Os ventiladores portáteis movem o ar em uma sala e assim criam uma brisa refrescante. Alguns tipos de ventiladores são pequenos o suficiente para caber em uma apertada área de trabalho. Outros tipos são tão grandes que ocupam toda a parte inferior de uma janela. Junto aos ventiladores, temos os climatizadores que, apesar de serem semelhantes em utilidade, tem funções específicas para atender à diferentes necessidades.

Vantagens do ventilador

Ventiladores são bem simples. Apesar de serem vendidos em diversos formatos e tamanhos, a função dos ventiladores continua a mesma: circular e ventilar o ar dentro de um ambiente. Ao fazer isso, ele consegue resfriar o ambiente, deixando o conforto térmico mais agradável para todos que ali estão.

Em relação a um climatizador, o ventilador tem algumas vantagens bem claras:

  • Preço: ventiladores são mais baratos do que climatizadores, salvo alguns modelos mais avançados, como os modelos sem lâminas.
  • Energia: ventiladores consomem menos energia do que climatizadores. Procure por modelos que tenham o selo PROCEL na categoria A para maiores economias de energia.
  • Variedade: ventiladores existem em diversos modelos e designs, com muitos deles sendo até usados como elementos decorativos nas residências.
Escolhendo entre ventiladores e climatizadores

Apesar de serem bem parecidos, climatizadores e ventiladores são bem diferentes uns dos outros, atendendo a diferentes necessidades de uma pessoa. (Foto: Inside Out)

Desvantagens do ventilador

Mas nem tudo é positivo no uso de um ventilador. É necessário encarar as desvantagens desse tipo de eletrodoméstico para ser realista na escolha:

  • Climatização: um ventilador resfria um ambiente apenas produzindo vento, sem umidificar ou gelar o ambiente. Apesar de alguns modelos incluírem repelentes ou jatos de água, é basicamente vento sendo espalhado pelo cômodo. Ventiladores amenizam o calor, reduzindo muito pouco a temperatura do ambiente.
  • Vento e barulho: tanto o vento quanto o barulho do ventilador podem incomodar aqueles que são mais sensíveis. Isso significa ter até problemas para dormir por conta do barulho do ventilador. Em escritórios, o vento adiciona o elemento papéis voadores
  • Alergias: para quem tem problemas respiratórios ou alergias, um ventilador espalhando poeira pelo cômodo não é uma boa experiência.

Climatizador de ar resfria o quarto, gela o ambiente, e outras vantagens

Um climatizador age de forma diferente ao ventilador.  Eles tem um sistema de circulação de ar assim como ventiladores. Porém, eles contém um reservatório onde pode ser colocada água ou gelo, que passam a circular no ambiente amenizando o calor de forma mais eficiente. Com a água, o ar é umedecido, melhorando efeitos de climas mais secos. Com o gelo, além de umedecer o ar, o climatizador acaba funcionando como um ar condicionado mais econômico.

As vantagens principais de um climatizador incluem:

  • Qualidade do ar: principalmente em cômodos com pouca ventilação, o climatizador por melhorar a qualidade do ar consideravelmente.
  • Umidificação: climatizadores são capazes de umidificar o ar, algo essencial em climas mais secos ou ambientes onde alérgenos podem se estabelecer com facilidade, como casas e lojas próximas a ruas movimentadas. Isso é ótimo para quem tem problemas respiratórios.
  • Aquecedores: alguns modelos também tem a função de aquecedor, o que pode ajudar nos dias mais frios.

Climatizador gasta muita energia elétrica em relação ao ventilador

Algumas desvantagens do climatizador são bem claras em relação ao ventilador, e podem ser o critério de desempate para a escolha de um ou outro:

  • Consumo de energia: em relação a um ventilador, climatizadores podem consumir mais energia do que ventiladores. Por isso, sempre procure com modelos com selo PROCEL categoria A.
  • Preço: climatizadores são, no geral, mais caros do que ventiladores, até mesmo nos modelos mais básicos.
  • Climatização: em regiões muito quentes e úmidas, um climatizador não é tão eficiente na redução da temperatura do ambiente, nem na melhora do conforto térmico.
  • Formatos: climatizadores tem poucas variações nos formatos, e o design pode não agradar a todos os gostos.

Climatizador ou ventilador?

O comprador deve estar decidido sobre o que ele precisa antes de fazer a compra. Por exemplo, um ventilador que se destaca no resfriamento de um comodo pequeno não é necessariamente uma boa escolha para uma pequena sala de estar. Em caso de dúvidas, o comprador tem a opção de comprar os dois modelos para diferentes ambientes.

Qual aparelho você escolheu para resfriar seus cômodos? Qual acha uma melhor escolha?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.