O seu medo da água impede você de aprender a nadar? Talvez isso te impeça de ir a qualquer lugar perto da piscina? Conquistar seu medo envolve chegar a um acordo com a forma como seu corpo se comporta na água e depois aprender a assumir o controle dos pensamentos e sentimentos associados aos vários estados em que o corpo pode se encontrar quando está na água.

Por que temos fobia de nadar?

A razão mais comum para ter qualquer tipo de ansiedade quando se trata de entrar na piscina geralmente está ligada a uma experiência ruim no passado. Esta poderia ter sido uma aula de natação ruim, uma queda acidental em águas profundas ou mesmo um afogamento. Agora, quando você se aproxima de água ou uma piscina, os sistemas de autodefesa do seu corpo entram em funcionamento e aumentam a frequência cardíaca, apertam seus músculos e aceleram sua respiração. Estas são todas as maneiras do seu corpo de dizer para não ir para a água.

Você pode não ter tanto medo. Em vez disso, você poderia ser um daqueles nadadores que nadam felizmente na água até que de repente do nada você sente que vai afundar. Você está nadando em águas profundas e isso vai puxá-lo para baixo te deixando instantaneamente lutando para se segurar.

Como perder o medo de nadar?

Como você conquista seu medo? A resposta curta: lentamente e gradualmente, passo a passo. Nós recomendamos que você faça essas etapas perto de um profissional que poderá te auxiliar no caso de desafios ou problemas, além de te ensinar as técnicas certas.

Para começar, aprenda como prender a respiração e expirar na água. Os seres humanos não podem respirar debaixo d’água, então temos que aprender a controlar nossa respiração enquanto estamos na água. Se controlarmos nossa respiração, nossa frequência cardíaca será menor, nossos músculos ficarão menos tensos e, em geral, nos tornaremos mais relaxados.

Tente ficar em água na profundidade do peito ou dos ombros, respire fundo e deixe submergir parcialmente o rosto na água. Permita que sua boca e nariz entrem na água, mantendo sua respiração o tempo todo.

Faça isso de forma lenta e gradual e, eventualmente, você se acostumará com a sensação de segurar a respiração e com a água no seu rosto.

Tente expirar através de sua boca soprando suavemente. Deixe as bolhas fazerem cócegas no nariz e passarem pelo seu rosto. Esses sentimentos são parte comum da natação, então você deve praticar isso até que esteja acostumado.

Prolongue essa etapa o suficiente até se sentir mais confortável.

Medo de nadar

O medo de nadar deve ser superado gradualmente, te auxiliando a conquistar a si mesmo para se superar. (Foto: Parentshaped)

Continue a perder o medo de nadar assumindo riscos graduais

Continue fazendo o mesmo, mas desta vez arrisque-se um pouco. Vá mais fundo, permitindo que seus olhos se submerjam ainda segurando a respiração.

Você pode querer usar algumas óculos de natação para esta etapa. A capacidade de ver tudo claramente sob a água pode ser bastante calmante e reconfortante.

Uma vez que você está acostumado a submergir-se na água, seu medo de nadar é quase conquistado e você está pronto para tirar os pés do chão da piscina e começar a nadar.

Aprender a nadar é um capítulo inteiro, mas uma boa aula para iniciantes em uma escola de natação pode te ajudar bastante a dar os próximos passos.

Medo de natação em águas profundas?

Um ponto importante que você deve entender aqui: a flutuação do corpo humano é a mesma em águas profundas que em águas rasas. Em outras palavras, sua capacidade de permanecer na superfície da água é a mesma independentemente da profundidade da água.

Nade se afastando do lado da piscina por uma distância de 5 a 10 metros, mas até uma altura que você ainda consiga ficar em pé. Em seguida, mude de direção e volte de onde você veio, mas sem tocar o chão da piscina com seus pés.

Se você é capaz de completar isso sem problemas, então você acabou de provar a si mesmo que você é capaz de parar, mudar de direção e retornar ao lado da piscina em qualquer profundidade de água. O fato de você gerenciar isso sem colocar os pés no fundo da piscina significa que a profundidade da água não tem qualquer influência.

Se seu medo ainda continuar, uma conversa com um psiquiatra ou psicólogo pode ajudar e auxiliar na perda desse medo.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.