Existe uma grande possibilidade de parar de beber por sua conta, se você beber levemente e ocasionalmente. Se, entretanto, você bebe regularmente e pesadamente, se o seu consumo cria problemas em sua vida, ou se você foi convidado a parar com os excessos por amigos ou parentes, você vai precisar para se alistar pelo menos para um apoio externo, como um psiquiatra ou psicólogo. O tipo de apoio que você precisa depende de quão fortemente você bebe, a sua saúde e suas circunstâncias de origem.

Obtenha feedback sobre seu problema

Você pode não precisar de ajuda profissional ou mesmo reuniões de grupo para parar de beber. No entanto, você deve obter algum feedback objetivo do nível de ajuda que você precisa. Retorno médico é melhor. Um médico pode dizer se é seguro para você tentar parar de beber por si mesmo. O seu médico fará perguntas sobre a sua saúde, condições médicas, o seu estilo de vida e ambiente de casa, além de fazer recomendações. É importante considerar todos esses fatores na elaboração de um plano de recuperação, porque cada um afeta como e por que você bebe.

Feedback médico também é importante, porque se você está seriamente viciado em álcool e tentar parar sozinho pode desencadear sintomas de abstinência graves, podendo correr até risco de vida.

Identificando o vício

Mesmo depois de ter obtido feedback objetivo, é importante reconhecer que ninguém mais pode dizer por que você deveria parar de beber. Suas próprias razões são os únicos que terão validade para você. Faça uma lista das razões pelas quais você quer parar de beber. Você pode pedir a um membro da família ou amigo de confiança para ajudá-lo. Sua lista pode assumir a forma de uma análise de custo/benefício. Quanto o seu nível de consumo custa em relação aos seus benefícios percebidos? Tome custos sociais, da carreira e do tempo em consideração. Alguns ex-bebedores estabelecem metas para si, como uma redução constante de doses por semana ou uma data-limite na qual eles não beberão mais.

Dizendo não ao álcool

Dizer não a um copo de bebida é o passo mais difícil do processo de parar de beber. Com calma e força de vontade, você conseguirá parar. (Foto: www.quitalcohol.com)

Compartilhe o problema

Se você pretende parar de beber, você pode ser capaz de fazer isso sozinho, mas você não será capaz de fazê-lo em segredo. Um dos benefícios de grupos de apoio é que eles forçam os ex-bebedores a compartilhar suas realidades com os outros. Você pode optar por não participar de um grupo de apoio, mas é importante deixar amigos e familiares saber que você não bebe mais. Isso tem duas vantagens: é improvável que lhe ofereçam álcool e muito provavelmente haverá o reconhecimento da sua honestidade e apoio aos seus esforços. O fato de que os outros saibam que você não bebe mais também vai ajudá-lo a permanecer no caminho certo

Ajuste sua vida

Livre-se de qualquer bebida alcoólica ou utensílios de bar em sua casa. Você pode ter que escolher novos lugares para sair ou formas de entretenimento se seus velhos lugares apresentam uma tentação para beber. Você pode até ter que evitar algumas pessoas, se eles não suportam seus objetivos ou vão a lugares que você não escolhe para visitar.

Avalie seu vício

Depois de um mês mais ou menos, dê um passo para trás e avalie o seu progresso. Anote o que funcionou para você e o que não funcionou e por que. Ajuste seu plano para torná-lo tão fácil quanto possível para permanecer na pista. Por exemplo, se você escorregou e bebeu novamente no piquenique da empresa, pergunte-se por que isso aconteceu e o que você pode fazer para impedir que isso aconteça da próxima vez.

Bebida e dirigir

Além de beber causar sérios problemas de saúde, um simples copo de bebida pode também te levar a um acidente e tomar sua vida e de outros. (Foto: www.coloribus.com)

Reconheça que se tornar um ex-bebedor é um processo, e que você provavelmente vai escorregar de vez em quando. Decida o que você vai fazer para voltar à pista antes do deslize acontecer. Se você tem um plano em prática, um deslize é menos provável que se torne um revés, que pode até acabar te levando para uma depressão frustrante sem você perceber.

De dê reocompensas

Defina metas pequenas e se recompense por alcançá-las. Por exemplo, se você não bebeu esta semana, trate-se com um jogo de futebol com os amigos ou uma viagem de compras para o shopping. Substitua prazeres antigos por novos.

Fique em contato

Agende avaliações de saúde regulares. Ela ajuda a ter uma opinião médica profissional de seu progresso. Mesmo se você fizer 99 por cento do trabalho sozinho, o seu médico pode perceber as coisas que você negligenciou, ou conectá-lo a recursos que você nem sabia que existiam.

Se você sofre de tremores, convulsões ou outros sintomas graves quando você tenta parar de beber, isso indica um problema grave, consulte um médico imediatamente. Ele é o seu melhor amigo nesse momento crítico, onde alguns medicamentos podem ajudar a amenizar os problemas.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.