Suplementos de vitamina são amplamente utilizados. O mais comum dele é o suplemento de vitamina C, comum de ser encontrado em farmácias e drogarias na forma efervescente ou comprimido. Saber qual a melhor vitamina c do mercado e o que é importante avaliar nessa escolha vai te ajudar a manter os níveis desta vitamina saudáveis em seu organismo e sua saúde em dia.

A melhor vitamina C é a mais básica de todas

Uma tendência recente entre os fabricantes de suplementos de vitamina C e multivitamínicos, no geral, é a chamada “fórmula especial”. As marcas colocam como propaganda a promoção da saúde do coração, fornecimento de energia extra, perda de peso, melhora da memória ou qualquer número de outros benefícios, vendendo esses benefícios extras por um preço mais elevado. Geralmente, porém, estas alegações não foram testadas, e muitas vezes incluem ingredientes que não são aprovados e testados por instituições sanitárias e de saúde. Além disso, muitas destas informações são apenas ênfases aos benefícios que a vitamina C em si traz para seu organismo. Portanto, se alguém vier responder a pergunta “vitamina c: qual a melhor marca?”, você já sabe responder “a que tem menos propaganda na embalagem”, ponto.

Cuidado com as megadoses de vitaminas

Tomar doses muito superiores à dose diária recomendada é também uma prática comum, um cuidado especial na hora de responder qual a melhor vitamina C em cápsulas, pois estas são mais concentradas e aumentam o risco dessas megadoses. É especialmente popular tomar enormes doses de vitamina C, com base na ideia de que algo que é bom, em excesso, não faz mal. Embora os benefícios de tomar megadoses de algumas substâncias, como a vitamina C, seja ainda muito debatido, outras vitaminas e minerais são conhecidos por serem tóxicos em doses elevadas. Ingredientes potencialmente tóxicos incluem vitamina A, vitamina D e ferro. Para evitar os perigos associados com megadoses, não tome multivitaminas que contêm mais de 100 por cento do valor diário recomendado. E na dúvida ao decidir qual a melhor vitamina c, efervescente ou comprimido, vá pelo primeiro, pois ele tem a vitamina C mais “diluída” e menos ingredientes extras. Uma dosagem inferior a 100 por cento do valor diário não é um sinal de baixa qualidade. Na verdade, isso pode ser uma abordagem mais segura, considerando que você também recebem vitaminas e minerais de sua dieta diária.

Obtendo a vitamina C de forma natural

Se você ainda está inseguro com as doses certas de vitamina C, ou sobre comprar ou não um suplemento de vitamina C, a melhor opção é obter esse nutriente das fontes naturais, que praticamente não oferecem riscos ao consumidor, além de serem bem baratas. (Foto: drwillard.com)

Ignore as propagandas de “mais vendida, melhor vitamina C, blablabla”

Muitas empresas afirmam que suas vitaminas c são feitas em instalações estritamente controladas, e por isso são de uma qualidade global mais elevada do que os seus concorrentes. Outras, tentam responder perguntas, como qual a vitamina C melhor para a pele, qual a melhor vitamina C para bebe, qual a melhor vitamina C para o rosto, só dando o exemplo de algumas propagandas exageradas das vitaminas c. No entanto, pesquisas não mostram qualquer aumento da eficácia consideravelmente diferente entre diferentes marcas de vitamina C. Assim, mesmo que algumas empresas vendam um produto de “luxo”, não há nenhuma evidência de que os seus produtos funcionam melhor, pois todas vão funcionar pura e simplesmente como a boa e velha vitamina C.

Preço não é qualidade

Qual a melhor vitamina C efervescente, você pergunta. E afirmamos: marcas genéricas são tão boas quanto as opções mais caras. Principalmente a vitamina C efervescente, o preço varia muito, e a quantidade de vitamina C não varia tanto assim. Compre a mais barata e que tenha, repetindo, uma dose menor do que 100% das suas necessidades diárias, evitando que um “remédio natural” possa causar efeitos colaterais indesejáveis.

Pesquise em diferentes farmácias por diferentes suplementos de vitamina C

Vários serviços online oferecem comparações entre as marcas populares, incluindo exames laboratoriais, para se certificar de que eles contêm as quantidades indicadas nos rótulos. Você pode também comparar preços, pois há variações drásticas até em farmácias na mesma rua. Tome um tempo antes de colocar seu dinheiro em uma vitamina C que pode pesar no seu bolso e na sua saúde.

Parte de fazer a sua investigação inclui também falar com o seu médico. Você pode ter uma alguma questão de saúde que afeta sua necessidade de certas vitaminas e minerais. Além disso, alguns medicamentos podem interagir negativamente com uma dose mais alta de vitamina C, e seu médico deve ser capaz de avisá-lo sobre tais possibilidades. Todo cuidado ainda é pouco.

Você tem alguma dica de como escolher vitamina C? Compartilhe conosco suas dicas nos comentários abaixo!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.