O número de pessoas fazendo CrossFit está aumentando. Toda popularização de um novo esporte, dieta, ou prática para a saúde, acompanha uma série de fatos e mitos divulgados por entusiastas e contrários ao novo “estilo de vida”. CrossFit emagrece? CrossFit faz bem ou faz mal? Todo mundo pode praticar CrossFit? São algumas das perguntas respondidas pelos “especialistas” por aí.

Em nossa cruzada para dar respostas responsáveis a nossos leitores, reunimos informações de academias de CrossFit onde há um acompanhamento científico de cada aluno. Cruzamos as informações com alguns artigos científicos sobre a prática do CrossFit. Por fim, acrescento também minha própria experiência com a prática de esportes “extremos”, como ex-praticante de Parkour e ex-praticante do Insanity, uma rotina de exercícios de alta intensidade.

Fato: CrossFit emagrece

O CrossFit é uma rotina de exercícios destinada a trabalhar todas as áreas do corpo em uma rotina de exercícios. Ele combina exercícios aeróbicos, treinamento de força intensa, levantamento de peso, ginástica e movimentos. A ideia é não deixar o seu corpo ficar muito confortável com qualquer uma rotina ou exercício. Em essência, ele mantém seus sob constante mudanças, trabalhando todo o seu corpo em um treino completo. Esse trabalho completo ajuda a emagrecer de forma mais eficiente, pois combina a queima de calorias com a aceleração do metabolismo (músculos).

Cuidados ao praticar CrossFit

CrossFit é muito intenso e pesado. Praticas o CrossFit sem o acompanhamento, sob o risco de sofrer lesões sérias. (Foto: crossfitmosselbay.co.za)

Mito: CrossFit faz bem

O CrossFit, assim como qualquer outro esporte ou exercício de alta intensidade, só faz bem se você for acompanhado por uma equipe de profissionais qualificados, e já tem alguma experiência com academias, prática esportiva, vida saudável, etc. Como todo bom marketing, o CrossFit tentará “vender seu peixe”, como a única solução saudável para todos seus objetivos fitness. A verdade, porém, é que o iniciante em exercícios, e os inexperientes em exercícios de alta intensidade, vão se lesionar rapidamente no CrossFit. No médio e longo prazo, o CrossFit faz bem só para os responsáveis, que tem acompanhamento profissional adequado na prática de exercícios físicos.

Para mostrar um pouco sobre o mito do “fazer bem”, compartilho com vocês minha experiência do Parkour. Frequentemente, iniciantes se interessavam a praticar conosco. Quem já estava praticando conosco há algum tempo, sempre começava a prática com 20 a 30 minutos de alongamento. Iniciantes sempre pulavam essa parte. O resultado, sempre, era os iniciantes parando de treinar com menos de 20 minutos, seja por terem feito um movimento errado, ou por não terem mais forças. Dores persistiam por dias, e alguns sequer voltavam.

Todos os praticantes mais experientes da minha equipe, em algum momento, também se lesionaram. Não tínhamos acompanhamento profissional algum. Hoje, do grupo, poucos continuaram no Parkour, e a maioria está sedentário. A ansiedade em fazer um exercício prazeroso, e perder peso/ganhar massa muscular, pode te levar a uma lesão, que te tira do caminho certo a uma vida mais saudável. CrossFit pode fazer bem, mas com as ressalvas dadas acima.

Fato: CrossFit Eleva seu condicionamento físico de várias maneiras

Parkour, Insanity, CrossFit, Trekking, Ciclismo. São apenas alguns dos esportes que trabalham seu condicionamento de forma global. Por exemplo, dançarinos, corredores de academia, pessoal do spinning, tem muito fôlego. Mas na hora de fazer uma caminhada em terreno irregular, eles ficam muito cansados, pois não tem tanta resistência muscular. Já aconteceu comigo de fazer trilhas, depois de ter me tornado sedentário, e meus amigos “ratos de academia” passarem vergonha por ficarem cansados demais.

Mito: CrossFit é para todo mundo

Mais uma jogada de marketing. Nem todo mundo pode praticar CrossFit. Eu sou uma das pessoas que não pode praticar CrossFit. Os movimentos exigidos pela prática podem prejudicar ainda mais minhas hérnias de disco. Além disso, como já estou há algum tempo sem praticar esportes, o CrossFit pode fazer mais mal do que bem, porque meu corpo não está preparando para exercícios de alta intensidade. Pessoas mais idosas, podem também acabar desenvolvendo problemas ósseos ou nas juntas. Outros, com condições de saúde “ocultas”, podem descobrir da pior forma possível começando o CrossFit, ou ao começar qualquer tipo de atividade física. Volto aos exemplos: mais de uma vez, durante a prática do Parkour, tive amigos descobrindo problemas em joelhos, calcanhares, cotovelos, pulsos. Já tive que carregar amigo pra casa no braço, por conta dele ter descoberto que o joelho dele estava com partes soltas há anos.

Mito: Lesões são inevitáveis ​​no CrossFit

Vou colocar esse como mito. Mas com uma condição: lesões são inevitáveis no CrossFit se você tiver o acompanhamento profissional adequado. Isso significa um time de: cardiologista, ortopedista, educador físico, fisioterapeuta, e um nutricionista. É um erro achar que o CrossFit ou qualquer esporte radical seja particularmente perigoso. Você pode se machucar no CrossFit, assim como você pode se machucar fazendo qualquer outro esporte. Sem os cuidados apropriados, o equipamento certo, as chances são que você pode – e vai – se lesionar muito rapidamente.

Você tem experiência com o CrossFit? Concorda ou discorda dos nossos mitos e fatos?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.