A vacinação previne que milhões de crianças ao redor do mundo sofram de doenças graves, facilmente preveníveis, e que podem prejudicar profundamente a saúde e desenvolvimento dessas crianças. Mas adultos também podem ter doenças graves e que também são preveníveis com vacinas. Inclusive, várias vacinas que você tomou quando criança tem que ser renovadas quando você se tornar adulto. Você vai precisar levar contigo o cartão de vacinação.

O cartão de vacinação é um documento usado para registrar as vacinas e comprovar sua imunidade a diversos tipos de doenças. As unidades de saúde, como UPAs, hospitais, e postos médicos, são responsáveis por emitir e atualizar o cartão de vacinação. E sempre que você for se vacinar, leve esse documento com você.

Abaixo, a descrição de todas as vacinas, com instruções especiais para idosos e gestantes na hora da vacinação.

Vacinas para idosos

Duas vacinas estão disponíveis apenas para idosos: gripe e a antipneumocócica.

Vacina contra pneumonia na rede pública: só para idosos durante a Campanha Nacional de Vacinação do Idoso

A Vacina antipneumocócica está disponível para idosos durante a Campanha Nacional de Vacinação do Idoso, para pessoas que vivem em casas geriátricas, hospitais, asilos, casas de repouso. Deve ser feita dose de reforço cinco anos após a dose inicial

Vacina contra gripe para idosos

Disponível para idosos na rede pública durante a Campanha Nacional de Vacinação do Idoso.

Vacinas para gestantes: cuidados

Gestantes e mulheres amamentando, bem como idosos e outros grupos de risco (bombeiros, militares, trabalhadores da área da saúde, usuários de drogas, usuários de drogas anabolizantes, etc), devem consultar seus médicos antes de tomar qualquer vacina.

Importância da vacinação para adultos

Adultos devem tomar cuidado com a vacinação, e buscar atualizar suas vacinas para evitar doenças graves. (Foto: lbb.com.br)

Vacina contra hepatite B: doses, intervalo, validade

Adultos e idosos que não comprovarem vacinação ou não foram vacinados contra a hepatite B devem receber 3 doses, sendo a segunda 30 dias após a primeira, e a terceira 180 dias após. Quem já tomou uma ou duas doses, deve completar com a terceira. Até 24 anos, ela está disponível em postos da rede pública. Após esse prazo, só em clínicas privadas.

Vacina contra hepatite B dura quanto tempo?

Se você já tomou as três doses e não faz parte de um grupo de risco, tais como os profissionais da área da saúde, bombeiros, e policiais militares, é praticamente garantida a imunidade pela vida toda.

Vacina dupla viral

Também conhecida como dupla tipo adulto (dT). Imuniza contra Difteria e Tétano. Deve ser tomada uma dose a cada dez anos. A partir dos 20 anos, quem ainda não se vacinou contra essas doenças, deve receber as 3 doses, com intervalo de 30 dias entre elas. Quem recebeu uma ou duas doses só precisa completar até a terceira dose. Quem tem já 3 doses completas deve receber o reforço em uma dose apenas, a cada 10 anos. Pessoas que sofreram lesão de risco, devem antecipar a dose em 5 anos (corte em prego enferrujado, corte com vidro antigo, etc).

Vacina contra febre amarela

Quem não foi vacinado e vai viajar para local de risco, tanto no Brasil quanto no exterior, deve receber a vacina contra a febre amarela 10 dias antes da viagem. Reforços devem ser dados a cada 10 anos.

Vacina tríplice viral

Devem ser vacinadas mulheres até 49 anos e homens até 39 anos que não tem comprovação de vacinação prévia. Protege contra Sarampo, Caxumba e Rubéola, sendo uma dose única, sem necessidade de reforço.

Vacina meningogócica

Protege contra a doença meningogócica, também conhecida como meningite. Não está disponível na rede pública, apenas em clínicas privadas. Deve ser tomada uma dose única.

Vacina contra HPV

São três doses para mulheres até os 26 anos, protegendo contra o Papilomavírus humano, um dos principais causadores de câncer no útero. Não está disponível em postos públicos, apenas em clínicas privadas.

Vacina contra catapora (varicela)

São duas doses, protegendo apenas contra a catapora. Não está disponível na rede pública, e deve ser obtida em clínicas privadas.

Você ficou com alguma dúvida sobre vacinação para adultos? Os comentários estão abertos às suas perguntas!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.