Hoje vamos falar de um assunto bem importante para quem quer praticar exercício durante a gravidez. As gestantes podem praticar atividade física? Quais exercícios físicos que a grávida pode fazer? Todas as repostas destas perguntas e outras dicas você pode conferir agora.

Muitas mulheres se preocupam com a queima de gordura durante a gravidez e o medo de engordar em excesso. Nossa primeira dica é deixar de lado esta preocupação, uma vez que é praticamente definir a perda de peso durante a gravidez, um período onde a tendência é você ganhar peso pelo processo natural da gestação.

De uma forma bem simples, você não deve se preocupar com quantas calorias está gastando, mas sim com manter o corpo ativo e isso irá te ajudar a manter boa saúde e oferecer benefícios a sua gestação.

A gravidez não deve ser motivo para deixar o sedentarismo tomar conta. Especialistas indicam que a prática de exercícios físicos traz inúmeros benefícios à gestante, dentre eles podemos citar: Melhoria cardiopulmonar, diminuição das dores e incômodos comuns durante a gravidez, melhoria do equilíbrio e ajuda na preparação da gestante para o parto.

Antes de iniciar qualquer atividade física, a gestante deverá consultar o ginecologista e o médico de confiança para definir se existe alguma restrição quanto à atividade física e qual restrição será.

Na continuação do artigo vamos apresentar as 6 melhores opções de exercício físico para as gestantes. Veja qual das opções é a mais viável às suas condições e é claro, aquela que mais te agrada e que mais irá te dar prazer.

Natação para gestantes

A natação é sem dúvida uma das melhores opções para as gestantes que querem manter a vida ativa. Por ser uma modalidade que não tem impacto o risco de lesão é mínimo e os benefícios são muitos.

A natação requer certo preparo físico, ou seja, é uma modalidade mais indicada para as gestantes que já faziam algum tipo de atividade, mas não impede que as gestantes que não se exercitavam antes possa praticá-la.

Na natação a gestante irá trabalhar bem a respiração em um ritmo e irá corrigir algumas mudanças posturais que poderiam causar desconforto. Outro benefício da natação é a sensação de relaxamento que a água é capaz de oferecer.

6 melhores exercícios físicos durante a gravidez

Qual a melhor atividade física para as gestantes?

Caminhada para gestantes

Excelente opção para as futuras mamães a caminhada promove melhorias no condicionamento cardiovascular e aumenta o fluxo sanguíneo para os músculos, além de diminuir o estresse.

A caminhada é uma atividade bem leve que requer pouquíssimas restrições, mas mesmo sendo uma atividade simples, as mamães devem se preocupar em não ultrapassar a frequência cardíaca recomendada pelos médicos. Outra preocupação deve ser quanto à temperatura, os médicos indicam que a pratica deve ser realizada com temperaturas abaixo de 38°C.

As caminhadas na esteira requerem preocupação quando a comodidade e segurança. Após o primeiro trimestre, as gestantes tendem a dar uma passada mais aberta, neste caso, a esteira deve oferecer um espaço amplo para a passada, permitindo melhor equilíbrio.

Corridas leves para gestantes

Indicada apenas para as mulheres que já praticavam antes da gestação. Por ser uma atividade de maior impacto, existe um risco maior de quedas, sendo assim, ela é aconselhada apenas nos primeiros 3 meses, mas com intensidade bem leve e que respeite a frequência cardíaca adequada.

Durante todo o período de gestação, ocorrem diversas mudanças no centro de gravidade do corpo, além do aumento de massa corporal, situações que alteram a postura e o equilíbrio da mulher.

Pilates para as gestantes

A atividade relaxante e super indicada para as gestantes também não está livre de riscos, sendo assim, as futuras mamães devem respeitar seus limites nas aulas. Principalmente aquelas que já praticavam antes.

Existem vários exercícios que são contraindicados para as grávidas por oferecer posição ou esforço inadequado. A melhor maneira de definir os exercícios corretos é consultando um profissional especializado nesta modalidade para gestantes.

O maior benefício que o pilates traz para a gestante é trabalhar o músculo do assoalho pélvico e também controlar a respiração, estes são fatores que irão ser essenciais para permitir que o parto seja mais tranquilo.

Pilates também ajuda a reduzir a diástase abdominal, quadro que ocorre quando os músculos abdominais são separados por sustentar muito peso. Esta é uma complicação bem comum durante a gestação e também no pós parto.

Hidroginástica para as gestantes

A hidroginástica é uma ótima pedida para as gestantes. As atividades e movimentos desta modalidade são relaxantes e diminui o nível de estresse, além de ser uma atividade com o risco quase zero de quedas.

Fisioterapeutas e ginecologistas atentam para a temperatura da água que não deve superar 31°C, porque isso poderá provocar vaso dilatação e aumentar a pressão sanguínea, situações que favorece desmaios e provocar o aumento excessivo da temperatura do bebê.

Pedalada para gestantes

A melhor forma é na bicicleta ergométrica de preferência aquelas que oferecem a opção de encosto, isso irá contribuir para que não haja sobrecarga na região lombar e seja possível manter o tronco na posição ereta.

Porque a bicicleta ergométrica? Nela o risco de queda menor e o quadril oscila menos do que em uma bicicleta normal. A gestante deve se preocupar bem com a regulagem dando atenção para a angulação do joelho, que jamais deverá esticar todo e nem dobrar muito.

As gestantes podem praticar qualquer uma das atividades físicas apresentadas em nosso artigo de duas a três vezes na semana, sendo indicado no máximo uma hora por dia, mas sempre respeitando os limites e as indicações médicas.

Agradecemos pela sua atenção e desejamos uma boa gestação! Convidamos para continuarem em nosso artigo e conferir as outras publicações. Muitas dicas de saúde, atividade física e alimentação apenas esperando a sua visita.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.