Há três variedades diferentes do physalis, incluindo a lanterna chinesa. Porém, tipo que você pode estar familiarizado é a variedade mais comumente consumida, o tomatillo. Tecnicamente uma fruta, o physalis é um membro da família das solanáceas e está intimamente relacionado com o tomate, e as frutas vermelhas. O Physalis é uma rica fonte de potássio, um mineral importante para uma dieta saudável.

Physalis

A fruta pode ser do tamanho de um tomate cereja ou tão grande quanto um tomate pequeno. Uma casca semelhante ao papel cobre a fruta, dando a aparência de uma pequena lanterna chinesa. A fruta é geralmente colhida quando tem uma cor verde clara, embora o fruto maduro seja geralmente amarelo.

Usos para o Physalis

O Physalis tem um sabor distinto que é ao mesmo tempo doce e ácido, assemelhando-se ao sabor de um limão. O fruto é usado frequentemente em molhos. Contendo uma substância semelhante à pectina, o Physalis age como um espessante natural quando refrigerado. A fruta ode ser cortada e adicionada a saladas ou misturados em sopas brutas para um enfeite ou gosto leve de limão.

Phylisalis: informações nutricionais

Uma porção é igual a metade de um copo, ou 66 g, e contém 20 calorias. Uma porção contém 1 g de proteína e 4 g de carboidratos. Destes, 1 g é fibra dietética e 3 g é açúcar.

Potássio no Physalis

A ingestão de alimentos ricos em potássio ajuda a prevenir a hipertensão arterial, e recomenda que você coma alimentos ricos em potássio suficientes para cumprir uma dose diária de 4.044 mg. Uma porção de Physalis contém 177 mg de potássio, correspondente a 4% da dose diária recomendada.

Vitaminas e minerais no Physalis

Uma porção de 100 g contém 7 mg de cálcio (1% da dose diária); 20 mg de magnésio (53% da dose diária); 1 mg de sódio; 39 mg de fósforo (2% da dose diária); e 12 mg de vitamina C (8% da dose diária).

Usos possíveis para o Physalis

Com um gosto levemente ácido, o Physalis é um ótimo substituto para o limão e o tomate em molhos e saladas. (Foto: www.jardimdeflores.com.br)

Cuidado com o Physalis cabo de groselha

Uma das variedades do Physalis, cabo de groselha, é nativa do Chile e Peru. A fruta verde desta variedade é extremamente venenosa. O uso comercial primário do fruto maduro é em compotas preservadas, embora o fruto seja usado às vezes como um enfeite.

Physalis lanterna chinesa

Physalis da variedade lanterna chinesa é cultivado principalmente na Colômbia e África do Sul. As frutas vermelhas e alaranjadas brilhantes da lanterna chinesa são normalmente utilizadas para fins ornamentais.

Benefícios do Physalis

Os dados nutricionais falam por si só. É rico em nutrientes importantes para sua dieta, como o Potássio e a vitamina C, e traz para sua dieta uma diversidade importante para uma dieta completa.

Receitas com Physalis

Pode ser difícil encontrar o Physalis, salvo em fontes online. Em lojas físicas, pode estar disponível apenas em lojas especializadas ou mercados de agricultores. Apesar da dificuldade para encontrá-la, são bastante simples para comer e usar na culinária.

Escolhendo o Physalis

Escolha os frutos somente quando a casca fica com uma cor bege ou creme. Se você pegá-lo enquanto a flor ainda é vermelha brilhante, a baga será muito azeda para comer ou usar. Estes frutos são ricos em vitamina A e C, bem como fósforo e potássio.

Physalis como petisco

Puxe para baixo a casca para revelar a baga amarelada. Você pode comê-la fora da haste como um lanche, similar às uvas. Estas bagas podem ajudar a melhorar o metabolismo e tem um efeito diurético e laxante. Elas também são ricos em pectina, que é um carboidrato complexo, que pode ajudar a prevenir a constipação.

Substituindo tomates em saladas

Corte as bagas como um substituto para tomates cereja em saladas. Devido ao sabor semelhante, o Pjhysalis faz excelentes substituições para tomates pequenos em uma variedade de pratos. O Physalis contém o poderoso antioxidante superóxido dismutase, que pode ajudar a prevenir doenças relacionadas com oxidantes, como a artrite e câncer.

Physalis em recheios

Use as frutas verdes não amadurecidas para um recheio de torta, preenchendo uma crosta de torta com 4 xícaras de Physalis e açúcar a gosto. Embora muito azedo para comer cru, cozinhar estas frutinhas com açúcar suaviza o gosto e dá-lhes menos gosto azedo.

Molhos

Use o Physalis como molho saboroso para carne de peru, carne de porco, peixe ou outras carnes. Adicione 1 colher de sopa de açúcar para cada ½ xícara de Physalis e um pequeno esguicho de água em uma panela em fogo baixo por cerca de 15 minutos. Uma vez que as bagas estiverem macias, você pode bater em purê a mistura com uma cebola ou ervas de sua escolha. Você pode querer adicionar o açúcar após as bagas terminarem de cozinhar para evitar que o molho não fique muito doce.

Dicas de receitas

Você pode usar o Physalis no lugar de várias sobremesas de frutas, mas você sempre terá que prepará-las primeiro aquecendo-os com água e açúcar até que estejam macias. Dependendo de sua preferência, você pode ajustar o teor de açúcar para sobremesas e molhos.

Onde comprar o Physalis?

Você pode comprar online diretamente de quem cultiva a fruta. Outras fontes são sites como o BuscaPé e o MercadoLivre, apesar destes sites geralmente oferecerem sementes/mudas da planta para que você inicie seu cultivo próprio. Mercados de produtos naturais em sua cidade podem também ser ótimas fontes para encontrar o produto, que poderá também ser encontrado na forma desidratada.

Preço do Physalis

Se você der a sorte de comprar diretamente de um produtor, pode comprar o Physalis por R$15,00 o Kg. Mas o mais provável é que encontre valores próximos de R$70,00 por Kg, já que a produção do Physalis ainda é pequena no Brasil. Os preços podem variar muito dependendo da sua região e também da época do ano, mas é seguro afirmar que estes valores médios são os que serão praticados.

Você conhece mais receitas ou dicas sobre o uso do Physalis? Compartilhe nos comentários!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.