Fadiga crônica sintomas, causas e tratamentos

Escrito na categoria "Saúde" por André M. Coelho.

Síndrome da fadiga crônica refere-se a um grave cansaço contínuo que não é aliviado pelo repouso e não é diretamente provocado por outras condições médicas.

Causas da fadiga crônica

A causa exata da síndrome da fadiga crônica é desconhecida. Algumas teorias sugerem o problema pode ser devido a:

Os seguintes podem também desempenhar um papel no desenvolvimento da fadiga crônica:

O problema da fadiga crônica ocorre mais comumente em mulheres com idades entre 30 a 50 anos.

Sintomas da fadiga crônica

Os sintomas são semelhantes aos da gripe e outras infecções virais comuns, e incluem dores musculares, dores de cabeça e fadiga extrema. No entanto, sintomas da fadiga crônica duram 6 meses ou mais. O principal sintoma é o cansaço extremo (fadiga), que é:

Outros sintomas incluem:

Exames e testes para a fadiga crônica

Especialistas e instituições de saúde descrevem a fadiga crônica como um distúrbio distinto com sintomas específicos e sinais físicos, com base na exclusão de outras causas possíveis. Ela é diagnosticada após o seu prestador de cuidados de saúde excluir outras possíveis causas de fadiga, incluindo:

Um diagnóstico da fadiga crônica deve incluir:

Não existem testes específicos para confirmar o diagnóstico. No entanto, há relatos de pacientes com resultados anormais nos seguintes testes:

Complicações da fadiga crônica

Com o tempo, a fadiga crônica pode ser pesada e acabar com seu cotidiano e vida normal devido às suas complicações. (Foto: www.fitnessgoop.com)

Tratamento para a fadiga crônica

Não há atualmente nenhuma cura para a fadiga crônica. O objetivo do tratamento é aliviar os sintomas. Muitas pessoas com fadiga crônica têm depressão e outros distúrbios psicológicos que podem melhorar com o tratamento. O tratamento inclui uma combinação das seguintes opções:

Alguns medicamentos podem causar reações ou efeitos colaterais que são piores do que os sintomas iniciais da doença. Os pacientes com fadiga crônica são encorajados a manter uma vida social ativa. Exercício físico leve também pode ser útil. Sua equipe de saúde irá ajudá-lo a descobrir o quanto a atividade que você pode fazer, e como aumentar lentamente a sua astividade. Dicas incluem:

As técnicas de relaxamento e redução de estresse podem ajudar a controlar a dor crônica e fadiga. Elas não são utilizados como o principal tratamento para a fadiga crônica. As técnicas de relaxamento são:

Prognóstico dos portadores de fadiga crônica

As perspectivas de longo prazo para os pacientes com variam e é difícil prever quando os sintomas acabarão. Alguns pacientes se recuperam completamente após 6 meses a um ano. Alguns pacientes nunca se sentem como quando antes de desenvolverem o problema. Estudos sugerem que são mais propensos a ficar melhor aqueles que receberem extensa reabilitação.

Complicações possíveis para portadores de fadiga crônica

Depressão, a incapacidade de participar no trabalho e atividades sociais (o que pode levar ao isolamento), efeitos colaterais aos medicamentos ou tratamentos.

Quando entrar em contato com um profissional médico?

Marque uma consulta com seu médico se você experimentar fadiga severa persistente com ou sem outros sintomas desta doença. Outros distúrbios mais graves podem causar sintomas semelhantes e devem ser descartados pelo tratamento apropriado recomendado pelo seu médico. Se ficou ainda alguma dúvida, esperamos suas perguntas no espaço de comentários abaixo.

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

André fez parte de uma das primeiras equipes de Parkour no Brasil. Desde então, atuou junto de educadores físicos, nutricionistas, fisioterapeutas e profissionais da saúde para aperfeiçoar seus conhecimentos. Desde 2012, escreve dicas de saúde e exercícios físicos que aprendeu e continua aprendendo. Em 2019 tornou-se instrutor de Muay Thai e Kickboxing, compartilhando com seus alunos para ensinar tudo que aprendeu.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista. Procure sempre orientação médica presencial antes de consumir ou utilizar qualquer produto ou substância terapêutica.