Existe algum efeito benéfico em cortar o café de suas refeições matinais ou mesmo de sua rotina? O senso comum normalmente dita que sim e muitos contam histórias de terem menos dores de cabeça e tonturas após para com o café. Outros já até consideram a cafeína um vício. Mas quem está certo nesta história?

Indo contra ao senso comum, o café é uma das bebidas mais saudáveis que você pode tomar. Seu amigo nerd consumidor ávido de café pode ser feio, mas garanto que isso não tem nada a ver com o café. Isso porque ele é rico em polifenol e antioxidantes, ótimos para sua saúde e retardo do envelhecimento. Os benefícios excedem quaisquer riscos que o consumo do café pode causar.

Durante um longo tempo, o café é creditado como responsável por proteger o corpo de doenças do fígado. O motivo de tal efeito benéfico ainda não é muito claro, mas a proteção cresce linearmente com o maior consumo de café. Seu uso é considerado, inclusive, uma terapia potencial para disfunções do fígado. Mas não pense que isso irá te liberar para o consumo desenfreado de álcool não, ok?

Consumo diário de café

Para muitas civilizações, o café era uma bebida não só cotidiana mas também sagrada. E eles não estavam errados: os benefícios do consumo diário de café são muito maiores do que qualquer malefício que ele possa causar. (Foto: photographyblogger.net)

O consumo regular do café também parece proteger contra o câncer endometrial e do fígado, assim como, potencialmente, câncer do colo e do reto. Enquanto alguns estudos mostram uma associação entre o câncer na bexiga e o café, a ligação é fraca e inconsistente, ocorrendo apenas com um consumo muito pesado.

Diabetes tipo 2 também é muito menos comum nos consumidores de café normal e descafeinado. Parece também proteger o corpo contra gota.

A cafeína e o café também melhoram a performance cognitiva, aparentemente protegendo o corpo contra Alzheimer e Parkinson, além de diferentes formas de demência e declínio cognitivo. No caso de performance física, a cafeína também ajuda no treinamento de resistência, exercícios de alta intensidade e de longa duração.

Muitas pessoas associam a pressão alta com o café. Mas recentes revisões dos dados disponíveis descobriram que enquanto a cafeína aumenta a pressão sanguínea temporariamente por aproximadamente 3 horas após seu consumo, não há nenhum risco ao longo prazo de hipertensão pelo consumo de café. De fato, em altos níveis de consumo (4 xícaras ou mais) existe até um efeito protetor do café, possivelmente provindo dos polifenóis ou outros antioxidantes.

Alguns ainda argumentam que o café e a cafeína são diuréticos, podendo desidratar o corpo. As evidências mais recentes mostram, entretanto, que mesmo com um pequeno efeito diurético, os fluidos perdidos são menos do que os absorvidos, havendo na verdade um aumento na hidratação.

O maior perigo em beber muito café é a forma como ele afeta sua qualidade de sono. Se você for muito sensível a cafeína e tem problemas para dormir, cortar um pouco do café ou produtos cafeinados podem te ajudar a melhorar a qualidade de seu sono.

Resumindo o café é altamente benéfico para sua saúde, podendo proteger seu corpo de muitas doenças. Mas se você tem problemas de insônia, pode não ser uma boa idéia beber demais.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.