Existem pessoas que afirmam que consumir alimentos sem glúten deve ser uma preocupação apenas para os alérgicos ou intolerantes à proteína. O glúten é uma proteína encontrada maioria dos cereais como, por exemplo, aveia, trigo, cevado e centeio.

Esta proteína é a responsável por provocar inflamações no organismo, ocasionando inchaços e desconfortos abdominais, além de estimular a retenção de líquidos pelo corpo.

Em alguns casos, essa proteína tem grande influência no ganho de peso corporal e até mesmo a obesidade e algumas complicações cardiovasculares. Grande parte das pessoas que querem emagrecer deve reduzir ou praticamente excluir o glúten da sua rotina alimentar.

Chegamos então ao assunto deste artigo. Quando você retira certos alimentos da sua alimentação, você precisa substituir os mesmo devido a alguns componentes existentes na composição destes alimentos retirados.

O que é sorgo?

O sorgo é um cereal de origem africana e asiática. A farinha de sorgo é obtida através do grão moído e é a forma mais disponibilizada para os consumidores. No Brasil, os estados que mais consomem sorgo é Goiás e Minas Gerais.

Antes de descobrirem os benefícios da farinha de sorgo para a saúde humana, este alimento era fabricado e destinado apenas os animais. Durante um bom tempo, só era possível comprar a farinha de sorgo apenas em lojas de ração para animais.

As propriedades da farinha de sorgo são bem semelhantes às do milho. Se observados os níveis de níveis de proteína, gordura e carboidratos. A pequena diferença é que a farinha de sorgo tem mais proteína e gordura e menos vitamina A que o milho.

Tudo sobre a farinha de sorgo e seus benefícios

Quem pode ingerir farinha de sorgo?

Quais os benefícios da farinha de sorgo?

A farinha de sorgo não contém glúten e pode trazer diversos benefícios para a saúde, dentre eles podemos citar a prevenção de cânceres de cólon e esôfago, e até mesmo a ajudar na redução do colesterol e da diabetes tipo 2.

O alto teor de magnésio do sorgo auxilia na formação de um tecido ósseo saudável, principalmente na regulação dos níveis de cálcio no corpo humano. A presença de cobre ajuda na melhoria do funcionamento do sistema imunológico.

Por ser um alimento com rico potencial de fibras, a farinha de sorgo ajuda no emagrecimento rápido e saudável, proporcionando uma sensação de saciedade e ajudando na regulação do intestino.

Graças aos seus agentes antioxidantes, a farinha de sorgo também previne o envelhecimento precoce combatendo os radicais livres causadores do desgaste das células.

Qual a composição nutricional da farinha de sorgo?

A farinha de sorgo possui em sua composição uma boa quantidade de vitaminas e minerais, além de outros importantes componentes que mostraremos na lista a seguir:

  • Energia – 344 calorias
  • Proteínas – 11,12 g
  • Gorduras – 3,74 g
  • Carboidratos – 67,43 g
  • Vitamina A (retinol) – 3 mcg
  • Vitamina B1 – 505 mcg
  • Vitamina B2 – 120 mcg
  • Vitamina B3 – 3,2 mg
  • Cálcio – 20 mg
  • Fósforo – 188 mg
  • Ferro – 2,7 mg

Como utilizar a farinha de sorgo?

A farinha de sorgo é uma excelente opção para preparar diversas receitas como, por exemplo, panquecas, pães, bolos, biscoitos, mingaus, etc. Qualquer receita de assados que você utilize farinha, o sorgo encaixa perfeitamente em substituição à farinha de trigo.

É importante ressaltar que como a farinha de sorgo não tem glúten, a mesma apresenta uma consistência seca, ou seja, é necessário substituir o glúten por outros alimentos que deem a consistência à receita, a maisena é uma boa opção.

Outra dica é acrescentar um pouco mais de manteiga ou óleo no momento do preparo dos alimentos, desta forma a massa ficará mais úmida. A farinha de sorgo não altera o gosto dos alimentos.

Chegamos ao final deste artigo e convidamos você para continuar em nosso site e conferir outras dicas de alimentação, prevenção de diversas doenças e dicas para buscar o peso ideal de uma maneira saudável.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.