A tosse ocasional ajuda a liberar partículas e secreções dos pulmões, ajudando a prevenir infecções. Em alguns casos, a tosse pode não ocorrer apenas ocasionalmente, e ser um caso crônico, quando dura oito ou mais semanas, e não está associado a qualquer sintoma de outras doenças como gripe, sinusite, e resfriado.

Embora a tosse não seja geralmente um sinal de problema grave, pode ser irritante para quem está convivendo com o problema. A tosse com frequência pode criar situações incômodas (tossindo durante reuniões e palestras, por exemplo), deixá-lo fisicamente cansado, tornar mais difícil para dormir, e te deixar tonto, rouco, com músculos fracos, suando e até com casos de vazamento de urina (especialmente em mulheres).

Causas da tosse seca crônica

As causas mais comuns de tosse crônica são:

  • Corrimento nasal – quando há corrimento do nariz para a parte de trás da garganta
  • Asma
  • Refluxo ácido
  • Infecções
  • Medicamentos
  • Doenças pulmonares.

Mas vamos ver isso tudo em detalhes, com cuidado.

Tosse crônica associada ao estresse

Frequentemente, a tosse crônica tem sido associada ao estresse. Hábitos como o consumo de cigarro, muito tempo no trânsito, baixa hidratação, ar condiciado, falta de prática de exercícios físicos e de alimentação saudável causam esses sintomas, em conjunto.

Tosse crônica: corrimento nasal e alergias

Alergias, sinusite, e rinite causam a tosse crônica porque provocam corrimento nasal na parte de trás da gargante. Esse corrimento irrita a garganta, esôfago, e provoca a tosse crônica.

Tratando a tosse crônica

A tosse crônica é um problema que tem muitas raízes, mas tem que ser muito bem estudado para que a causa principal seja realmente tratada e a tosse crônica acabe. (Foto: www.atlantaent.com)

Tosse crônica e asma

A asma é a segunda causa mais freqüente de tosse crônica em adultos, e é a principal causa em crianças. Além da tosse, o indivíduo também terá dificuldade de respirar. A tosse crônica relacionada com a asma pode ser sazonal, pode seguir uma infecção respiratória das vias superiores, ou pode piorar com a exposição ao ar seco e frio, ou a exposição ao fumo ou certas fragrâncias.

Tosse crônica de refluxo ácido

Ocorre quando o ácido do estômago flui de volta para o esófago que é o tubo de ligação do estômago e da garganta. Muitas pessoas com tosse devido ao refluxo ácido tem azia ou um gosto amargo na boca. No entanto, alguns pacientes refluxo tem a tosse como seu único sintoma.

Tosse crônica por infecção do trato respiratório

Uma infecção respiratória no trato respiratório superior pode causar uma tosse que dura mais de oito semanas. Isto pode ser devido a gotejamento pós-nasal, ou a irritabilidade das vias respiratórias que se desenvolveu como resultado da infecção.

Tosse crônica com catarro

A traqueobronquite bacteriana ou a sinusite bacteriana podem se desenvolver após uma infecção do trato respiratório superior viral. Em quase todos os casos de traqueobronquite bacteriana, os pacientes terão uma tosse que produz expectoração. O muco terá uma cor amarelo claro ao verde escuro, ou até mesmo marrom. Da mesma forma, em quase todos os casos de tosse de sinusite bacteriana, os pacientes terão congestão nasal e secreções nasais que gotejam ou correm para o fundo da garganta. Antibióticos podem ser necessários para tratar a infecção.

Tosse crônica causada pela utilização de enzima conversora da angiotensina (ECA)

Medicamentos ECA, geralmente usados para tratar a pressão sanguínea elevada, provocam uma tosse crônica em até 20 por cento dos pacientes. A tosse é geralmente seca. Mudar para outra medicação muitas vezes melhora a tosse ao longo de uma a duas semanas.

Tosse crônica e bronquite crônica

bronquite crônica é uma condição em que as vias aéreas estão irritadas, causando-lhe a tosse e, por vezes, elevando o catarro. A maioria das pessoas com bronquite crônica são fumantes atuais ou passados, passivos ou ativos.

Tosse crônica causada pelo câncer de pulmão

Embora o câncer de pulmão possa causar tosse, muito poucas pessoas tem uma tosse crônica por causa do câncer de pulmão. Nesse tipo de tosse crônica pode envolver a secreção de sangue e a tosse pode continuar mesmo depois da pessoa parar de fumar.

Tosse crônica por bronquite eosinofílica

Um tipo especial de inflamação nas vias respiratórias é chamado de bronquite eosinofílica, e pode causar uma tosse crônica. Ela é diagnosticada quando os testes de respiração não mostram evidência de asma, mas o seu catarro ou a biópsia das via aérea mostram células chamadas eosinófilos. A bronquite eosinofílica é muito menos comum do que a asma.

Quais sintomas de tosse crônica você sente? Quais as recomendações médicas ao seu caso?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.