grande exemplo é a batata: quando consumida cozida, sem molhos, ela é baixa em calorias e rica em carboidratos, enquanto se ela for frita, envolve até gorduras trans.

Alimentos naturais mas ricos em carboidratos também são ruins para a saúde

Todo alimento, não importa qual nutriente ele tenha, precisa ser consumido com moderação, sob auxílio de um nutricionista qualificado. Isso não significa que há algo errado com o alimento, que um alimento é ruim ou bom. Significa apenas que você tem que ser mais moderado no consumo desses alimentos. Quem faz uma dieta de limitação de carboidratos e não consome fontes naturais desse nutriente estará fazendo mais mal do que bem para a dieta.

Dietas baixas em carboidrato não engordam

Mesmo quem tem uma dieta baixa em carboidratos, e uma alimentação bem controlada, pode ganhar peso por estar sedentário, e com o metabolismo funcionando mais lentamente. Sem exercícios físicos, você não vai conseguir perder peso e manter essa perda, porque seu corpo não vai usar a energia com eficiência.

Sem cortar carboidratos, você nunca vai emagrecer

Muitas pessoas que são metabolicamente saudáveis ​​pode facilmente manter bons carboidratos na dieta sem problema algum. Tudo depende de como o corpo reage aos carboidratos, e qual a quantidade deles o nutricionista vai definir para o consumo. Ao fazer uma dieta diversificada em nutrientes, você está investindo na sua saúde no médio e longo prazo. Com exercícios físicos para combinar então, você faz o investimento perfeito para sua saúde.

Como você lida com carboidratos na sua dieta? Como você fez sua dieta com seu nutricionista?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.