No artigo de hoje vamos falar de algumas verdades e mitos sobre a natação. A primeira pergunta que fazemos é quantas vezes você já ouvir falar que nadar ajuda a crescer? Creio que a reposta foi muitas vezes, mas qual é a resposta verdadeira para esta história?

Devido ao novo padrão ideal da sociedade, pessoas mais altas e esbeltas têm uma valorização maior. Panorama que já enquadra nas preocupações dos jovens desde bem novos.

Não somente pela natação, mas também quanto a outros espores, especialistas da área de saúde estão sendo procurados cada vez mais pelo mesmo motivo, dúvidas sobre os efeitos positivos que o exercício físico pode oferecer para o crescimento longitudinal de crianças e adolescentes.

Diversas pesquisas e estudos científicos foram realizados e o que é correto afirmar é que nenhum esporte faz crescer. O que acontece é um aumento no estímulo hormonal e físico, mas o que determina qual será a estatura do jovem é apenas o fator genético do mesmo.

A natação assim como outros esportes, pode oferecer boa forma e saúde, além de auxiliar o organismo em uma adaptação positiva e funcionamento melhor, características que permitem maior aproveitamento de suas potencialidades que também são genéticas.

O crescimento ósseo para em diferentes períodos e varia de osso para osso, mas geralmente tem término total entre os 18 e 20 anos de idade. Cada vez mais, encontramos pessoas dizendo que o exercício físico potencializa o crescimento ósseo, e ai?

Sim é verdade, existe crescimento ósseo, mas as pessoas são enganadas pelo simples detalhe de que este crescimento não é em tamanho e sim em volume. As práticas esportivas programadas e realizadas adequadamente potencializam a densidade mineral óssea durante a adolescência.

A combinação de uma dieta rica em cálcio em conjunto com exercícios físicos, oferece uma maximização da massa óssea, que apesar de aparentemente não significar nada, reduz significantemente o risco de osteoporose futura.

Nadar ajuda a crescer?

Hipertrofiar com natação é possível?

Agora vamos falar do segundo ponto em destaque do nosso artigo. Como fica o crescimento muscular? Atualmente é visível o interesse cadê vez mais cedo pelos corpos musculosos, principalmente por jovens menores de 13 anos que convivem com adolescentes mais velhos.

É muito importante que não se trabalhe hipertrofia muscular como objetivo em crianças. O que é conhecido atualmente através de estudos realizados é que não é possível trabalhar o crescimento além do natural da idade das crianças, isso devido à imaturidade do seu sistema hormonal. Apenas após a maturação que este tipo de trabalho é possível.

A natação é um esporte altamente eficiente para diversos quesitos, tanto que ganhou de alguns leigos o título de Esporte Completo. A natação consegue desenvolver a resistência cardiorrespiratória e também a hipertrofia muscular.

É importante deixar claro que a natação executada de maneira correta, tem característica predominantemente aeróbica, mas isso não quer dizer que esta é a fonte energética única. Depois desta definição, ficou claro que a natação tem um enfoque bioenergético totalmente diferente do que se faz necessário para buscar a hipertrofia.

Surge então a pergunta: Como os nadadores desenvolvem a hipertrofia? É importante destacar alguns pontos. O treinamento intenso e durador, juntamente com a ação de resistência que a água oferece, pode provocar nas pessoas com pré-disposição, aumento do volume muscular.

Existe um trabalho em conjunto entre natação e musculação que pode apresentar ótimos resultados. Quando trabalhamos na natação, acontece uma melhoria da circulação sanguínea, possibilitando um melhor processo de cicatrização das micro lesões causadas no treinamento de musculação.

Lembrando que as micro lesões estão diretamente associadas à hipertrofia. Sendo assim, torna-se fundamental a busca de trabalhos específicos de hipertrofia, porque somente focado na natação, o resultado não será tão eficiente para este objetivo.

A proposta ideal é que alterne entre as duas atividades. Uma base boa para obter um bom resultado seria: 2 treinos de natação e 4 treinos de musculação na semana. Não deixando de destacar a importância de uma Alimentação balanceada.

Estamos encerrando este artigo e deixamos uma última dica, antes de iniciar qualquer projeto, analise seu objetivo principal e pesquise bastante sobre os métodos existentes, veja qual se enquadra em suas condições. Até a próxima pessoal!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.