Desmodium adscendens é uma erva mais conhecida no Brasil como carrapicho ou picão preto. Ela é tradicionalmente usada para uma ampla variedade de condições, incluindo hepatite, proteção do fígado com cirrose, para dores nos músculos, tendões, e na coluna, reumatismo, asma, sintomas alérgicos e eczema. Acredita-se que seu uso já tem milhares de anos pelos povos nativos às áreas onde cresce.

É uma planta perene, sendo suas folhas e caules as partes medicinais. Os fitoquímicos terapêuticos em incluem alcaloides da família dos indólicos. A planta contém 4 mg / kg de alcalpides expressos em triptamina. Os ácidos graxos estão presentes numa concentração de até 3%, sendo relativamente rica em ácidos graxos insaturados.

O que já foi comprovado de efeitos do carrapicho?

Os efeitos estudados e comprovados incluem a dilatação brônquica, relaxamento dos músculos lisos, efeitos anti-histamínicos, e sua capacidade para ajudar a normalizar os níveis elevados de enzimas hepáticas.

Efeitos do carrapicho sobre os pulmões

Existe uma inibição da contração gerada pela histamina sobre os músculos lisos. Os testes já realizados tiveram como alvo o íleo e os músculos dos brônquios, e tem demonstrado que o efeito de relaxamento sobre os brônquios é muito rápido (dentro de um ou dois minutos). Estes estudos confirmam o uso tradicional do carrapicho para asma, principalmente em ataques agudos, pode ter resultados positivos.

Benefícios do carrapicho para o sistema respiratório

Efeitos sobre o sistema respiratório incluem ajudar a limpar os seios nasais, limpar as vias aéreas congestionadas rapidamente, ajudando a parar uma tosse persistente depois da gripe e até mesmo ajudar a aliviar o ronco. Pacientes com Insuficiência Cardíaca Congestiva (tosse), tosse crônica, corrimento nasal, asma e espasmos brônquicos podem também encontrar vantagens no uso do chá de carrapicho.

Cuidados ao consumir plantas medicinais

Principalmente devido à sua atuação sobre o fígado e os pulmões e à rapidez de seus efeitos, aqueles que sofrem com problemas que atingem estas áreas precisam do devido acompanhamento médico para evitar o agravamento dos problemas. (Foto: fmcagricola.com.br)

Carrapicho para tratar o fígado

Os médicos têm documentado a normalização gradual da elevação de enzimas do fígado ao longo de um período de meses. As melhorias nos níveis de enzimas do fígado são observadas mesmo dentro de uma semana. Este efeito ocorre devido aos alcaloides indolicos presentes na planta. Não há propriedades anti-virais contra o vírus da hepatite no carrapicho, entretanto. A normalização das enzimas hepáticas, incluindo casos de hepatite crônica do tipo C, é facilitada inteiramente pelos nutrientes na erva que reparam o fígado.

Carrapicho como relaxante muscular

O carrapicho é um poderoso relaxante muscular antiespasmódico e recomendado para dores nas costas, não complicada por degeneração do disco. Problemas nas costas estão entre os mais dolorosos e incapacitantes. Eles também estão entre as condições menos prováveis de responder favoravelmente ao tratamento médico padrão, incluindo drogas e cirurgias, muitas vezes deixando médico e paciente se sentindo impotentes.

Carrapicho para alergias

Também é eficaz contra alergias, funcionando melhor do que os analgésicos, tais como drogas anti-inflamatórias não-esteroides, sem efeitos colaterais. O chá de carrapicho não vai aumentar a pressão arterial ou a frequência cardíaca, por exemplo.

Quais são os nutrientes do chá de carrapicho?

Em geral, os fitoquímicos encontrados em no picão preto/carrapicho são muito potentes otimizadores para o potássio. Eles ativam os canais de íon de potássio dependentes de cálcio. Quando íons de potássio atravessam as membranas celulares, o tônus nos músculos lisos é mantido.

Os fitoquímicos na planta não tem efeitos sobre o sistema nervoso central, por isso, sonolência ou dificuldade de raciocínio não ocorre.
O carrapicho reduz as contrações anafiláticas, interfere com as contracções induzidas pela histamina, e reduzem a quantidade de substâncias estimulantes musculares lisas libertadas a partir do tecido do pulmão.

Como tomar o chá de carrapicho?

A infusão (chá de ervas) deve ser tomada em 1-3 xícaras por dia (1 colher de chá / copo, deixando ferver por 20 minutos). Concentrações mais altas são recomendadas principalmente para quem for fazer inalação no tratamento de problemas respiratórios. Cabe lembrar sempre que o chá só deve ser consumido após consulta com um médico e quando não há nenhuma contraindicação.

Você já tomou o chá de carrapicho? Ajudou ou prejudicou sua saúde? Como você fez o consumo do chá?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.