No artigo de hoje vamos falar sobre o tratamento com gelo, essa técnica recebe o nome de crioterapia e é muito utilizada para promover recuperação muscular principalmente no alto rendimento.

Não é de hoje que há uma utilização de gelo para curar inflamações e problemas médicos em geral, gregos e romanos já se aproveitavam dos benefícios que o gelo natural oferece nestes quesitos.

Com o passar dos anos diversas pesquisas e estudos foram realizados e os processos de aplicação evoluíram bastante. A crioterapia pode ser definida como uma aplicação geral ou local de baixas temperaturas.

A crioterapia tem como objetivo principal a retirada do calor corporal, diminuindo a temperatura tecidual, essa ação provoca uma circulação sanguínea menor e permite melhorias nas recuperações musculares.

A aplicação pode ser feita nas formas líquida, utilizando a água, gasosa utilizando a aplicação de gases e spray de baixas temperaturas e também sólida, utilizando o gelo.

Como funciona a crioterapia?

Depois de desgastes físicos intensos, a musculatura em geral sofre o que é chamado de micro lesões. A crioterapia atua na recuperação dessas micro lesões, acelerando o processo e tornando a recuperação muito mais eficiente.

O que é crioterapia?

Tudo sobre a crioterapia

Quais os benefícios do gelo?

  • Anestesia – A aplicação de gelo ajuda na diminuição da dor. A dor tem relação direta com a circulação sanguínea, ou seja, com o resfriamento a velocidade de circulação sanguínea no local diminui, acontecendo o mesmo com as dores.
  • Anti-inflamatório – O frio aumenta à pressão nos vasos e consequentemente a concentração de oxigênio.
  • Diminuição do espasmo – As famosas câimbras ou contrações involuntárias da musculatura.

Como deve ser aplicado o gelo?

A utilização de uma bolsa térmica é a maneira mais conhecida. Você deve colocar a bolsa no local específico e a aplicação jamais deve ultrapassar 20 minutos de contato com a pele.

Atualmente o banho de imersão está sendo utilizando com mais frequência, mas neste caso é necessário ainda mais cuidado. O banho de imersão nada mais é que uma banheira com água e gelo, nela a pessoa entra na água submergindo totalmente as pernas e deve permanecer entre 4 a 6 minutos.

Cuidados importantes

Durante o banho de imersão a pessoa deve evitar esfriar a área do tronco e cabeça, pois essas são áreas vitais que precisam ser mantidas sempre aquecidas. Também devem ser evitados movimentos rápidos, saltos ou qualquer tipo de movimento exagerado.

Quando a aplicação com a bolsa acontece diretamente na articulação, a mesma não deve ultrapassar 10 minutos e devem-se evitar movimentos bruscos, uma vez que a articulação fica enrijecida e o risco de lesão é maior.

Quando usar e não usar a recuperação com gelo?

A aplicação de gelo é comum após traumas e lesões como, por exemplo, entorse ou luxação, lesões típicas em diversos esportes. A aplicação também é aconselhada após atividades intensas, neste caso o banho de imersão tem efeito melhor.

A aplicação com gelo é contra indicada para as pessoas que possuem qualquer sintoma de trombose, feridas abertas e artrite. Outro caso específico de restrição é quanto às pessoas que estão fazendo tratamentos radioterápicos.

A crioterapia também não é indicada se você for retornar imediatamente para a atividade física. O gelo promove um relaxamento que leva a uma redução na atividade muscular, ou seja, a musculatura não está pronta para realizar um exercício vigoroso, podendo não suportar a sobrecarga e causar uma lesão.

Considerações finais

Podemos concluir que o gelo tem funções interessantes para a recuperação pós treino e a sua aplicação vale a pena, desde que seja utilizada dentro das indicações e contra indicações apresentadas.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.