Reunimos dicas simples e fáceis de usar para melhorar a sua concentração usando seu corpo. A maior parte é um material básico que eu mesmo tentei, então eu selecionei aquelas que me deram os melhores resultados.

O que funciona para mim pode não funcionar para você, mas a melhor maneira de descobrir é testar sempre novas ideias e, eventualmente, adotar o que funciona e parar com o que não ajuda para você melhorar sua produtividade usando seu corpo e uma melhor saúde.

Desenvolver o hábito de dormir o suficiente

A falta de sono diminui a produção de substâncias químicas como a dopamina ou adrenalina que regulam a sua atenção. A nossa dica é que você tenha um horário fixo para acordar e ir para a cama quando seu corpo ficar cansado. Desta forma, você deixa o seu corpo regular a quantidade de sono que necessita. Uma boa maneira de testar se você está cansado o suficiente para dormir é ler um livro.

Evite comer carboidratos simples durante o trabalho

Carboidratos simples digerem muito rapidamente e causam picos de insulina, que puxa o excesso de glicose para fora de sua corrente sanguínea. Como resultado, a glicose (energia) disponível para o cérebro cai (neurônios ao contrário de outras células não são capazes de armazenar glicose) e a sua capacidade de se concentrar sofre. Os carboidratos complexos demoram mais tempo para serem digeridos e entregar ao seu cérebro um suprimento constante de energia. Coma carboidratos complexos, como o amido, durante o trabalho. Use o seu petisco favorito como um motivador de recompensar-te depois que terminar o trabalho.

Entenda o seu biorritmo e planeje seu trabalho de acordo

Nosso relógio biológico interno é executado pelo ritmo circadiano, consistindo num ciclo de 24 horas que determina quando dormimos e quando estamos acordados e alertas. Este ritmo é determinado por nossos genes, com uma pequena ajuda de estímulos externos, como a luz solar. Diferentes pessoas são, portanto, mais alertas em momentos diferentes (pessoas da manhã/noite).

Além do ritmo circadiano diário, a cada 90 a 120 minutos nosso corpo passa por um ciclo que começa com o estado de alerta, eventualmente desaparecendo em sonolência e falta de foco. Acompanhe os seus níveis de energia/foco e humor a cada hora durante uma semana ou duas. Depois de alguns dias, você deve ver um padrão emergir: Planeje seu trabalho para seus melhores momentos e coisas menos importantes (verifique seu e-mail, Facebook ou fazer um café) para quando você tem baixa energia.

Qualidade de vida e produtividade

Cuidando do seu corpo, você consegue aumentar sua produtividade e consequentemente melhorar sua qualidade de vida. (Foto: www.docurated.com)

Escolha um método de produtividade no qual você (e seu corpo) se encaixa melhor

Seja trabalhar com tarefas mais difíceis primeiro e tarefas mais fáceis depois, ou trabalhar por um certo período de tempo e folgar por alguns minutos, teste diferentes técnicas de produtividade, analisando quais melhor se encaixam no seu perfil de trabalho. Para mim, funciona muito bem a técnica Pomodoro, onde você trabalha por 25 minutos e folga por 5, usando um temporizador para manter o controle do trabalho. Mas pode ser que você encontre uma técnica melhor para você.

Além disso, use técnicas que respeitam seu corpo. Por exemplo, a Pomodoro me permite levantar da cadeira e descansar por alguns minutos andando pela casa, o que é excelente principalmente para manter minha coluna sob controle.

Exercícios físicos

O exercício físico regular pode melhorar as funções cognitivas (incluindo a atenção) drasticamente. A atividade física aumenta o fluxo de oxigênio no sangue e em seu cérebro, ajudando a criar novas células nervosas, melhorando a conexão dos neurônios (plasticidade sináptica) e aumentando os níveis de dopamina, glutamato e serotonina, que são conhecidos para aumentar a cognição. “Exercitar-se” é mais fácil dizer do que fazer. Não confie na sua força de vontade apenas. Comece devagar e a partir daí, construa uma rotina mais completa de exercícios.

Suplementos para o poder do cérebro

Ginkgo biloba, lecitina, Gingseng, Guaraná, óleos ômega 3. Todos são comprovados para aumentar a sua concentração mental (além de outros efeitos positivos). Você pode obter a maior parte deles em seu supermercado. Consulte o seu médico antes de tomar qualquer um destes.

Simples meditação e outros exercícios mentais

A meditação é como o exercício: ela treina sua mente a alcançar um estado mais calmo. De acordo com estudos, a meditação intensa pode ajudar as pessoas a concentrar a sua atenção e sustentá-la, mesmo durante as tarefas mais chatas. Você não precisa comprar livros e estudar o budismo apenas para obter melhor foco. Crie um ambiente calmo, pense em apenas uma coisa (geralmente sua respiração) e vá com calma.

Beba água

O cérebro humano é constituído por cerca de 90% de água. Beber muita água ajuda a manter o cérebro bem hidratado e funcionando em um nível ideal. Alguns sintomas são dores de cabeça, fadiga e menor concentração. Comece o dia com 2 copos de água fresca. Faça isso todos os dias até que se torne sua rotina diária.

Remova distrações

Seja minimalista, limpe a bagunça em torno de você, limpando sua mente. Bloqueie sites que distraem, incluindo seu e-mail. Tenha uma lista de tarefas claras para usar e se concentrar em uma tarefa de cada vez. Com o tempo, sua saúde corporal vai melhorar consideravelmente por não ter que se focar tanto em arrumar sua bagunça e terá mais tempo para trabalhar na sua saúde e produtividade.

Considerações Finais

Seu corpo, quando você cuida bem dele, irá recompensá-lo com maior produtividade, melhor qualidade de vida e mais tempo livre para fazer o que quiser.

E o que você quer? Como você usa seu corpo para melhorar sua produtividade? Compartilhe nos comentários!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.