Aquela dor na orelha que não passa. Você sabia que pode estar sofrendo com ouvido de nadador? Esse problema também é chamado de otite, uma condição dolorosa resultante da inflamação, irritação ou infecção. Estes sintomas ocorrem frequentemente depois que a água fica presa na sua orelha, com reprodução das bactérias ou de organismos fúngicos. Como esta circunstância afeta geralmente nadadores, o apelido é uma “homenagem”. A orelha do nadador afeta freqüentemente crianças e adolescentes, mas também pode afetar aqueles com eczema (uma condição que faz com que a pele coce) ou com excesso de cera. O seu médico irá prescrever tratamento para reduzir a sua dor e para tratar a infecção. Estamos aqui só para dar algumas informações sobre a doença, para você conseguir lidar melhor com ela.

Otite interna ou ouvido de nadador: causas

Uma fonte comum da infecção é a umidade que fica presa no canal de orelha, após banhos, chuveiros, natação, ou da visita a ambientes úmidos. Quando a água fica presa no canal de orelha, as bactérias que habitam normalmente a pele e o canal de orelha multiplicam-se, causando a infecção. A orelha do nadador precisa ser tratada para reduzir a dor e eliminar qualquer efeito que possa ter à sua audição, bem como evitar a propagação da infecção.

Outros fatores que podem contribuir para o ouvido do nadador incluem:

Contato com excesso de bactérias que podem estar presentes em banheiras de hidromassagem ou água suja

Limpeza excessiva do canal auditivo com cotonetes ou qualquer outro objeto

Contato com certos produtos químicos, como spray para cabelo ou corante para o cabelo (use algodão na parte externa do ouvido para evitar que esses produtos entrem no canal)

Danos na pele do canal auditivo após limpeza com água para remover cera

Um corte ou machucado na pele do canal auditivo

Outras condições de pele que afetam o canal auditivo, como eczema ou seborreia

Otite média, interna e externa: sintomas

Os sintomas mais comuns do ouvido de nadador são secreção dentro da orelha e dor que piora quando você puxa a orelha. Outros sinais e sintomas podem incluir:

Sensação de que a orelha está entupida ou inchada

Secreção no ouvido

Febre

Diminuição da audição

Dores intensas que podem se espalhar para o pescoço, face ou lado da cabeça

Nódulos linfáticos inchados ao redor da orelha ou no pescoço

Vermelhidão e inchaço da pele ao redor da orelha

Sentindo dor no ouvido

Com dores no ouvido, você tem que se cuidar para evitar que o ouvido de nadador cause danos permanentes à sua audição. (Foto: Hudson ENT)

Complicações possíveis da otite ou ouvido de nadador

Se não tratada, a otite pode causar sérias complicações para sua saúde, tais como:

Perda de audição. Mas quando a infecção desaparece, a audição geralmente retorna ao normal.

Recorrência de infecções de ouvido (otite crônica). Sem tratamento, a infecção pode continuar a aparecer.

Danos ósseos e cartilaginosos (otite maligna). As infecções de ouvido quando não tratadas podem se espalhar para a base do crânio, cérebro ou nervos cranianos. Diabéticos e adultos mais velhos estão em maior risco de tais complicações perigosas.

Para avaliá-lo para o ouvido de nadador, seu doutor procurará por vermelhidão e o inchaço do seu canal do ouvido. Seu médico também pode obter uma amostra de qualquer fluido anormal em seu ouvido para testar a presença de bactérias ou fungos (cultura do ouvido), se você tiver infecções recorrentes ou graves.

Otite externa tratamento caseiro e tratamento médico

O tratamento para o ouvido do nadador inclui a limpeza cuidadosa do canal do ouvido e o uso de gotas que inibem o crescimento bacteriano ou fúngico e reduzem a inflamação. Soluções ligeiramente ácidas contendo ácido bórico ou acético são eficazes para infecções no começo. Álcool pode ajudar na evaporação da água, se for aplicado corretamente.

Gotas são mais facilmente administradas se aplicadas por alguém que não seja o doente. O paciente deve deitar-se com a orelha afetada voltada para cima. As gotas devem ser pingadas corretamente no ouvido e depois, colocando um algodão sobre o ouvido. Após a administração de gotas, o paciente deve permanecer deitado por alguns minutos para que as gotas possam ser absorvidas.

Se você não tiver um tímpano perfurado ou problema semelhante no tímpano, você pode fazer suas próprias gotas de ouvido usando álcool ou uma mistura de metade álcool e metade vinagre. Estas gotas evaporarão o excesso de água e manterão as orelhas secas.

Antes de usar qualquer gotas no ouvido, é importante ter certeza de que você não tem um tímpano perfurado. Verifique com seu otorrinolaringologista se você já teve um tímpano perfurado ou ferido, ou se já dez uma cirurgia de orelha antes.

Para infecções mais graves, o seu médico pode prescrever antibióticos para serem aplicados diretamente na orelha. Se o canal auditivo estiver inchado. Medicação para a dor também pode ser prescrita. Antibióticos tópicos são eficazes para a infecção limitada ao canal auditivo. Antibióticos orais também podem ser prescritos se a infecção vai além da pele do canal auditivo. Compressas quentes podem ser feitas na parte externa do ouvido para ajudar a controlar o inchaço.

As consultas de acompanhamento são muito importantes para monitorar a melhora ou agravamento, para limpar a orelha novamente. Seu otorrinolaringologista tem equipamento especializado e experiência para efetivamente limpar o canal auditivo e tratar o ouvido de nadador.

Otite externa quanto tempo dura?

Com o tratamento adequado, a maioria das infecções deve sumir em 7 a 10 dias. Em casos de infecções mais graves, pode demorar um pouco mais o tratamento, prolongando-se por até um mês, em alguns casos.

Dicas para prevenção do ouvido de nadador

Uma orelha seca tem mais dificuldade de se infectar e por isso, é importante manter as orelhas livres de umidade durante a natação ou banho. Use tampões para os ouvidos quando for nadar. Use uma toalha seca ou secador de cabelo para secar seus ouvidos. Tenha seus ouvidos limpos periodicamente por um otorrinolaringologista se você tem coceira, escamação, cera de ouvido em excesso, ou muita escamação da pele.

Não use cotonetes para remover a cera do ouvido. Eles podem afundar a cera de ouvido e sujeira mais no canal auditivo, removendo a camada de cera que protege sua orelha e irritando a pele fina do canal auditivo. Isso cria um ambiente ideal para a infecção. Tomando esses cuidados, você evitará o ouvido de nadador, e dores no ouvido que podem acabar com seu dia. Porém, não hesite em procurar seu médico se o problema persistir.

Você tem ou já teve ouvido de nadador? Como fez para tratar o problema? O que o médico recomendou para evitar que o problema retornasse?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.