Dor nas costas é extremamente comum e mesmo a cirurgia muitas vezes não consegue aliviá-la. Descobrir por que suas costas doem e se a cirurgia pode ajudar e muito a tomar decisões para sua saúde.

Informações importantes sobre a cirurgia para hérnia de disco

A cirurgia para hérnia de disco pode ajudar a aliviar algumas das causas de dor nas costas, mas raramente é necessária. A maioria das dores nas costas resolve-se por conta própria dentro de dois meses.

A dor lombar é um dos problemas mais comuns vistos por médicos de família. Problemas nas costas geralmente respondem bem a tratamentos não-cirúrgicos, como medicamentos anti-inflamatórios, calor, massagem suave, fisioterapia, pilates ou ioga.

Você precisa de uma cirurgia para hérnia de disco?

A cirurgia pode ser uma opção se os tratamentos conservadores não funcionaram e sua dor é persistente e incapacitante. É previsível que a cirurgia para hérnia de disco alivie a dor ou dormência associada que desce para as pernas ou se estendem para os braços.

Esses sintomas muitas vezes são causados por nervos comprimidos em sua coluna. Os nervos podem tornar-se comprimidos por uma variedade de razões, incluindo:

Problemas com o disco

Abaulamento, protrusão ou hérnia de disco. As almofadas de borracha que separam os ossos de sua coluna são danificadas e às vezes, podem se pressionar com muita força contra um nervo espinhal e afetar a sua função.

Crescimento excessivo do osso

A osteoartrite pode resultar em osteófitos em sua coluna. Este excesso pode diminuir a quantidade de espaço disponível para os nervos passar através de aberturas na sua coluna.

Pode ser muito difícil identificar a causa exata de sua dor nas costas, mesmo se os seus raios-X mostram que você tem problemas de disco ou osteófitos. Radiografias, em muitos casos, revelam abaulamento ou hérnia de disco que não causam sintomas e não necessitam de tratamento.

Cuidados com a cirurgia de hérnia de disco

Como uma cirurgia de hérnia de disco é muito arriscado, você tem que pensar muitas vezes se a cirurgia é o certo para você. (Foto: www.ehow.com)

Tipos de cirurgia para hérnia de disco

Diferentes tipos de cirurgia nas costas incluem:

Discotomia

Isto envolve a remoção da porção de um disco herniado para aliviar a irritação e inflamação de um nervo. Discotomia tipicamente envolve a remoção total ou parcial da parte de trás de uma vértebra (lâmina) de acesso ao disco rompido.

Laminectomia

Este processo envolve a remoção do osso que se sobrepõe ao canal raquidiano. Ela amplia o canal medular e é realizada para aliviar a pressão do nervo causada por estenose espinhal.

Fusão

Fusão espinhal conecta permanentemente dois ou mais ossos em sua coluna. Ela pode aliviar a dor, adicionando estabilidade a uma fratura na coluna vertebral. É ocasionalmente usada para eliminar o movimento doloroso entre as vértebras que podem resultar de um disco degenerado ou ferido.

Discos artificiais

Discos artificiais implantadas são uma alternativa de tratamento para a fusão espinhal e para o movimento doloroso entre duas vértebras devido a um disco degenerado ou ferido. Mas estes relativamente novos dispositivos não são uma opção para a maioria das pessoas.

Experiência pessoal: considere todas as opções antes de uma cirurgia

Antes de concordar em uma cirurgia nas costas, considere obter uma segunda opinião de um especialista em coluna vertebral qualificado. Cirurgiões de coluna podem ter opiniões diferentes sobre quando operar, qual o tipo de cirurgia e se esta pode garantir um resultado positivo a todos os pacientes. Dores nas pernas e colunas podem ser uma questão complexa, que pode exigir uma equipe de profissionais de saúde para diagnosticar e tratar.

Tenho três amigos que já fizeram a cirurgia. Todos relatam que não tem mais crises incapacitantes, mas que ainda continuam tendo dores, além do tempo de repouso (um dos amigos teve de ficar em casa por mais de 6 meses), que é muito depressivo e ruim. Eles não recomendaram a cirurgia.

Porém, antes de eles fazerem a cirurgia, eu havia recomendado soluções alternativas, como fisioterapia, pilates, ioga. Nenhum deles seguiu meus conselhos, enquanto eu, que tenho duas protrusões discais, estou no pilates e raramente tenho crises de dor. Prevenir é melhor do que remediar. Também tenho um amigo com três hérnias de disco e não fez cirurgia, dependendo apenas do pilates para melhorar.

Não significa que fisioterapia/pilates sejam milagrosos. Todos nós sentimos dores, mas assumir os riscos de uma cirurgia só deve ser uma opção após consultar mais de um profissional e quando as dores são completamente incapacitantes. Apenas os profissionais qualificados poderão te dar a resposta e solução certa para seu problema.

Você conhece mais alguém que tenha feito cirurgia de hérnia de disco? Compartilhe nos comentários a história e ajude mais pessoas a decidirem se a cirurgia é a opção certa para elas!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.