Exames de DNA são ferramentas poderosas para uma série de aplicações. Seu uso mais comum é para o teste de paternidade, estabelecendo se alguém é mesmo o pai de uma criança. Porém, é possível realizar exames de DNA para identificar suspeitos ou vítimas de investigações criminais, investigar pais e fetos para predisposição genética a condições genéticas ou defeitos de nascimento, ou para descobrir a ascendência genética de alguém.

O que é o DNA?

No centro de um exame de DNA está a molécula de DNA. Ela carrega nosso código genético e determina as características desde a cor dos olhos até aspectos de nossas personalidades. Cada célula do nosso corpo, desde o coração até pele, sangue e ossos. contém um conjunto completo de nosso DNA.

Como é feito o exame de DNA?

99,9% do DNA de duas pessoas será idêntico. O 0,1% de sequências de código de DNA que variam de pessoa para pessoa são o que nos tornam únicos. Estas sequências são chamadas de marcadores genéticos, e são a parte do código que os cientistas usarão para fazer um teste de DNA. Gêmeos idênticos (univitelinos) são as únicas pessoas que tem marcadores genéticos idênticos.

No entanto, quanto mais estreitamente relacionados com duas pessoas são, mais provável é que alguns de seus marcadores genéticos serão semelhantes.

A chave para o teste de DNA é saber onde procurar essas chaves genéticas na casa dos bilhões de letras do código de DNA para encontrar os marcadores genéticos que irão identificar as semelhanças ou diferenças entre as pessoas, como para um teste de paternidade.

Teste de DNA e preço do teste

O teste de DNA pode descobrir muitas informações sobre você, e é um teste simples de ser realizado, além de estar se tornando cada vez mais barato. (Foto: www.bioedge.org)

De onde o DNA é extraído para o exame de DNA?

Para o teste de paternidade, teste forense e de ascendência genética encontrar semelhanças entre os marcadores genéticos, é necessário pesquisar e comparar duas amostras biológicas. Uma vez que todas as células do corpo contêm exatamente o mesmo DNA, as amostras podem ser retiradas de quase qualquer parte do corpo, incluindo pele, folículos pilosos, sangue e outros fluidos corporais. O teste mais comumente difundido atualmente utiliza células e saliva do interior da bochecha, colhida com um cotonete.

Quão preciso é um teste de DNA?

A precisão dos testes de DNA tem grandes implicações. Testes de DNA são às vezes a única evidência para provar que um suspeito esteve envolvido em um crime, que alguém foi condenado injustamente, ou a paternidade de uma criança.

É fácil dizer se o DNA de duas amostras biológicas não corresponde. Mas a correspondência de DNA não garante totalmente que as duas amostras provêm da mesma pessoa. Há sempre uma pequena chance de que os marcadores genéticos de duas pessoas diferentes podem ser os mesmos, especialmente se eles são parentes.

Para reduzir a chance de erro, os cientistas testam mais de um marcador genético. Quanto mais marcadores parecidos existem em duas amostras, mais preciso será o teste. No caso de testes para indicar predisposição à doenças ou ascendência genética sem comparação, pode ser comparados marcadores a partir de um banco de dados genéticos, para encontrar os marcadores que indicam as doenças ou ascendência genética.

Quanto custa exame de DNA?

Um exame simples de DNA, como teste de paternidade, pode custar 50% do valor do salário mínimo. Um teste que verifica a predisposição genética à doenças pode custar até 1 salário mínimo. O exame pode ser realizado a partir da barriga da mãe (para bebês), com fios de cabelos, saliva, ou outro tipo de procedimento, dependendo do laboratório. Em algumas cidades, é possível obter o exame de DNA para paternidade gratuitamente.

Conhece alguma informação que deixamos de fora sobre exames de DNA? Quais informações?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.