Levedura de cerveja usada por fisiculturistas é o fungo unicelular chamado Saccharaomyces cerevisiae, usado pelas cervejarias para fazer cerveja. A única diferença é que a levedura de cerveja usada pelos fisiculturistas é cultivada especificamente como um suplemento nutricional sob diferentes padrões como alimento para obter o máximo conteúdo nutricional. A levedura de cerveja tem sido usada há anos como um suplemento nutricional e por um bom motivo. Além de um sabor amargo, é preenchido com coisas muito boas: a maioria das vitaminas do complexo B (B1 / tiamina, B2 / riboflavina, B3 / niacina, B5 / ácido pantotênico, B6 / piridoxina, B7 / biotina e B9 / ácido fólico) e os minerais como cromo e selênio. Na falta de B12, é um suplemento nutricional natural, em oposição aos sintéticos desenvolvidos pela indústria de fitness.

Compreender os efeitos da levedura de cerveja sobre sua dieta vai ajudar qualquer um a entender melhor o consumo desse alimento e, juntamente com um bom nutricionista, estabelecer uma dieta equilibrada e saudável.

Levedo cerveja engorda?

Levedura de cerveja ajuda o corpo a processar o combustível de carboidratos, gorduras e proteínas em energia. As vitaminas do complexo B contidas no suplemento também são necessárias para manter o sistema nervoso, os músculos do sistema digestivo, a saúde do fígado e manter a pele, o cabelo e os olhos funcionando bem. Estudos adicionais sugerem que o cromo pode ajudar a reduzir os níveis elevados de açúcar no sangue, ajudando a evitar o diabetes. Outros benefícios incluem uma redução nos níveis de colesterol “ruim” e uma pequena redução na gordura corporal.

Em outras palavras, a levedura de cerveja consumida em uma dieta calórica planejada para seu nível de atividade física não vai te engordar. O que engordará é usar a levedura de cerveja sem equilibrar sua dieta e sem a prática de exercícios físicos.

Levedura de cerveja

Entenda a ação da levedura de cerveja na dieta para tirar o maior proveito desse alimento. (Foto: Step To Health)

Como tomar levedo de cerveja para engordar?

Antes do explosivo desenvolvimento de suplementos nutricionais da indústria de fitness, os fisiculturistas nos anos 50 e 60 dependiam quase exclusivamente de sua dieta para fornecer maiores necessidades de proteína. Levedura de cerveja era um suplemento natural e disponível, conhecido por seu valor nutricional aumentado e, eventualmente, cruzou o radar dos fisiculturistas europeus. Combinado com exercício e dieta, o metabolismo melhorado de nutrientes essenciais, aminoácidos e proteínas permitidos pela levedura de cerveja, contribuiu para ganhos reais na massa muscular, na definição muscular e no peso corporal dos fisiculturistas.

Nesse caso, a levedura era usada para o ganho de massa magra e não massa gorda. É importante compreender isso para que você entenda que a levedura é eficiente para o ganho de músculos mais do que de gorduras.

Benefícios da levedura de cerveja para o ganho de peso

O ganho de peso experimentado pelos fisiculturistas ao tomar levedura de cerveja não é simplesmente um aumento no peso corporal. Pelo contrário, representa uma diminuição na gordura corporal e um aumento contínuo da massa muscular. Comparativamente, a massa muscular pesa mais do que a massa gorda, portanto, um fisiculturista geralmente experimenta um ganho de peso. No entanto, apenas uma comparação antes e depois da libra é enganosa e não representa mudanças na composição do músculo e gordura corporal.

Como consumir a levedura de cerveja?

Levedura de cerveja natural é ligeiramente amarga no sabor, embora algumas marcas oferecem versões não amarguradas. Ambos estão disponíveis em pó, flocos, comprimidos e formas líquidas. Várias referências relatam uma dose diária para adultos de 1 a 2 colheres de sopa, enquanto outros recomendam 8 a 16 comprimidos por dia para os seus comprimidos de 500 mg.

Como vocês consomem o levedo de cerveja?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.