Cerca de 36 por cento dos norte-americanos perdem pelo menos uma noite de sono por semana. No Brasil, temos uma porcentagem semelhante, com um aumento considerável devido às altas demandas do mercado e a falta de cuidados com a saúde da grande maioria dos brasileiros. Muitos perdem noites de sono até com mais freqüência do que isso. As causas podem ser de uma variedade de fatores de stress que se originam no ambiente onde a pessoa tenta dormir. No entanto, muitas noites em branco são igualmente causadas por distúrbios do sono e não estresse ambiental.

Uma maneira fácil de descobrir se você tem ou não um distúrbio do sono é fazer uma rápida avaliação de como você se sente durante o dia. Você se sente cansado cronicamente? Você se sente como se tivesse passado a noite acordado, mesmo que você tenha pensado que teve uma boa noite de sono? Será que o seu cansaço interfere com a sua capacidade de prestar atenção na escola ou fazer as coisas no trabalho? Estes são sinais de que você pode estar lutando contra um distúrbio do sono.

Você também pode ser capaz de dizer se você tem um distúrbio do sono observando a primeira hora depois de ter fechado os olhos na cama. Se você leva mais do que 30 minutos para adormecer frequentemente, você pode ter um distúrbio do sono. É comum durante períodos de estresse que todos possam ter algumas noites por ano em que levam mais de 30 minutos para adormecer. No entanto, se você tiver isso todas as noites, ou acordar durante a primeira hora de sono em uma base regular, você pode estar com um sério problema.

Problemas em dormir

Problemas com sono tem que ser levados a sério, buscando uma solução o mais rápido possível para uma melhor qualidade de vida. (Foto: advancedsleepdisorderscenter.com)

Distúrbios do sono também pode apresentar provas de sua existência durante a noite. Se o seu parceiro reclama que você ronca alto e para de respirar durante a noite, isso pode ser um sinal de apnéia do sono. Se você acordar no meio da noite gritando ou com medo, isso pode ser um sinal de estresse pós-traumático, ou outro distúrbio que interfere com os seus hábitos de sono. Chutar o seu companheiro durante o sono também pode ser um sinal de um distúrbio do sono chamado de síndrome das pernas inquietas.

Você também pode ser capaz de descobrir um distúrbio do sono pela forma como você se sente quando você acorda pela manhã. Se você se sentir fraco, ou constantemente acorda com dores de cabeça ou no corpo, você pode ter um distúrbio do sono. Acordar com azia é também um sinal de um distúrbio do sono chamado de azia noturna.

Aqueles que acordam com os dentes doloridos durante a manhã ou noite demonstram um sinal claro de bruxismo ou outros problemas nos dentes que causam também a insônia.

Portanto, fique sempre atento aos menores sinais de distúrbios do sono. Olheiras muito grandes, uma pele desidratada, tudo isso pode ser um sinal para que você busque um tratamento com urgência.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Um comentário para “Distúrbios do sono? Será que você tem algum?”

  1. Fábia Silva

    Eu tenho o distúrbio do sono, Eu falo enquanto durmo, Tenho sonhos horríveis e alguns bons, Me bato e bato em meu marido também, as vezes acordo assustada e com o fôlego alterado gostaria de saber o que fazer para melhorar minha situação. Obrigado