Só um psicólogo pode testar uma pessoa para depressão, e só um psiquiatra pode receitar remédios antidepressivos. Isso é um fato. Se você está se sentindo muito deprimido, estressado, não ache que só tratamentos naturais vão funcionar para seu problema. Você precisará do psicólogo e do médico para curar seu problema. Nossa lista de antidepressivos naturais é apenas um suporte, uma ajuda a mais para aliviar sua sensação de tristeza, e tornar o caminho para a cura mais fácil.

Lista de antidepressivos mais usados: Terapia Cognitivo Comportamental

Como tratamento natural pode ser qualquer um dos tratamentos que não usam medicamentos, a Terapia Cognitivo Comportamental pode ser considerada o tratamento natural para a depressão mais eficiente. A TCC procura ajudar as pessoas a mudar como elas pensam sobre as coisas. Ao contrário das formas mais tradicionais de terapia, ela se concentra em problemas e dificuldades do presente. Numerosos estudos clínicos em todo o mundo tem demonstrado consistentemente que a terapia cognitivo comportamental é tão eficaz quanto a medicação antidepressiva. A média é que depois de 20 sessões de terapia individuais, cerca de 75 por cento dos doentes experimentam uma diminuição significativa nos sintomas da depressão.

Erva de São João no tratamento da depressão

A Erva de São João (nome científico Hypericum perforatum) é comumente utilizada para o tratamento da depressão. Ela está disponível em comprimidos, cápsulas e na forma líquida em supermercados e lojas de alimentos saudáveis. A investigação científica sugere que ela exerce a sua ação antidepressiva inibindo a recaptação dos neurotransmissores de serotonina, norepinefrina e dopamina. Numerosos estudos examinaram a eficácia da erva de São João para o tratamento de depressão leve a grave, e na maioria dos casos foi encontrado que esta erva é mais eficaz do que um placebo. Ela pode ser pelo menos tão eficaz quanto certos antidepressivos no tratamento de depressão no curto prazo.

Antidepressivos naturais

Com o uso de antidepressivos naturais, você pode melhorar sua qualidade de vida e terá muito mais para aproveitar do dia a dia. (Foto: www.zliving.com)

Antidepressivos naturais em cápsulas: S-adenosilmetionina

A S-adenosilmetionina é um derivado de aminoácidos que ocorre naturalmente em todas as células. Ela desempenha um papel em muitas reações biológicas, transferindo o seu grupo metilo ao DNA, proteínas, fosfolipídeos e aminas biogênicas. Vários estudos científicos indicaram que o mesmo pode ser útil no tratamento da depressão.

Terapia de luz pra tratamento da depressão

Durante anos, a terapia de luz tem sido usada para tratar a desordem afetiva sazonal, um tipo de depressão causada por dias de inverno curtos e de escuridão estendida. A falta de exposição à luz solar é responsável pela secreção do hormônio melatonina, que pode desencadear um estado de espírito abatido e uma condição letárgica. A terapia de luz ajuda a regular o relógio interno do corpo da mesma forma que a luz solar faz. É um tratamento eficaz para a desordem afetiva sazonal, e pode reduzir os sintomas de depressão não sazonais também.

Antidepressivos mais usados atualmente: exercícios regulares

O exercício regular e a melhora da aptidão física resultante altera os níveis de serotonina no cérebro e leva a melhora do humor e sentimentos de bem-estar. Vários estudos mostraram que o exercício promove a saúde mental e reduz os sintomas de depressão. O efeito antidepressivo do exercício físico regular é comparável a outros antidepressivos potentes.

5-hidroxitriptofano (5-HTP): antidepressivo em cápsulas

O 5-HTP são também alternativas naturais para antidepressivos tradicionais. Quando o seu corpo se ajusta na fabricação de serotonina, ele primeiro faz a 5-HTP. Tomar 5-HTP como um suplemento pode aumentar os níveis de serotonina. A evidência sugere que o 5-HTP é melhor do que um placebo no alívio da depressão.

Massagem para tratar a depressão

Um dos benefícios mais conhecidos de massagem terapêutica é a sua capacidade para melhorar a sensação de bem estar. Massagem produz alterações químicas no cérebro que resultam em uma sensação de relaxamento e calma. Ela também reduz os níveis de hormônios do estresse, principalmente o, cortisol, em uma média de 30 por cento. A massagem também aumenta a serotonina e a dopamina no organismo, neurotransmissores que ajudam a reduzir a depressão.

Acupuntura para tratar depressão

Acupuntura é um tratamento tradicional chinês, em que as agulhas são inseridas em pontos específicos no corpo. A investigação sugere que a acupuntura pode diminuir ou eliminar os sintomas da depressão. Uma revisão de 8 testes controlados suportam a teoria de que a acupuntura pode reduzir significativamente a gravidade da depressão.

Antidepressivos naturais ajudam a curar tristeza e depressão leve: Ioga e Meditação

Ioga é um antigo sistema de relaxamento, exercício e de cura com origens na filosofia indiana. Praticar Ioga pode alterar a química do cérebro. Algumas posições da Ioga são eficazes para estimular a liberação de endorfinas e reduzem o nível de hormônio do estresse cortisol. Vários estudos suportam o uso de Ioga para a depressão, e posturas de Ioga foram especificamente mostradas para aumentar os níveis do neurotransmissor GABA, o que pode aliviar a depressão.

Alimentos antidepressivos naturais: alimentos ricos em vitaminas do complexo B

Vitaminas do complexo B desempenham um papel na produção de determinados neurotransmissores, os quais são importantes na regulação do humor e outras funções cerebrais. A deficiência de ácido fólico tem sido observada entre as pessoas com depressão. A vitamina B6, ou piridoxina, é o cofator para enzimas que convertem o L-triptofano com a serotonina, de modo que a deficiência de vitamina B6 pode resultar em depressão. E há alguma evidência de que pessoas com depressão respondem melhor ao tratamento se eles têm níveis mais elevados de vitamina B12.

Algum desses tratamentos funcionou bem para você? Como você está tratando sua depressão? O que você faz para melhorar sua condição?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.