A maioria das pessoas pensam que um nariz entupido, a congestão nasal, é causada por um muco espesso quando você tem um resfriado ou gripe. Isso não é assim. Congestão nasal ocorre quando os vasos sanguíneos nas membranas mucosas que revestem o nariz ficam inchados, afetando a respiração. Pode também ser causado por traumas no nariz e o desvio de septo, o que pode ser resolvido apenas com a cirurgia.

Para a maioria das pessoas , um nariz entupido é simplesmente um incômodo. Para outros, congestão nasal pode afetar seus ouvidos, o seu sono e principalmente sua qualidade de vida. Em jovens bebês que estão sendo amamentados ou alimentados com mamadeira, a congestão nasal pode afetar a alimentação, porque os bebês precisam de respirar pelo nariz enquanto se alimentam.

Para isso, muitas pessoas recorrem aos descongestionantes nasais.

Mas o que é um descongestionante nasal?

Descongestionantes nasais são medicamentos que podem ajudar a aliviar o nariz entupido. Descongestionantes nasais ajudam a aliviar a congestão nasal pelo estreitamento (constrição) dos vasos sanguíneos e redução do fluxo de sangue e inchaço, o que permite às pessoas respirar mais facilmente.

Cuidados com as crianças!

Descongestionantes contendo pseudoefedrina, fenilefrina, oximetazolina não devem ser administrados a crianças com menos de 6 anos de idade. Pergunte a um médico, farmacêutico ou enfermeira para o conselho antes de dar descongestionantes para crianças.

Antes de tudo: consulte um médico!

Pergunte ao seu médico ou farmacêutico antes de usar um descongestionante nasal, para se certificar de que é seguro para você ou seu filho. Leia sempre o rótulo do seu medicamento. Além disso, a auto medicação pode atrapalhar o diagnóstico médico. No estudo para este artigo encontramos casos de pessoas que estavam com tumores nas vias aéreas mas por causa dos descongestionantes não procuravam o médico. O resultado não foi nada agradável para muitas pessoas.

Tipos de congestionantes nasais

Descongestionantes nasais estão disponíveis em diferentes formas:

  • Comprimidos (por exemplo, pseudoefedrina , fenilefrina);
  • Sprays nasais (ex: fenilefrina , oximetazolina , tramazolina, xilometazolina);
  • Gotas nasais (por exemplo, efedrina, oximetazolina , xilometazolina ).

É importante que informe o seu profissional de saúde sobre todos os medicamentos que você ou alguém de sua família está tomando, incluindo medicamentos de venda livre  e complementares, como ervas e vitaminas. Isso ocorre porque todos os medicamentos, incluindo plantas medicinais e medicamentos naturais, podem causar efeitos colaterais e podem interagir com outros medicamentos.

Cuidados com os descongestionantes

Principalmente em crianças, o uso dos descongestionantes deve ser extremamente cauteloso! (Foto: www.buzzle.com)

Quem não pode usar descongestionantes nasais?

Descongestionantes contendo pseudoefedrina , fenilefrina, oximetazolina ou xilometazolina não devem ser utilizados em crianças menores de 6 anos. Utilize água salgada/soro fisiológico (solução salina) em sprays nasais ou gotas em vez de um descongestionante nasal para crianças. Pergunte a um médico, farmacêutico ou enfermeira para o conselho antes de dar descongestionantes contendo pseudoefedrina , fenilefrina, oximetazolina ou xilometazolina  para crianças de 6 a 11 anos. Eles podem não ser seguros para usar se você tem certas condições de saúde como, por exemplo, pressão arterial elevada ou problemas cardíacos).

Quais são os efeitos colaterais dos descongestionantes?

Comumente ocorrem efeitos colaterais, que incluem:

  • Queimação e ardor no nariz;
  • Aumento da produção de muco;
  • Rebote da congestão nasal se usado por mais de 4 ou 5 dias.

Efeitos mais raros podem ser:

  • Pressão arterial elevada (hipertensão);
  • Dor de cabeça;
  • Náusea;
  • Tontura;
  • Insônia.

Entendendo melhor o vício em congestionantes nasais

Não use spray descongestionante nasal ou gotas por mais de 4 ou 5 dias. Usar um descongestionante por mais de 5 dias (ou em maior quantidade do que a dose recomendada ) pode agravar os sintomas depois de parar de usar o descongestionante. Seus sintomas podem levar semanas para melhorar e você poderá acabar utilizando o descongestionante por tempo indeterminado. Para evitar a congestão rebote, não use descongestionantes nasais por mais de 4 ou 5 dias , e só usar a dose recomendada. Se você precisar de um descongestionante por mais de 5 dias, tablets descongestionantes contendo pseudoefedrina podem ajudar a evitar o congestionamento rebote.

Aqui, cabe lembrar que seguir as recomendações do médico é a dica mais importante. Poucos são aqueles que ainda recomendam descongestionantes. Pegando o que exemplificamos no parágrafo acima, esse uso constante vai acabar resultando na rinite medicamentosa pelo excesso de uso, com a congestão sempre retornando à condição anterior. O vício acaba sendo causado pela rotina constante e principalmente, necessidade psicológica. Pior ainda, o “vício” pode causar a perda do olfato e até mesmo a perfuração septal, sendo necessária a cirurgia para a recuperação.

Portanto, voltamos a frisar: vá a um médico antes de se medicar! Ele é quem vai saber a solução para seu problema no longo prazo sem muitos efeitos colaterais ao seu dia a dia.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.