No artigo de hoje vamos falar sobre a dor no pescoço e na coluna e a sua relação com a atividade física. O que fazer para tratar? Quais as causas? Como evitar o desenvolvimento de problemas mais graves?

Dor no pescoço

Uma queixa bem comum que surge principalmente por consequência da má postura. Em alguns casos mais raros, a artrite e outras doenças reumáticas também podem ser as causadoras.

Além da má postura prolongada, a dor no pescoço também pode ser causada por atividades envolvam movimentos repetidos, por exemplo, durante a realização de uma atividade física ou desempenhando alguma ação diária.

Essas condições podem provocar uma fadiga, quando o músculo é sobrecarregado em demasia, uma entorse, quando há uma lesão de algum ligamento, ou um espasmo dos músculos do pescoço.

Em grande parte dos casos, a dor no pescoço não precisa de tratamento médico específico, mas se a dor não melhorar após dois dias é aconselhado que você marque uma consulta médica.

Dor na coluna

A maior parte das pessoas que praticam atividades físicas e se queixam de dores na coluna, afirmam que as dores são mais frequentes na região lombar. Quase todo mundo já sentiu um incômodo ao agachar ou levantar peso.

A causa mais comum de dor nesta região da coluna é uma distensão de um ligamento ou de um músculo que segura uma vértebra. Quando não existe fortalecimento muscular adequado, a coluna perde sua estabilidade resultando em dores constantes.

A coluna é uma região mais sensível e requer muita atenção e cuidado, portanto se você estiver sentindo dores, indicamos que interrompa imediatamente as atividades físicas e marque uma consulta médica para avaliar melhor o problema.

Causas de dor no pescoço na corrida

Dicas para prevenir dores na coluna e no pescoço

Como prevenir dor no pescoço e na coluna?

As dores ao correr estão diretamente relacionadas com erros comuns e que podem ser evitados facilmente. A manutenção da boa postura ao correr é fundamental, assim como trabalhos específicos de alongamentos e fortalecimentos.

Os trabalhos específicos de alongamentos são fundamentais para preparar as articulações e musculatura para os exercícios que estão por vir. Desta forma o corredor também irá reduzir o estresse muscular naquela região. Este estresse muscular é um dos principais causadores de dor.

Geralmente quando a pessoa está sentindo dores e continua a desempenhar aquela atividade, a mesma tende a alterar o padrão de movimento visando sentir menos incômodo e isso pode causar problemas mais graves.

Juntamente com o bom treino de alongamento, o corredor deve acrescentar treinos específicos de fortalecimentos musculares. Eles são fundamentais para prevenir lesões e contribuir para a manutenção da boa postura ao correr.

Musculação, pilates, treinamento funcional são excelentes opções de treinos específicos para treinar os itens apresentados para a prevenção. Busque a orientação capacitada nestes treinos e certamente você irá eliminar 90% das dores corporais.

Respeitando os limites

Outro erro comum dos corredores é exagerar na dose. As pessoas têm um desejo enorme de evolução e muitas das vezes não estão prontas para o próximo passo que querem dar.

É muito importante correr de acordo com o ritmo adequado ao seu condicionamento físico. Respeite o seu treino proposto, terminar todos os treinos ou corridas extremamente cansados não é sinal de benefícios.

Como sempre falamos, a orientação capacitada é fundamental para te ajudar na prevenção de diversos problemas. No caso das dores no pescoço e coluna ao correr, grande parte das causas é quanto exageros ou erros posturais.

Ambos podem ser evitados com a orientação de um profissional de Educação Física. O mesmo tem a capacitação necessária para observar os seus movimentos e indicar possíveis mudanças caso seja necessárias.

Estamos chegando ao final deste artigo e queremos te convidar para continuar em nosso site e conferir outras publicações. Existem artigos falando de postura, tipos de treino e muitas outras dicas para deixar a sua corrida ainda mais agradável e segura.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.