Comer erva-doce é uma forma saborosa para fornecer ao seu corpo benefícios saudáveis. Esta erva ligeiramente doce e aromática é muito comum na cozinha mediterrânica. Com uma cor verde pálida, junto com as hastes longas, folhas e sementes, ela tem sido utilizada para fins medicinais durante séculos. A adição de erva-doce nas suas refeições, não só melhora o sabor de seus alimentos, mas também dá para seu corpo um impulso de nutrição muito necessário.

Poder antioxidante da erva doce

Erva-doce contém vitaminas A e C. Esses dois poderosos antioxidantes protegem o corpo dos radicais livres, que são moléculas instáveis que podem danificar as células. Os antioxidantes podem estar ligados a um risco reduzido de desenvolver câncer. Uma porção de 1 xícara de funcho contém 10,4 miligramas de vitamina C, correspondendo a 17 por cento do consumo diário, e 17 por cento da dose diária recomendada de vitamina A.

Fibra na erva doce

Fibra, uma forma de carboidratos encontrada em alimentos vegetais, é a parte das plantas que humanos não são capazes de digerir. Mas a fibra tem sido considerada parte de uma dieta saudável, porque seu volume parece diminuir o risco de problemas como a diabetes, doença cardíaca, doença diverticular e constipação. Cada dose de 1 xícara de funcho fresco contém 2,7 gramas de fibras, o que é mais do que 10 por cento da dose diária recomendada.

Alívio digestivo com a erva doce

Certas ervas ajudam na circulação de gás pelo corpo pois são ricas em óleos essenciais que ajudam a relaxar o estômago e estimular o movimento do sistema digestivo. Isto auxilia na prevenção da formação de gases. A erva-doce tem sido tradicionalmente usada não só para aliviar a flatulência, inchaço e desconforto de gases, mas também para estimular o apetite e a digestão.

Erva doce e suas utilidades

Até quando consumida in natura, a erva doce possui um gosto característico delicioso. (Foto: uprootfarm.com)

Mantém a funções do corpo

O potássio é essencial para muitas funções em seu corpo que suportam a boa saúde. O potássio ajuda na ativação de enzimas importantes para o metabolismo de carboidratos e proteínas. É essencial para a conversão da glicose em glicogênio. O potássio também desempenha um papel importante na manutenção do equilíbrio de fluidos do seu corpo e é necessário para a contração muscular, queima de células nervosas e função renal. Uma porção de 1 xícara de erva-doce fresca fornece 360 miligramas de potássio mineral, que é cerca de 10 por cento da dose diária recomendada.

Prevenção da inflamação e do câncer

Substâncias na erva-doce foram ligados a uma diminuição da inflamação e o risco de câncer. O anetol, componente principal responsável pelo aroma de erva-doce e seu sabor característico, foi mostrado como responsável em bloquear a inflamação e  carcinogênese, que é o aparecimento do câncer. Enquanto o processo de inflamação ajuda a proteger nosso corpo dos danos, a doença da inflamação a longo prazo, conhecida como inflamação crônica, pode ser prejudicial e até mesmo fatal para o seu corpo.

Alívio para as cólicas

Os pais de crianças que sofrem de cólicas têm tradicionalmente usado a erva-doce (funcho) para ajudar a acalmar seus bebês que estão chorando. Vários estudos têm demonstrado resultados favoráveis na avaliação da eficácia da erva-doce para diminuir os sintomas de cólicas. Pesquisadores relataram que o uso de extrato de erva-doce eliminaram a cólica em 65 por cento das crianças, significativamente mais do que em crianças que receberam um placebo. Consulte o seu pediatra antes de dar chá de erva-doce para o seu bebê.

Outros benefícios de saúde

Erva-doce é um remédio caseiro tradicional para o tratamento de sintomas do trato respiratório, incluindo bronquite e tosse crônica, pedras nos rins, dismenorreia, vômitos, diarreia e deserção de esperma. Erva-doce também pode ser útil no tratamento de infecções bacterianas e fúngicas e até para o glaucoma. Mais estudos são necessários para determinar se a erva-doce é eficaz no tratamento de todas estas condições.

Como preparar a erva-doce?

Você pode preparar a erva doce numa infusão de chá, deixando a planta imersa em água morna por 10 a 15 minutos e bebendo logo depois ou após deixar na geladeira, para uma bebida refrescante. Pode também ser efetivamente utilizada em receitas caseiras, principalmente em sobremesas saudáveis.

Se você tem uma receita para a erva-doce, compartilhe nos comentários abaixo!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.