O basquetebol é uma modalidade coletiva e apesar de ser cercado por regras que preservam a integridade física dos atletas, o contato físico é inevitável. Vamos começar este artigo respondendo de cara a primeira dúvida.

Nenhum esporte é capaz de interferir no crescimento da criança e adolescente. A sua altura, como de qualquer outra pessoa, é um fator genético e nada que você faça, será capaz de fazer com que seus ossos cresçam mais.

Sendo assim, quais são as vantagens de se praticar basquete? A educação no basquetebol é vista com bons olhos, uma vez que proporciona o desenvolvimento de diversos aspectos positivos, entre eles podemos citar:

  • Capacidades Coordenativas – Neste grupo estão as ações motoras, as habilidades motoras e as técnicas desportivas que são obtidas como processo de aprendizagem sensório-motora;
  • Capacidade Afetivo-cognitiva – O ápice deste processo acontece com idade entre 9 e 12 anos, onde a criança demonstra maior vontade de concentrar-se para aprender;
  • Componentes Psicodinâmicos – Grupo importante trabalhado para a obtenção de uma boa capacidade psicomotora. Trabalhada com variação dos exercícios de aprendizagem;
  • Capacidades condicionantes: Desenvolver a resistência, força, velocidade e flexibilidade, mas sempre respeitando a capacidade individual de cada um.

Podemos listar mais uma série de outras vantagens. O basquete elevada a movimentação corporal, proporciona lazer e entretenimento e é um esporte que pode ser adaptado de acordo com as condições físicas dos participantes.

Basquete ajuda no emagrecimento? Assim como qualquer atividade física de alta intensidade, o basquete tem seu gasto calórico considerável, mas como já foi falado em nosso site, tudo depende da duração e intensidade das atividades.

Qual é o gasto calórico durante a prática do basquete? Estudos apontam que a queima calórica durante o jogo ou treino de alta intensidade chega a 9 calorias por minuto, equivalente a 540 calorias por hora.

Todas as vantagens de jogar basquete

Basquete fazer crescer?

Agora vamos falar das desvantagens, porque é inevitável não alertar sobre a existência das mesmas em qualquer tipo de atividade, principalmente esportiva. É necessário que o praticante de basquete apresente um bom condicionamento físico, porque ele irá realizar diversos saltos e corridas.

Existem mais chances de lesões nos esportes de alto impacto como o basquete, quando comparado com exercícios de baixo impacto. As movimentações e situações de jogo podem causar lesões nas articulações em longo prazo ou em movimentos incorretos.

Na sequência deste artigo vamos informar quais são as lesões mais comuns no basquete.

Lançando-se e comprimindo

  • Essas lesões são causadas pelo uso da força repentina e são conhecidas como lesões traumáticas. Dentre elas podemos destacar o empastelamento de um dedo contra a bola ou estirar e romper um músculo.

Abuse e perca

  • O próprio nome já indica que essas lesões são causadas por ações repetitivas. A mais comum é o rompimento do tendão patelar.

Entorses

  • Chegamos ao grupo das lesões mais freqüentes. Por causa da repetição de movimentos ao correr, pular, desviar e abaixar, a entorse no tornozelo é a lesão mais comum no basquete. É aconselhado que evite a prática do esporte durante o período de tratamento de uma entorse.

Existem também as desvantagens físicas que atrapalham a criança durante o desenvolver das atividades. O mais comum é o problema da altura. É bem comum encontrar pessoas de baixa estatura que são fãs e praticam basquete, mas é impossível negar que o basquete favorece os jogadores mais altos. Como falamos no início do artigo, a Altura não pode ser ensinada e nem desenvolvida.

É importante frisar que qualquer esporte tem suas lesões, mas em ampla maioria, as lesões são raras e podem ser evitadas desde que se busque orientação correta para a prática. Utilizar equipamentos adequados para a modalidade, realizar os movimentos de maneira correta, certamente fará com o que o risco de lesões diminua consideravelmente.

Estamos encerrando mais um artigo e esperamos que tenham gostado. Nossa dica final é que busque sempre orientação profissional na prática de qualquer esporte, seja pelo lazer, ou para esporte de rendimento, principalmente no segundo caso. Até mais pessoal!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.