No artigo de hoje vamos falar um pouco das lesões no joelho, a mais conhecida é a lesão de ligamento. Quais são os exercícios para fortalecer o joelho lesionado? Confiram todas as repostas e diversas dicas para recuperar melhor. Jamais pratique atividades de impacto quando sente dores no joelho.

A lesão no joelho é muito complicada e sua recuperação é lenta, o fortalecimento não deve ser tratado como brincadeira. A complexidade desta estrutura tão exigida ao longo de nossa vida é fascinante, mas esta incrível estrutura que nos oferece tantos movimentos sofre com sobrecargas diversas no dia a dia.

Apesar de não parecer, as mulheres tem mais chances de desenvolver problemas no joelho, isso acontece por dois fatores. O primeiro ponto são fatores hormonais que sempre dão ao organismo feminino uma complexidade diferenciada.

O segundo ponto é que os joelhos das mulheres são ligeiramente voltados para dentro, o que recebe o nome de devalgismo. Sendo assim, graças a essa posição natural das mulheres, as chances de lesão no joelho é bem mais alta.

De acordo com vários especialistas, as atividades localizadas visando fortalecimento das articulações e músculos que atuam nos movimentos do joelho, são fatores primordiais para prevenir as lesões.

Quadríceps, posteriores de coxa, adutores e abdutores são os músculos que devem ser trabalhados de forma consciente a estabilizar e promover melhores movimentos do joelho.

Além de buscar o fortalecimento das estruturas, você deve buscar também trabalhos que estimulem a flexibilidade das articulações, caso contrário, você terá uma limitação tremenda de movimentos.

Trouxemos agora 5 excelentes opções de exercícios para o fortalecimento do joelho, estes exercícios podem ser para prevenir lesões ou para ajudar na recuperação de joelhos lesionados, a diferença está no volume e intensidade que devem ser trabalhados.

Extensão de joelho

Utilizar as caneleiras com pesos visando dificultar o movimento natural. Você deve se sentar em uma cadeira e elevar o joelho lesionado à frente na mesma altura do banco da cadeira, em seguida você deverá retornar lentamente a posição inicial. Repita o procedimento com a outra perna e realize de 6 a 15 repetições de acordo com sua capacidade.

Flexão de joelho

Estando na posição em pé você deve colocar as mãos apoiadas na parede e prender uma bola na altura das coxas. A utilização desta bola presa entre as pernas é para dar estabilidade ao movimento. Flexione os joelhos até o ponto máximo que conseguir sem sentir dor, jamais ultrapasse os 90°, em seguida você deve retornar a posição inicial. Realize de 6 a 15 repetições de acordo com sua capacidade.

Dicas de fortalecimento para joelho lesionado

Como fortalecer o joelho lesionado?

Flexão de quadril

Deite-se no com as costas voltadas para o chão e apóie os antebraços no chão, em seguida você deverá flexionar o joelho lesionado e estender a outra perna no solo. Você deverá elevar a perna que está estendida até que ela atinja a altura do outro joelho, em seguida você deverá retornar a posição inicial lentamente. Repita o procedimento com a outra perna e realize de 6 a 15 repetições de acordo com sua capacidade.

Adução de quadril

Deite-se lateralmente apoiando apenas um dos antebraços no chão. Flexione a perna que está encostada no solo para permitir melhor equilíbrio, em seguida você deverá elevar a outra perna até a posição máxima que conseguir e retornar lentamente a posição inicial. Repita o procedimento com a outra perna e realize de 6 a 15 repetições de acordo com sua capacidade.

Abdução de quadril

Estando deitada lateralmente e com o joelho e o quadril formando um ângulo de 90°, você deverá apoiar as mãos abaixo da cabeça e elevar a perna flexionada até a amplitude máxima que você alcançar sem deixar que o quadril seja projetado para trás. Repita o procedimento com a outra perna e realize de 6 a 15 repetições de acordo com sua capacidade.

Dicas para prevenir lesões no joelho

É possível prevenir boa parte dos problemas nos joelhos, mas as pessoas não dão tanta atenção quanto deveria. Seja você um praticamente de atividade livre ou um atleta, as dicas a seguir poderão te livrar desta terrível lesão.

A primeira dica é realizar uma avaliação médica antes de iniciar em qualquer atividade. Nesta avaliação será possível detectar qualquer risco e prevenir possíveis danos. Se você sente qualquer incomodo ou dor, este é o momento certo de expor tal queixa ao seu médico de confiança.

Um bom alongamento irá preparar a articulação e musculatura para os movimentos que estão por fim, sendo assim, não faça um alongamento ineficaz, dê bastante atenção ao que deve ser feito e como deve ser feito.

A nossa terceira dica é a escolhe do calçado correto, escolha sempre aquele que te dê conforto é claro, mas não somente isso, ele deverá te oferecer segurança em primeiro lugar.

Um bom calçado deve ter um ótimo sistema de amortecimento de impacto é claro ser adequado ao seu tipo de passada. Atualmente existem análises que permitem definir o seu tipo de passada e qual o calçado adequado para seu caso.

A nossa última dica e não menos importante é quanto ao respeito do que seu fisioterapeuta irá determinar como programa de reabilitação. Jamais ultrapasse o que foi determinado, caso você fuja do que foi programado, você poderá ter outra lesão ou agravar a lesão que está sendo curada.

Qualquer dúvida ou queixa deverá ser direcionada ao seu profissional de confiança, porque somente ele terá acompanhado o seu caso e saberá todas as condições e características da sua lesão.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.