A anemia é a alteração sanguínea mais conhecida de todas, certamente você conhece alguém que tenha ou já teve este problema, ou pelo menos já ouviu falar de alguém que sofre com este problema.

O que é a anemia?

Segundo a Organização Mundial da Saúde, ela é caracterizada pela de hemácias saudáveis, os chamados glóbulos vermelhos. As hemácias têm a função de transportar o oxigênio para todo o corpo e a hemoglobina é a proteína que carrega o oxigênio.

A anemia é causada por diversos fatores como, por exemplo, a deficiência na ingestão de ferro e vitaminas. Em alguns casos ela está associada a alterações genéticas, a chamada anemia falciforme. Neste caso as células sanguíneas perdem o formato arredondado causando ineficiência nas suas funções.

No artigo de hoje vamos falar um pouco mais sobre a anemia induzida pelo exercício físico. Os atletas anêmicos podem fazer exercícios físicos? Como tratar a anemia do esportista?

Quais são os sintomas da anemia?

  • Cansaço extremo
  • Falta de ar
  • Sensação de batimentos cardíacos irregulares
  • Tonturas
  • Dores de cabeça
  • Palidez
  • Queda de cabelo
  • Unhas quebradiças ou fracas
  • Baixa temperatura nas mãos e pés
O que é pseudo anemia?

Tudo sobre a anemia e seus sintomas

Geralmente as pessoas mais vulneráveis a anemia são: as mulheres no período de gestação, as crianças e também as pessoas que comem pouca ou não come carne. Se você apresenta 3 ou mais destes sintomas apresentados, sugerimos que busque um médico o quanto antes.

Como estamos falando da relação da anemia com os atletas, confiram quais as consequências da anemia para o esportista e como agir nestes casos.

Durante a atividade física há ma necessidade alta de distribuição de grandes quantidades de oxigênio para todo o corpo. A capacidade dos atletas correr, saltar, driblar, chutar ou desempenhar qualquer ação da sua modalidade, está diretamente relacionada com esta oferta eficiente de oxigênio.

Como já foi dito, quando existe uma queda na quantidade de hemoglobina no sangue, o transporte e a distribuição do oxigênio ficam prejudicados. Os atletas que estejam com quadro de anemia certamente vão ter uma queda brusca de rendimento.

A sensação de exaustão e incapacidade de continuar realizando o exercício surgirá muito mais rápido do que de costume. Para você ter uma ideia, esta queda de rendimento é notada até mesmo nos exercícios de baixa intensidade.

É importante frisar que existem alguns casos chamados de pseudo-anemia do atleta. Nestes casos que são mais raros, os atletas apresentam uma quantidade maior de plasma, a parte líquida do sangue.

Para identificar qual é a anemia deste atleta, existem exames laboratoriais que ajudam a determinar esta diferença. Geralmente o atleta com pseudo-anemia não sofre quedas consideráveis no desempenho esportivo, exceto nos casos em que o fator psicológico influencie.

Qual é o tratamento para a anemia?

A alimentação correta é o maior aliado para que a pessoa se recupere dos quadros de anemia. Felizmente a grande maioria dos estados anêmicos é facilmente tratada com ajustes na alimentação introduzindo os nutrientes necessários e em alguns casos pode ser sugerida a utilização de suplementos vitamínicos e minerais.

É importante frisar que nenhum tratamento deve ser iniciado sem realizar uma consulta médica, principalmente alterações na parte alimentar sem consultar um nutricionista.

A pessoa que faz o tratamento por conta própria pode agravar o problema ou simplesmente conseguir uma falsa reabilitação, colocando a saúde ainda mais em risco.

Como prevenir a anemia?

A melhor maneira de prevenir este problema é através de uma alimentação saudável. Ingerir alimentos ricos em ferro como, por exemplo, carnes vermelhas, peixe, leguminosas, espinafres e brócolis.

O descanso também pode te ajudar na prevenção da anemia. Geralmente as pessoas que praticam atividade física até a exaustão e com muita frequência tendem a apresentar anemia com mais facilidade do que aquelas que respeitam os períodos de descanso.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.