Antioxidantes podem lutar contra os danos causados pelos radicais livres, o que nos ajuda a permanecer saudáveis ​​e viver mais tempo. Como resultado, muitas pessoas estão tomando suplementos antioxidantes como parte de sua dieta. No entanto, apesar de seus muitos benefícios à saúde, suplementos artificiais não são necessariamente a resposta. Vamos entender isso.

O que são os antioxidantes?

Antes que possamos explicar o que os antioxidantes são, devemos primeiro explicar os radicais livres e o processo de oxidação no corpo.

Quando o oxigênio que você respira através de seus pulmões é metabolizado em seu sangue, ele cria moléculas instáveis ​​conhecidas como radicais livres, que são moléculas destrutivas que podem causar danos ao seu DNA e membranas celulares. Enquanto o corpo precisa de alguns radicais livres para funcionar, se houver muitos no sistema de uma pessoa, o dano pode se tornar irreparável e pode levar a doenças como o câncer, doenças cardiovasculares, doenças do fígado e muitas outras.

Antioxidantes são encontrados naturalmente em uma série de alimentos e estas células podem, em certa medida, impedir que os radicais livres danifiquem suas células ao neutralizá-las. Estes antioxidantes podem ser encontrados nas vitaminas A, C e E, nos minerais selênio, zinco e cobre, e também podem ser encontradas em fitoquímicos de plantas, frutas e legumes.

Melhores antioxidantes orais: o que é bom neles?

Antioxidantes minimizam os danos às suas células que foram causados por oxidantes (radicais livres), e pode ajudar a combater o envelhecimento, câncer e doenças crônicas, assim como doenças cardiovasculares. Antioxidantes também não correm o risco de serem danificados ou transformados em radicais livres se ao reagir com radicais livres.

Qual o melhor antioxidante do mercado? Qual o problema dos antioxidantes em cápsulas?

Seu corpo faz seus próprios antioxidantes naturais, que podem realmente ser impedidos de serem fabricados se você tomar suplementos antioxidantes. Embora os suplementos forneçam antioxidantes, eles não podem equilibrar a perda de seus próprios antioxidantes que são produzidos naturalmente, em vez de artificialmente.

Como consumir antioxidantes

Antioxidantes naturais são ainda a melhor forma de se obter os melhores benefícios desses nutrientes para sua saúde. (Foto: Sea Buckthorn Insider)

Mesmo o melhor antioxidante do mundo não vai te salvar de problemas de saúde, e pode até piorar a oxidação em alguns casos

A ingestão de vitamina C, por exemplo, não o impedirá de pegar um resfriado e a ingestão de vitamina E não impedirá o envelhecimento ou a doença cardíaca. Suplementos de vitaminas também não podem impedi-lo de obter doenças mentais como a esquizofrenia ou transtorno bipolar. Embora tenha sido provado que antioxidantes possam diminuir a probabilidade de você contraia uma dessas doenças, não significa que você não vai desenvolvê-las de qualquer maneira.

Suplementos de vitamina C podem atuar como um pró oxidante quando tomada em concentrações elevadas. Isso ocorre porque a vitamina C reage não só com os radicais livres, mas também com outras moléculas no corpo. Certas reações produzem mais radicais livres,e os suplementos antioxidantes tornam-se ineficazes em parar a produção de radicais livres. Antioxidantes produzidos artificialmente são particularmente ineficazes contra estes radicais livres em comparação com antioxidantes naturais produzidos pelo corpo.

Antioxidantes em cápsulas podem prejudicar seu corpo em altas doses

Se você não tem uma deficiência de vitamina e você toma altas doses de vitamina A, D, E ou K por um longo tempo, eles podem se tornar tóxicos e prejudicar seu corpo. Os antioxidantes solúveis em água também podem causar efeitos secundários se forem tomados em grandes doses. A vitamina B6 pode causar danos nos nervos, enquanto a vitamina C pode causar náuseas, cólicas abdominais, fadiga, dores de cabeça, diarreia e cálculos renais. Altas doses de vitamina C também podem levar a níveis perigosamente elevados de ferro, pois interfere com a capacidade do organismo de processar ou metabolizar” outros nutrientes.

Antioxidantes em cápsulas aumentam o risco de câncer e reduzem os efeitos benéficos dos exercícios físicos

Tomar suplementos de betacaroteno podem aumentar o risco de um fumante de contrair câncer, por exemplo. Além disso, tomar suplementos antioxidantes pode diminuir os efeitos de promoção da saúde pelos exercícios físicos, tais como a construção de músculos, melhora na expectativa de vida e redução de probabilidade de contrair diabetes. Atletas e frequentadores de academia que tomaram suplementos antioxidantes para combater os radicais livres extra produzidos pelo corpo durante o exercício impediram seus corpos de receber os benefícios de saúde completos dos exercícios.

