A dedetização é a utilização de fumaça, vapores, gases e/ou outros produtos, normalmente químicos, para exterminar insetos ou outras pragas em qualquer dada área. Quer se trate de cupins, aranhas, baratas, mosquitos, pulgas ou outros que você quiser mandar embora, a dedetização será mais eficaz se for feita da maneira certa. Ao seguir algumas dicas, você pode tornar o processo mais eficaz e eficiente.

Dedetização vale a pena?

Antes de tudo, vale se perguntar se dedetizar sua residência vale mesmo a pena. Pense no seguinte: qual o prejuízo que cupins podem trazer para sua casa? E outros insetos nem um pouco limpos, como as baratas? Então, quando falamos de dedetizar uma residência, não falamos apenas de espantar insetos. Estamos tratando de nossa própria saúde, e até custos financeiros, ao impedir que cupins acabem com nossos móveis. Portanto, vale a pena sim expulsar esses bichinhos quimicamente de nossas casas.

Escolhendo os químicos para a dedetização

Muitos produtos químicos usados ​​na dedetização são tóxicos e podem causam efeitos adversos, quando as pessoas e os animais ficam expostos aos resíduos destas substâncias químicas. Gases – tais como a fosfina e ácido cianídrico – são exemplos de tais substâncias químicas. Tente utilizar substâncias que não possuem um nível elevado de toxicidade, mas que ainda são considerados eficazes por profissionais, ou aqueles contendo compostos adequados que diminuir a toxicidade para seres humanos. Além disso, leve em consideração a estrutura de sua casa ou a área a ser dedetizada. Alguns produtos químicos são mais eficazes para estruturas de madeira, enquanto outros são mais adequados para áreas principalmente de aço ou outros metais. Tenha certeza também de verificar além destes produtos, a garantia de que a empresa tem algum tipo de certificado ecológico para garantir sua responsabilidade social no processo.

Pragas urbanas e a dedetização

A dedetização não é só um serviço que te livra de incômodos: pode também proteger a saúde de toda a sua família conta as pragas urbanas. (Foto: orcamentodedetizador.no.comunidades.net)

Preparação para a dedetização

Durante a dedetização, tudo em casa será exposto aos gases utilizados. Devido a isso, é melhor ou cobrir bem ou remover certos itens das áreas a serem dedetizados. Medicamentos devem ser removidos ou selados em sacos onde os gases não podem entrar. Todas as pessoas, animais e plantas devem ser levados para fora da casa. Danos a equipamentos domésticos devem ser antecipados, então siga as precauções necessárias para evitar isso.

Comida

A segurança é uma das considerações mais importantes durante a dedetização, uma vez que o processo pode causar efeitos indesejáveis. Alimentos e qualquer coisa que possa ser ingerida por via oral não devem ser deixados expostos, porque compostos altamente tóxicos podem ser formados devido a reações entre alimentos e as substâncias da dedetização.

Depois da dedetização

Ventilar a área deve ser feito após o processo para eliminar os gases químicos utilizados. Isto pode ser feito através da abertura de todas as portas e janelas e facilitar o processo com o uso de ventiladores e dispositivos semelhantes. Depois de fazer isto, o nível de produtos químicos restantes podem ser medidos por um dedetizador para garantir que a área é suficientemente segura para as pessoas e animais de estimação. Tenha um cuidado especial com crianças e bebês, não deixando que eles levem nenhum objeto a boca!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.