Transtorno de personalidade borderline: sintomas, causas e tratamento

Escrito na categoria "Saúde" por André M. Coelho.

Transtorno de personalidade borderline (TPB) é uma condição de saúde mental em que uma pessoa tem padrões de longo prazo de emoções instáveis ​​ou turbulentas. Estas experiências internas muitas vezes resultam em ações impulsivas e relações caóticas com outras pessoas. É geralmente confundida como uma variação do transtorno bipolar, mas é muito mais destrutivo para a pessoa e quem está ao redor.

Causas do transtorno de personalidade borderline

A causa do transtorno de personalidade borderline é desconhecida. Fatores genéticos, familiares e sociais são pensados como responsáveis por parte do problema. Fatores de risco para TPB incluem:

Este transtorno de personalidade tende a ocorrer mais freqüentemente em mulheres e em pacientes psiquiátricos.

Sintomas do Transtorno de Personalidade Borderline

As pessoas com TPB são muitas vezes incertos sobre a sua identidade. Como resultado, os seus interesses e valores podem mudar rapidamente. Eles também tendem a ver as coisas em termos de extremos para o bem ou mal. Seus pontos de vista sobre outras pessoas podem mudar rapidamente. Uma pessoa que é procurada um dia pode ser desprezada no dia seguinte. Estes sentimentos quem mudam de repente muitas vezes levam a relacionamentos intensos e instáveis. Outros sintomas incluem:

Os limites do borderline

No transtorno borderline, a pessoa vive no limite dos extremos do caos e da ordem em um constante estado de tensão e pressão. (Foto: www.downwardspiralintothevortex.com)

Exames e testes para o Transtorno de Personalidade Borderline

TPB é diagnosticada com base em uma avaliação psicológica que avalia a história e a gravidade dos sintomas. Esta avaliação é também feita com o acompanhamento de um psiquiatra para um diagnóstico preciso e imediato início do tratamento.

Tratamentos para o Transtorno de Personalidade Borderline

A terapia individual pode tratar com sucesso o Borderline. Além disso, a terapia de grupo às vezes pode ser útil. Os medicamentos têm um papel menor no tratamento de TPB. Mas, em alguns casos, eles podem melhorar a alterações de humor e tratar a depressão ou outros distúrbios que podem ocorrer juntos a esta condição. Deve haver um cuidado especial para que não haja uma confusão entre o borderline e o transtorno bipolar, pois os tratamentos são completamente diferentes.

Prognóstico para o Transtorno de Personalidade Borderline

O prognóstico do tratamento depende de quão grave é a condição e se a pessoa está disposta a aceitar a ajuda. Com a terapia da conversa a longo prazo, a pessoa frequentemente melhora gradualmente até uma cura praticamente completa do problema, ao contrário do Transtorno Bipolar.

Complicações possíveis para o Transtorno de Personalidade Borderline

Além de problemas com o trabalho, família e relações sociais, problemas sérios com depressão e abuso de drogas são frequentes com aqueles que sofrem deste distúrbio. As tentativas de suicídio e suicídio real são as complicações mais extremas.

Quando entrar em contato com um profissional médico?

Consulte o seu médico se você ou alguém que você conhece tem sintomas de transtorno de personalidade borderline. É especialmente importante procurar ajuda imediatamente se você ou alguém que você conhece está tendo pensamentos suicidas.

Você conhece ou conheceu alguém assim? A pessoa ainda se encontra na situação ou já busca algum tratamento?

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

André fez parte de uma das primeiras equipes de Parkour no Brasil. Desde então, atuou junto de educadores físicos, nutricionistas, fisioterapeutas e profissionais da saúde para aperfeiçoar seus conhecimentos. Desde 2012, escreve dicas de saúde e exercícios físicos que aprendeu e continua aprendendo. Em 2019 tornou-se instrutor de Muay Thai e Kickboxing, compartilhando com seus alunos para ensinar tudo que aprendeu.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista. Procure sempre orientação médica presencial antes de consumir ou utilizar qualquer produto ou substância terapêutica.