Se manter fisicamente ativo é a chave para uma vida saudável. Porém, o acompanhamento de profissionais de saúde durante esse processo é tão importante quanto o exercício em si, tanto para evitar problemas de saúde quanto para otimizar os resultados de seus exercícios físicos.

Os cuidados com as atividades físicas

O exercício regular pode ajudar a controlar o peso, reduzir o risco de doença cardíaca, e fortalecer seus ossos e músculos. Mas se você não se exercitou por algum tempo (ou nunca o fez) e/ou tem problemas de saúde, o acompanhamento profissional é uma obrigação. O problema é que é difícil saber quais exames e acompanhamento médico exatamente você precisa antes de começar a se exercitar. Até mesmo educadores físicos recomendam mais do que você realmente pode precisar, mas eles não estão errados ao fazer isso.

A prevenção como palavra chave

Existem muitas doenças e problemas de saúde que podem surgir de repente. Só que esse “de repente” quando você está numa sessão de spinning com batimentos cardíacos acima de 150 pode ser literalmente seu fim. Os educadores físicos entendem que é necessária uma divisão de responsabilidades com fisioterapeutas, nutricionistas e médicos para evitar que durante a sessão de spinning que eles ministram você tenha um piripaque. Entra então o processo de prevenção, que consiste no acompanhamento constante de alguns profissionais de saúde essenciais para que os exercícios físicos sejam realmente saudáveis.

Cuidados médicos antes de começar exercícios físicos

O acompanhamento médico garantirá que você não tenha nenhuma surpresa desagradável enquanto estiver malhando. (Foto: www.businessofpt.com)

Quando consultar com o seu médico?

Embora a atividade física moderada seja segura para a maioria das pessoas, especialistas em saúde sugerem que você converse com seu médico antes de começar um programa de exercícios, se qualquer uma das seguintes condições aconteça com você ou esteja na genética de sua família

  • Doença cardíaca;
  • Asma ou doença pulmonar;
  • Diabetes ou doença renal;
  • Artrite;
  • Hérnia de disco.

Alguns sintomas sugestivos também podem significar problemas mais sérios à frente:

  • Dor ou desconforto no peito, pescoço, mandíbula ou braços durante a atividade física;
  • Tonturas ou desmaios com o exercício ou esforço;
  • Falta de ar com esforço leve, em repouso, ou quando deitado ou indo para a cama;
  • Inchaço no tornozelo, especialmente à noite;
  • Um batimento cardíaco rápido ou pronunciado;
  • Um sopro cardíaco que o seu médico diagnosticou anteriormente;
  • Dor na perna quando você anda, que desaparece com o repouso.

Quem é obrigado a visitar um médico antes de praticar exercícios físicos?

Profissionais de saúde recomendam que você consulte o seu médico antes de se envolver no exercício vigoroso se duas ou mais das seguintes situações são realidades na sua vida:

  • Você é um homem mais velho do que 45 anos de idade ou uma mulher com mais de 55 anos de idade;
  • Você tem uma história familiar de doença cardíaca antes dos 55 anos nos homens e 65 anos nas mulheres;
  • Você fuma ou você parou de fumar nos últimos seis meses;
  • Você não se exercitou por pelo menos 30 minutos, três dias por semana durante três meses ou mais;
  • Você está acima do peso ou obeso;
  • Você tem pressão alta ou colesterol alto;
  • Você tem diminuição da tolerância à glicose, também chamados de pré-diabetes.

Quais profissionais de saúde você realmente vai precisar?

Estabelecidos os critérios que te obrigam a ir ao médico, mesmo que você não precise, é importante destacar qual acompanhamento profissional todo indivíduo precisa, independente da existência ou não de complicações.

Cardiologista/Clínico Geral

Ambos devem analisar sua saúde cardíaca, fazendo um teste sob estresse de sua frequência cardíaca. Exames de sangue também serão feitos para analisar problemas como colesterol alto, diabetes e outros.

Ortopedista/Fisioterapeuta

Qualquer um dos dois poderá fazer uma avaliação postural adequada, mas dou maior confiança ao fisioterapeuta nesse aspecto. Essa avaliação postural ajudará você a direcionar seus exercícios físicos e evitar crises de dor por conta de pisadas erradas ou um desvio da coluna não diagnosticado previamente.

Nutricionista

Finalmente, o nutricionista é o profissional que deverá acompanhar sua alimentação para otimizar os resultados de seus exercícios físicos.

Considerações Finais

Em alguns casos, você poderá precisar do acompanhamento de mais profissionais de saúde. É importante que você pergunte ao seu clínico geral se há essa necessidade ou não. Mas estes devem ser os profissionais que sempre estarão te acompanhando. Se você tem sugestões de mais profissionais para acompanhar sua saúde, compartilhe nos comentários abaixo!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.