Depressão pós-parto é uma doença grave que pode ocorrer nos primeiros meses após o parto. Também pode acontecer após o aborto ou o nascimento de um bebê natimorto. Esta doença pode fazer você se sentir muito triste, sem esperança e sem valor. Você pode ter problemas em cuidar e se ligar com o seu bebé.

Depressão pós-parto não é uma tristeza qualquer ou sensação estranha que muitas mulheres têm no primeiro par de semanas após o parto. Com esta sensação, você pode ter dificuldade para dormir e se sentir-se mal-humorada, chorar e sentir-se oprimida. Você pode ter esses sentimentos, mas ser feliz com seu bebê, tudo parte de um processo hormonal natural. Estes “sintomas” geralmente desaparecem dentro de algumas semanas. Já os sintomas da depressão pós-parto podem durar por meses.

Em casos raros, a mulher pode ter uma forma grave de depressão chamada de psicose pós-parto. Ela pode agir estranhamente, ver ou ouvir coisas que não estão lá, e ser um perigo para si e para seu bebê. Esta é uma emergência, pois pode piorar rapidamente e colocar ela mesma ou outros em perigo.

É muito importante começar o tratamento para a depressão. Quanto mais cedo você começar o tratamento, mais cedo você vai se sentir melhor e desfrutar de seu bebê.

O que causa a depressão pós-parto?

Depressão pós-parto parece ser provocada pelas mudanças nos níveis hormonais que ocorrem após a gravidez. Qualquer mulher pode ter depressão pós-parto nos meses após o parto, o aborto ou o nascimento de um bebê natimorto. Uma pessoa tem uma chance maior de ter depressão pós-parto se:

  • Teve depressão ou depressão pós-parto antes;
  • Tem pouco apoio de seu parceiro, amigos ou família;
  • Tem um bebê doente ou com muitos problemas;
  • Tem um monte de outras formas de stress em sua vida;
  • É mais provável ter psicose pós-parto se você ou alguém da sua família tem transtorno bipolar.
Gravidade da depressão pós-parto

A depressão pós-parto é um problema real e que se não levado a sério, pode causar até o suicídio. (Foto: livewithpurpose.co.nz)

Quais são os sintomas?

Uma mulher que tem depressão pós-parto pode:

  • Se sentir muito triste, sem esperança, e vazias. Algumas mulheres também podem sentir-se ansiosas;
  • Perda do prazer nas coisas cotidianas;
  • Não sentir fome e perder peso. Porém, algumas mulheres sentem mais fome e ganham peso;
  • Têm problemas para dormir;
  • Não são capazes de se concentrar.

Estes sintomas podem ocorrer em um ou dois dias após o nascimento. Ou podem seguir os sintomas da tristeza natural depois do nascimento do bebê após algumas semanas.

Uma mulher que tem a psicose pós-parto pode sentir-se cortada de seu bebê. Ela pode ver e ouvir coisas que não estão lá. Qualquer mulher que tem depressão pós-parto pode ter pensamentos fugazes de suicídio ou de prejudicar o seu bebê. Mas uma mulher com psicose pós-parto pode sentir como se ela tem que agir de acordo com esses pensamentos.

Se você acha que não pode deixar de se machucar, seu bebê, ou qualquer outra pessoa, consulte o seu médico imediatamente, converse, se abra. Quanto mais tempo você demorar para comunicar seus sintomas, pior será para sua saúde e de sua família.

Como é diagnosticada a depressão pós-parto?

O seu médico irá fazer um exame físico e perguntar sobre seus sintomas. Não se esqueça de informa-lo sobre quaisquer sentimentos de depressão pós-parto em seu primeiro check-up depois que o bebê nasce. O seu médico vai querer seguir você para ver como você está sentindo. O acompanhamento após o nascimento é tão importante quanto o pré-natal.

Depressão pós-parto em homens

Apesar de ser comum em mulheres, a depressão pós-parto também já foi encontrada em homens. (Foto: frugivoremag.com)

Como é o tratamento da depressão pós-parto?

Depressão pós-parto é tratada com aconselhamento e medicamentos antidepressivos, e pode ter um grande suporte com tratamentos naturais. Mulheres com depressão leve podem ser capazes de obter uma melhora com aconselhamento e acompanhamento psicológico. Mas muitas mulheres precisam de aconselhamento com o suporte dos medicamentos. Alguns antidepressivos são pensados ​​como seguros para mulheres que amamentam.

Para ajudar a si mesmo a ficar melhor, certifique-se de comer bem, fazer algum exercício todos os dias, e obter o máximo de sono possível. Busque o apoio da família e dos amigos a todo momento. A depressão não é só uma tristeza qualquer, é uma doença e todos tem que entender isso.

Tente não se sentir mal sobre si mesma por ter esta doença. Isso não significa que você é uma péssima mãe. Muitas mulheres têm depressão pós-parto. Pode levar algum tempo, mas você vai ficar melhor com o tratamento.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.