Você simplesmente não pode esperar para provar aquela deliciosa pizza que molha sua boca enquanto ainda está quentinha. Assim que é retirada do forno, você ataca para provar. Sem perder um segundo, você enfia diretamente em sua boca, apenas para gritar e reflexivamente cuspira a pizza de sua boca. Como resultado, você ganha uma língua queimada. Mas e quando essa dor e sensação de queimado aparece do nada e dura por até meses?

Em muitos casos, uma pessoa pode ter a constante sensação de língua queimada devido a síndrome da ardência bucal. Se você tem essa constante sensação, vamos te ajudar a identificar o que pode estar acontecendo com você.

Síndrome da língua queimada ou síndrome da boca ardente

A Síndrome da Boca Ardente é um distúrbio crônico. Sua característica principal é a sensação de queimação, picadas, ou coceira na língua e que pode se estender para os lábios e mucosa bucal. A sensação persiste por 4 a 6 meses e não tem causa aparente, mas é mais comum em mulheres antes ou depois da menopausa.

Trate queimadura da língua

A língua é uma das partes mais sensíveis do seu corpo. Se você a queimar, é fácil tratar para aliviar as dores. (Foto: www.enkivillage.com)

Língua ardendo e queimando perde o paladar? Sintomas do problema!

Quem sofre dessa síndrome vai sentir sintomas de dores na boca, intermitente ou constante, por até 6 meses.

á alterações no paladar e na salivação, mas sem lesões na boca. Essa alteração no paladar é recuperável com o tratamento.

Afeta mais frequentemente as bordas da língua e a ponta, mas a dor pode se espalhar por toda a língua, gengivas, lábios, e mucosa da boca.

A dor geralmente piora durante o dia, em situações de estresse, fadiga, necessidade de falar muito, na ingestão de alimentos picantes e quentes, e melhora na ingestão de alimentos frios, com trabalho, e quando há distrações.

Alguns hábitos nocivos, como morder os lábios e bochechas, bruxismo, ranger e cerrar dos dentes, interposição da língua, e lamber excessivo dos lábios, podem ser observados na Síndrome da Boca Ardente.

Pode também ser observado a boca seca e lábios rachados juntamente com a Síndrome da Língua Queimada.

Diagnóstico da Síndrome da Boca Ardente

Você deve consultar um médico ou um dentista para o possível diagnóstico dessa Síndrome. O paciente deve relatar todos os sintomas e a frequência das dores. O paciente deve relatar também seus hábitos de dieta que podem estar causando ou agravando o problema. Em alguns casos, pode ser que a dor esteja sendo causada por uma alergia a certos alimentos.

Relate ao médico se você é fumante, e a frequência com que bebe álcool, bem como seu humor nos meses e dias em que a dor apareceu.

Comunique ao seu médico todos os medicamentos que você está tomando, pois eles podem estar causando ou agravando as dores. Diabetes e outras doenças autoimunes também podem estar causando as dores, e devem ser comunicadas ao seu médico, se você as tem.

O médico ou dentista vai examinar a mucosa bucal e pedir alguns exames, caso sejam necessários, para identificar possíveis causas subjacentes ao problema, bem como fazer o diagnóstico diferencial para problemas como acidez, refluxo, ou câncer bucal.

Ardência na língua e céu da boca: tratamento

A síndrome da boca ardente tem diferentes graus. Somente um médico estará apto a indicar um tratamento para essa síndrome, que pode incluir:

  • Uso de aparelho fixo ou móvel
  • Mudança nos hábitos de dieta
  • Suspensão de medicamentos que possam estar agravando ou causando os sintomas
  • Medicamentos podem ser receitados para o tratamento
  • O tratamento psiquiátrico e psicológico pode ser recomendado a quem tem uma Síndrome da Boca Ardente causada por problemas de humor
  • Tratamento de reposição hormonal

Prognóstico do tratamento da Síndrome da Língua Queimada

Quando você sentir ardência na língua e um gargarejo com água fria ou o uso de gelo na língua não aliviarem as dores, a melhor forma da cura com sucesso para o problema é a consulta com o dentista ou médico o mais rápido possível. Isso auxilia na cura mais rápida do problema, principalmente ao agilizar na detecção das causas subjacentes da sua sensação de língua queimada.

Você tem problemas com ardência na boca e na língua? Como está fazendo o tratamento? Já foi ao médico ou dentista para o diagnóstico?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.