Antioxidantes afetam tratamentos médicos e resultados de exames

As pessoas que tomaram suplementos vitamínicos durante os seus tratamentos de câncer experimentaram uma eficácia reduzida no tratamento. A razão é porque os suplementos ajudaram a proteger as células cancerosas ao se livrar de radicais livres que combatem o câncer nos tratamentos. O consumo de grandes quantidades de vitamina C também pode interferir com testes médico. Ao fazer um teste para a diabetes, por exemplo, poderia dar um resultado falso.

Antioxidantes em cápsulas aumentam o risco de morte precoce ou não trazem qualquer benefício

Estudos compreensivos não conseguiram provas suficientes dos benefícios de tomar suplementos antioxidantes. Além disso, as pessoas que tomaram suplementos de beta-caroteno e possivelmente vitaminas A e E tinham um risco aumentado de morte precoce.

Tomar suplementos antioxidantes pode encurtar a expectativa de vida também. Pacientes com câncer de pulmão que tomaram suplementos, além de tomar fontes naturais de antioxidantes provenientes de alimentos acabaram morrendo mais cedo em vez de viver mais tempo. Isso ocorre porque quando antioxidantes são adicionados aos alimentos, partes saudáveis ​​de alimentos integrais desaparecem. Isto significa que os suplementos antioxidantes não serão tão bem sucedidos na prevenção de doenças quanto uma dieta rica em antioxidantes naturais.

Os suplementos antioxidantes são desnecessários?

Algumas pessoas precisam de suplementos antioxidantes Você só deve tomar suplementos antioxidantes se recomendado pelo seu médico ou profissional de saúde, que é especialmente o caso se você tem uma dieta inadequada. Se você precisar deles, tome os suplementos multivitamínicos na ingestão dietética recomendada, em vez de tomar suplementos de vitamina única e em doses elevadas.

As pessoas que podem se beneficiar de tomar suplementos incluem mulheres grávidas e que estão amamentando, aqueles que consomem muito álcool, usuários de drogas, em dietas de perda de peso restritivas a longo prazo, os idosos e aqueles com problemas de má absorção de nutrientes.

Para as mulheres planejando engravidar, suplementos de ácido fólico podem reduzir o risco de seu bebê ter defeitos no tubo neural. Para as pessoas em uma dieta vegana, especialmente se elas estão grávidas, elas podem se beneficiar de tomar suplementos de vitamina B12.

Os radicais livres podem ser bons para você

Os radicais livres podem ser benéficos para você e seu corpo. Por exemplo, quando você exercita você produz mais radicais livres que são essenciais para os benefícios de saúde que o exercício traz, o que significa que estes radicais livres extras acionam suas células para fazer seus próprios antioxidantes que lhe darão os benefícios do exercício. Portanto, tomar suplementos antioxidantes durante o exercício é desnecessário. Os radicais livres também podem ser úteis em uma explosão oxidativa isto é, quando os fagócitos libertam os radicais livres para se livrar de bactérias e vírus.

Os antioxidantes podem ser tomados de fontes naturais e saudáveis

Antioxidantes podem ser tomados a partir de uma variedade de alimentos naturais e bebidas, que é uma opção mais saudável. Isso inclui:

Vitamina A de alimentos ricos em beta-caroteno como a cenoura, beterraba, batata-doce, espinafre

Vitamina C de frutas cítricas, frutas vermelhas, couve e brócolis.

Vitamina E de grãos integrais, oleaginosas, óleo de peixe e vegetais de folhas verdes

Beta-caroteno e seus carotenoides relacionados de frutos e vegetais de cor vermelha, amarela e alaranjada.

Selênio e manganês de frutos do mar, carne magra, oleaginosas e grãos integrais.

Flavonoides de chá, café e frutas vermelhas

Resveratrol de vinho tinto e uvas escuras.

Fitoestrógenos de amendoim e soja.

Antioxidantes naturais diminuem seu risco de câncer e mortalidade mais do que suplementos

A maioria dos estudos sobre antioxidantes mostraram que as pessoas que comiam frutas e legumes eram menos propensas a contrair câncer. Aqueles que receberam uma dieta rica em antioxidantes naturais estão também mais propensos a viver mais tempo.

Em geral, uma dieta variada e equilibrada que inclui alimentos ricos em antioxidantes e bebidas (por exemplo, frutas, legumes, cereais integrais, chá e café) ainda é considerada mais saudável do que tomar suplementos antioxidantes. E apesar do fato de que os radicais livres possam danificar as células saudáveis, eles também são benéficos para o seu corpo, e por isso suprimir a sua produção com suplementos não é necessariamente uma boa coisa a fazer. No final, tomar suplementos antioxidantes artificiais pode fazer você e seu corpo mais mal do que bem. Consulte sempre seu médico antes de tomar qualquer suplemento.

Você toma suplementos? Quais? Como você começou a tomar tais suplementos?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.