Com o passar dos anos, diversos termos técnicos surgem em várias áreas e isso é natural devido à evolução do conhecimento cientifico. Na verdade o core é um termo bastante conhecido na década de 90, mas o mesmo ficou resumido apenas entre os especialistas em Treinamento Funcional e Pilates da época.

Com a expansão absurda destas duas áreas na atualidade, o core também ficou bastante conhecido e está sendo cada vez mais pesquisado. Esta expansão do conhecimento sobre o core é muito importante porque este conjunto de músculos é importantíssimo para a manutenção da funcionalidade e para a prevenção de diversas lesões.

No artigo de hoje vamos explicar tudo sobre o core, mas o que é core? E quais são os músculos? Muitas das pessoas que frequentam academia não sabem responder estas perguntas e o pior, não fazem ideia da importância do core para o equilíbrio postural e muscular.

Os músculos do core desempenham importantes papéis como estabilizadores e os mesmos precisam receber a mesma atenção que os demais grupamentos musculares na hora dos treinos, porém, os mesmos praticamente são ignorados por não apresentarem beleza estética relevante.

O que é o Core?

O core é formado por um grupamento de músculos que circunda nosso centro de gravidade, mais precisamente a região umbilical. Para facilitar o entendimento e sair um pouco dos termos técnicos, podemos dizer que são os músculos abdominais, da região lombar, pelve e quadril.

Como já foi dito, é um grupamento importante na sustentação e estabilização de praticamente todos os movimentos que nosso corpo desempenha. Trabalhar os demais grupamentos musculares e não trabalhar o core similarmente é praticamente um pedido para desenvolver lesões e diversos outros problemas posturais.

Quais os músculos do core?

O que é core e sua importância?

Quais os músculos do Core?

A musculatura do core  core é formado pelos músculos: bíceps femoral, transverso abdominal, multífidios, adutor, eretor da espinha, oblíquo interno e externo, íliopsoas, glúteo máximo e reto abdominal.

Os músculos do core são subdivididos como locais e globais. Os músculos locais são aqueles responsáveis pela estabilização antes do movimento ser iniciado, estes músculos são recrutados milésimos de segundos antes dos demais músculos.

Já os músculos globais são recrutados logo após a estabilização necessária das estruturas não contráteis. Esse equilíbrio entre os dois grupos do core permite um movimento eficiente e seguro.

Porque exercitar bem o Core?

Quando este grupamento é estimulado e exercitado corretamente, o mesmo promove a utilização correta dos demais grupos musculares e ainda oferece a estabilidade ideal para a realização dos movimentos de forma saudável evitando lesões e evitando gastos energéticos desnecessários.

  • Desenvolvimento maior da potência – Durante a corrida quando acontecem mudanças de direção ou aceleração, a potência é um fator determinante e que pode ser a divisória entre o sucesso e a falha de um movimento.
  • Maior eficiência e estabilidade – Grande parte dos grupos musculares são interligados à coluna ou à pelve, formando o que é chamado de âncora de um movimento estável eficiente.
  • Melhoria no equilíbrio – Como citamos ao longo do artigo, o core é a região do centro de gravidade, sendo importante no equilíbrio postural por manter a coluna vertebral e a pelve sempre estabilizadas, no momento em que os braços e pernas realizam movimentos.
  • Diminuição do risco de lesão – O core bem trabalhado previne a sobrecarga nas extremidades do corpo, reduzindo os desenvolvimentos de lesões nesta região.
  • Melhoria das adaptações neurais – O treinamento eficiente permite uma melhoria nos recrutamentos neurais, permitindo uma ativação mais rápida do sistema nervoso.

Chegamos ao final deste artigo e esperamos que todos tenham compreendido a importância de trabalhar todas as regiões do corpo de forma equilibrada, a sobrecarga provoca problemas articulares e posturais, algo totalmente indesejado não é mesmo?

Agradecemos pela atenção de todos e convidamos para continuar em nosso site conferindo as outras publicações, existem vários artigos referentes à atividade física, saúde e prevenção de lesões. Sejam sempre bem vindos!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.