A hiperuricemia, que é vulgarmente conhecido como níveis elevados de ácido úrico, refere-se ao acúmulo de uma quantidade excessiva de ácido úrico no sangue. Um alto nível de ácido úrico é geralmente um sintoma de outros problemas, já que normalmente, ele deveria ser eliminado pela urina na filtragem das impurezas do sangue pelos rins.

Ácido úrico alto: causas

A acumulação de ácido úrico no sangue está ligada a qualquer falha na excreção do ácido úrico na urina ou no aumento da produção de ácido úrico. Algumas causas comuns de níveis elevados de ácido úrico incluem condições médicas, medicamentos, predisposição genética e alimentação.

As doenças que podem causar o aumento no ácido úrico incluem o hipotiroidismo, leucemia, psoríase, obesidade. Na dieta, altos níveis de cafeína e consumo de álcool, alimentos ricos em purinas (carne e produtos de carne, marisco, e leguminosas).

Preste atenção aos sintomas do ácido úrico alto

O acúmulo de ácido úrico inclui vários sintomas, desde uma pele ressecada até dores nas juntas. (Foto: livescience.com)

O que o ácido úrico em excesso causa?

Algumas pessoas podem não ter quaisquer sintomas de ácido úrico elevado.Para aqueles que apresentam sintomas, o excesso de ácido úrico pode levar a gota (inflamação das articulações), e doenças renais, tais como pedras nos rins e insuficiência renal.

A gota se desenvolve devido a uma reação imunológica para a acumulação de cristais de ácido úrico nas articulações. É caracterizada por dor extrema nas articulações, inflamação, febre e descamação da pele ao redor da articulação.

Pedras nos rins podem se desenvolver em pessoas que sofrem com altos níveis de ácido úrico, e estas pedras nos rins podem passar despercebidas até que fiquem presas no ureter, causando imensa dor, sangue na urina, ou náuseas e vômitos. Os sintomas clássicos de pedras nos rins são a dor súbita e intensa no abdômen, lados do corpo, e na região da virilha, que tendem a vir em ondas de dores. Outros sintomas incluem sangue na urina e micção dolorosa, e se há uma infecção secundária, a febre pode ser detectada.

Um sintoma mais grave associado a níveis elevados de ácido úrico é a insuficiência renal, que se manifesta na diminuição da urina, dificuldade em respirar, inchaço dos membros, confusão e sonolência, fadiga, ou dores no peito.

Para qualquer dos diagnósticos acima, apenas e somente um médico responsável poderá indicar o que está sendo causado pelo ácido úrico alto, e o que pode estar relacionado a outros problemas de saúde. O médico vai pedir exames de sangue, imagem, entre outros, para obter o diagnóstico apropriado do problema de saúde do paciente.

Ácido úrico: tratamento natural e tratamento tradicional

Se você for diagnosticado com hiperuricemia, o seu médico provavelmente irá aconselhar mudanças na dieta e/ou prescrever medicamentos que quer tratar a doença subjacente que pode estar contribuindo para os níveis elevados de ácido úrico.

Na alimentação, o melhor tratamento natural para níveis elevados de ácido úrico é evitando uma dieta rica em purinas. Você deve evitar alimentos ricos em proteínas e alcaloides, bem como frituras e açúcar branco. Isso significa evitar carnes vermelhas, carnes gordurosas, alimentos processados, refrigerantes, etc. Comer frutas, como morangos e beber suco de cereja preta podem ajudar a baixar os níveis de ácido úrico.

Chás naturais e diuréticos podem ajudar a eliminar o excesso de ácido úrico, mas devem ser combinados com uma excelente hidratação e a recomendação médica. Massagens linfáticas podem ajudar no tratamento e drenagem do excesso de ácido úrico, em muitos casos.

Para a pele desidratada pelo ácido úrico, o tratamento auxiliar deve incluir uma boa hidratação de pele. O gel de aloe vera pode ser uma ótima opção, bem como cremes hidratantes para seu tipo de pele.

Ácido úrico alto pode ser sintoma de outras doenças

Altos níveis de ácido úrico geralmente está relacionado a algumas outras condições. Se uma condição subjacente é responsável pelos níveis elevados de ácido úrico, essa doença ou distúrbio deve ser tratado como melhor estratégia para melhorar os níveis de ácido úrico. No caso em que a doença subjacente não seja tratável e há elevação crônica dos níveis de ácido úrico, a melhor opção de tratamento é mirar no metabolismo da purina.

Normalmente, a hiperuricemia é descoberta durante os testes para diagnosticar alguma outra condição. É importante lembrar que, mesmo se você acredita que os seus medicamentos atuais possam estar contribuindo para os níveis elevados de ácido úrico, você não deve parar de tomá-los sem consultar o seu médico.

Você já teve algum problema causado pelo alto nível de ácido úrico? Como fez o tratamento?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.