Será que duas modalidades aparentemente tão distintas podem ser benéficas entre si? A resposta correta é sim! Sem dúvidas, corrida e natação são atividades que se completam em diversos aspectos.

Vamos conferir agora onde a corrida e natação convergem e conseguem atuar conjuntamente para oferecer os melhores resultados aos seus praticantes. Vale lembrar que este tem vai muito além do que natação e corrida para emagrecer.

Em relatos de pessoas que praticam natação há muito tempo, colhemos informações importantes quanto à melhoria do condicionamento físico e principalmente cardiopulmonar.

Muitas destas pessoas começaram a nadar para combater bronquite e/ou diversos outros problemas como, por exemplo, gripes e resfriados. Mas sem perder o foco do nosso artigo de hoje, vamos descobrir se fazer natação ajuda ou não na corrida?

Para responder esta pergunta, primeiro você deve compreender os termos e relações de pressão e intensidade que a água exerce sobre o corpo do nadador. Vejam como a água pode ser incrível no seu treino.

O que é pressão hidrostática?

Nada mais é do que a pressão exercida pela água sobre a superfície submersa do corpo, esta pressão tem relação direta com a profundidade, ou seja, ela é aumentada de acordo com a densidade e profundidade.

Esta pressão é responsável por grande parte dos benefícios oferecidos aos praticantes de atividades aquáticas. Isso acontece porque está pressão promove uma leve massagem e estimula a circulação periférica.

Essa estimulação favorecida promove melhorias no funcionamento do aparelho respiratório. Pra você ter uma ideia de como esta pressão hidrostática é benéfica para o praticante, só de ele estar parado numa piscina, já haverá uma pequena adaptação positiva.

Natação contribui para o desenvolvimento da resistência

Como foi dito anteriormente, a natação favorece e muito no ganho de resistência física. Esta modalidade pode ser utilizada como complemento ao treino de resistência de corrida.

Graças à pressão hidrostática, existe uma mobilização quase que total do corpo e por isso há um maior dispêndio energético total. Se trabalhada de forma correta e orientada, as séries propostas poderão estimular o desenvolvimento da resistência e maior eficiência do organismo ao transportar oxigênio para os músculos.

Natação acelera a reabilitação das lesões?

Natação ajuda os corredores?

Relação natação e impacto

Como muitos sabem, a corrida é uma das atividades com maior impacto para articulações e músculos. Na natação este impacto mecânico é praticamente zero. Sendo assim, Este é mais um motivo de como a natação pode beneficiar o corredor.

A substituição de alguns treinos específicos de corrida pela natação promove uma redução desta repetição de impacto no corredor, alteração esta que diminui consideravelmente o risco de lesões.

Recuperação eficaz dos treinos

Os treinos mais intensos são sempre aqueles que mais deixam a sensação de pernas pesadas e doridas. Ao praticar natação para promover recuperação, existe uma remoção mais eficiente dos metabolitos acumulados no esforço intenso.

Ao nadar você estará utilizando os membros superiores para se exercitar e isso auxiliar na circulação sanguínea de forma mais eficiente do que utilizando os membros inferiores que já estão fadigados pelo treino.

Você pode estar pensando, mas na natação também utilizamos as pernas. Sim, mas os movimentos são diferentes da corrida e você utiliza de uma forma mais leve permitindo um relaxamento muscular.

Natação promove descanso ativo

Se você é destas pessoas que não consegue ficar parado, a natação também é uma excelente opção para aliviar o desgaste da musculatura. Estamos falando do descanso ativo.

No descanso ativo, você exercita a musculatura fadigada sem muita intensidade, daí a sugestão da natação. Nesta modalidade, você pode utilizar as pernadas apenas como sustentação do corpo e deixar a propulsão apenas para os membros superiores.

Natação acelera a reabilitação das lesões?

Durante uma recuperação de lesão, o atleta deve ser estimulado na intensidade correta e o índice de impacto deve ser controlado. Novamente a natação entra como ótima opção, justamente pelo nível baixo de impacto em sua pratica.

Cada lesão requer um tipo de acompanhamento e com isso irá variar os exercícios propostos, mas a natação consegue atender todos os programas de recuperação de lesões.

Segundo Jomar Souza, presidente da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte, é possível oferecer ao corredor lesionado exercícios que exijam batidas de pernas em ritmo confortável sem risco de agravar o quadro.

O mesmo alerta que não seja utilizado os impulsos com o membro lesionado, evitando assim um aumento da dor ou possível agravamento da lesão. Caso estes pontos sejam observados corretamente, o fortalecimento do membro lesionado na natação é totalmente benéfico.

Natação e seu poder relaxante

O estresse é um fator determinante para justificar quedas de desempenho nas atividades físicas. A pessoa deve praticar atividade física para relaxar e desfrutar dos benefícios da mesma.

Pelo poder relaxante da natação como já foi dito ao longo do artigo, a mesma é indicada para qualquer esportista, indiferente da modalidade. O estresse da rotina, do treino ou de qualquer outro fator pode ser minimizado com algumas sessões na natação.

Posso correr e nadar no mesmo dia?

A indicação é que a natação seja programada em dias intercalados com a corrida. Ela também pode ser prescrita em dias regenerativos. Os especialistas alertam que você jamais deve nadar antes de treinos longos de corrida. Nestes dias a musculatura deve estar mais descansada.

Intercalar os treinos de corrida e natação é o melhor ponto, mas isso deve ser feito pelo profissional de Educação Física capacitado. Ele saberá qual a intensidade e número de sessões ideal para o seu objetivo.

Sempre alertamos em artigos sobre atividade física sobre a importância de não iniciá-la sem a liberação médica para praticá-las. Nestes exames os médicos podem detectar quaisquer possíveis problemas que possam vir a colocar sua vida em risco durante a atividade, algo que é totalmente indesejado.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.