A depressão é uma desordem que afeta o humor e as perspectivas gerais de vida. A perda de interesse em atividades ou a sensação de tristeza são sintomas que caracterizam essa condição. Embora a maioria das pessoas se sinta triste ou pra baixo por breves períodos, a depressão é mais do que apenas se sentir triste.

A depressão é uma condição médica grave e as pessoas geralmente não conseguem superar um estado depressivo. Depressão não tratada que pode causar problemas duradouros que incluem:

  • Problemas de emprego
  • Pressão sobre os relacionamentos
  • Abuso de drogas e álcool
  • Pensamentos ou tentativas de suicídio

Muitas pessoas que recebem tratamento efetivo para a depressão irão viver vidas saudáveis ​​e felizes. Para alguns, a depressão pode ser um desafio ao longo da vida que requer tratamento a longo prazo. Converse com seu médico se você acha que está sofrendo de depressão ou um transtorno depressivo maior. Pessoas de qualquer idade e situação de vida podem ter depressão.

Causas da depressão

A depressão não é uma condição simples com uma causa conhecida. Algumas pessoas são mais suscetíveis a episódios depressivos, enquanto outras não são. É importante discutir os sintomas com o seu médico. Existem várias causas possíveis de depressão.

Genética

A depressão pode ser uma condição hereditária. Você pode ter uma maior probabilidade de experimentar uma desordem depressiva em algum momento da sua vida se você tiver um membro da família com depressão. Os genes exatos envolvidos não são conhecidos. Acredita-se que muitos genes podem ter um fator na causa da depressão.

Bioquímica

Algumas pessoas têm mudanças visíveis em seus cérebros com a depressão. Embora essa causa potencial não seja compreendida, sugere que a depressão comece com a função cerebral. Alguns psiquiatras observam a química do cérebro com casos de depressão. Os neurotransmissores no cérebro, especificamente a serotonina, dopamina ou norepinefrina, afetam sentimentos de felicidade e prazer e podem estar fora de equilíbrio em pessoas com depressão. Os antidepressivos trabalham para equilibrar esses neurotransmissores, principalmente a serotonina. Como e por que esses neurotransmissores se equilibram e o papel que eles desempenham em estados depressivos não é totalmente compreendido.

Causas da depressão

O psiquiatra e o psicólogo, em trabalho conjunto, são os responsáveis por fazer o diagnóstico da depressão, entendendo as causas do problema e ajudando a direcionar o tratamento. (Foto: Healthcare Salaries Guide)

Hormônios

As mudanças na produção ou no funcionamento dos hormônios podem levar ao início dos estados depressivos. Qualquer alteração nos estados hormonais, incluindo a menopausa, parto, problemas de tireoide ou outros distúrbios, pode causar depressão. Com a depressão pós-parto, as mães desenvolvem sintomas de depressão após o parto. É normal estar emocional devido aos hormônios em mudança, mas a depressão pós-parto é uma condição séria.

Sazonalidade

À medida que as horas do dia ficam mais curtas no inverno, muitas pessoas desenvolvem sentimentos de letargia, cansaço e perda de interesse nas atividades cotidianas. Um médico pode prescrever medicamentos ou tratamentos alternativos para ajudar a tratar esta condição. A condição também geralmente desaparece uma vez que os dias ficam mais longos.

Situacional

Traumas e uma grande mudança ou luta na vida podem desencadear um caso de depressão. Perder um ente querido, ser demitido, ter problemas financeiros ou sofrer uma mudança séria pode ter um grande impacto nas pessoas.

Causas da depressão: fatores de risco

Muitos fatores podem aumentar seu risco de desenvolver depressão em algum momento de sua vida. Os fatores de risco incluem:

  • Ser uma mulher (mais mulheres são diagnosticadas com depressão do que homens)
  • Ter baixa autoestima
  • Ter parentes de sangue com depressão
  • Ser gay, lésbica, bissexual ou transgênero
  • Ter outros transtornos de saúde mental, como ansiedade ou transtorno bipolar
  • Abusar de drogas ou álcool
  • Ter uma doença grave ou crônica
  • Tomar certos medicamentos, como pílulas para dormir
  • Viver em uma região do mundo que tem longas noites de inverno e luz solar limitada

Como é diagnosticada a depressão?

Para diagnosticar a depressão, seu médico fará um exame completo e obterá seu histórico médico. Eles podem encaminhá-lo a um psiquiatra para uma avaliação mais aprofundada. Uma vez que a depressão não pode ser testada pelo uso de exames de sangue, seu médico irá fazer-lhe perguntas sobre seus pensamentos e sentimentos. Seu médico poderá diagnosticá-lo com base em seus sintomas e respostas.

Tratamento para a depressão

Para tratar sua depressão, seu médico pode prescrever medicamentos, psicoterapia ou ambos. Pode levar tempo para encontrar uma combinação que funcione para você. As soluções de tratamento serão adaptadas ao seu caso específico, uma vez que as causas e sintomas de depressão podem variar. Se exercite, evite drogas e álcool, e mantenha uma rotina para ajudar a manter a depressão sob controle. Discuta os sintomas com o seu médico para encontrar um plano de tratamento eficaz.

Ficou alguma dúvida? Deixe nos comentários suas perguntas! Estamos aqui para ajudar!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.