Torcicolo é um enrijecimento da musculatura do pescoço e que causa muitas consequências incômodas. O torcicolo pode ser causado por fatores genéticos ou sejam herdado de seus parentes, ou adquirido, devido a danos no sistema nervoso, na parte superior da coluna ou da musculatura. Se a condição ocorre sem uma causa conhecida, é chamada torcicolo idiopático.

O torcicolo pode se desenvolver na infância ou na idade adulta. O torcicolo congênito (presente no nascimento) pode ocorrer se a cabeça do bebê estava na posição errada, enquanto crescia no ventre, ou se os músculos ou fornecimento de sangue para o pescoço são feridos.

O torcicolo adquirido é, de longe, sua forma mais comum e vai passar espontaneamente em 1-4 semanas. Normalmente, o músculo esternocleidomastoideo ou o trapézio estão envolvidos. Às vezes resfriados ou posturas incomuns estão implicados, no entanto, em muitos casos não há uma causa clara encontrada.

Tumores na base do crânio podem também comprimir o suprimento nervoso para o pescoço e causar o torcicolo. Estes problemas devem ser tratados cirurgicamente e apenas após diagnóstico preciso do médico, após algumas semanas consecutivas sem melhoras no quadro do torcicolo.

Infecções na faringe posterior podem irritar os nervos que suprem os músculos do pescoço e causar também o problema. Tais infecções podem ser tratadas com antibióticos, se elas não forem muito graves, mas pode exigir uma intervenção cirúrgica em casos intratáveis.

Infecções de ouvido e remoção cirúrgica das adenoides, podem causar um problema conhecido como síndrome de Grisel, uma subluxação das articulações cervicais superiores, principalmente a articulação atlantoaxial, devido a frouxidão dos ligamentos inflamatórios causados por uma infecção. Esta ponte deve ou ser quebrado através da manipulação do pescoço ou cirurgicamente ressecada. O uso de certos fármacos, tais como antipsicóticos, também pode causar o problema.

Torcicolo

Cuidados básicos com sua postura podem te ajudar a evitar problemas com o torcicolo. (Foto: bakerchiropractic.org)

Os sintomas envolvem todos ou parte destes: a limitação dos movimentos da cabeça, dor de cabeça, tremores de cabeça, dor de garganta, ombro que é maior de um lado do corpo, rigidez dos músculos do pescoço, inchaço dos músculos do pescoço (possivelmente presente no nascimento)

O tratamento do torcicolo que está presente no nascimento, envolve alongamento do músculo encurtado do pescoço. O alongamento passivo são usados ​​em bebês e crianças pequenas. Estes tratamentos são frequentemente bem sucedidos, especialmente se eles forem iniciados no prazo de 3 meses após o nascimento. Uma cirurgia para corrigir o músculo do pescoço pode ser feita nos anos pré-escolares, se outros métodos de tratamento falharem.

Torcicolo que é causado por danos no sistema nervoso, coluna ou músculos é tratado através da identificação da causa do distúrbio, normalmente com exames de raio-x e/ou ressonância.

A aplicação de calor, a tração para a coluna cervical e massagens podem ajudar a aliviar a dor de cabeça e pescoço, além de exercícios de alongamento e órteses limitadoras de movimento podem ajudar também com espasmos musculares. Medicamentos para dor podem ser utilizados para aliviar os sintomas, mas não atacar a causa do problema.

Uma cirurgia da coluna vertebral pode ser necessário quando o torcicolo é devido à vértebras deslocadas. Em alguns casos, a cirurgia envolve a destruiçãode  alguns dos nervos nos músculos do pescoço ou a estimulação do cérebro.

A condição pode ser mais fácil de tratar em lactentas e crianças. Se torcicolo se torna crônico, dormência e formigamento podem desenvolver se devido à pressão sobre as raízes nervosas no pescoço. O próprio músculo pode tornar-se grandes (hipertrofia) devido à estimulação constante e exercícios.

Já as complicações podem incluir o inchaço do músculo, devido à constante tensão e reflexos no sistema nervoso devido à pressão sobre as raízes nervosas,

Enquanto não há modo conhecido para prevenir esta doença, o tratamento precoce pode evitar que ela se agrave. Portanto, se o sintoma persistir por alguns dias consecutivos, não exite em procurar um médico com urgência, para uma análise detalhada de seu caso.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.