Com a chegada do clima frio a vontade de fazer exercícios praticamente some. É natural que a disposição diminua quando as temperaturas caem, mas o que fazer para não deixar o desânimo atrapalhar totalmente a sua rotina de treinos?

Se você não tiver força de vontade e foco, o resultado é uma correria tremenda nos meses seguintes para compensar o tempo perdido. Grande parte das pessoas não sabe que este é o melhor período do ano para ganhar saúde e diminuir o peso.

Neste artigo vamos falar dos benefícios da atividade física no inverno e como você pode treinar no inverno de maneira eficiente. Saibam quais são as dicas de exercícios para treinar em casa no inverno.

Treinar no inverno gasta mais calorias

No inverno, naturalmente o organismo precisa de mais calorias para se manter aquecido, ou seja, já existe um gasto maior de energia. Sendo assim, a vontade de comer alimentos gordurosos é maior nestes dias e isso é um recado que o seu organismo esta dando que o metabolismo está mais rápido.

Se a pessoa não cuidar da alimentação, ela vai comer mais e com menos qualidade e consequentemente irá engordar mais. Portanto, você deve aproveitar o clima frio e o metabolismo acelerado para combinar de exercícios físicos e uma dieta equilibrada.

Treinar no inverno é melhor?

Quais os benefícios de treinar no inverno?

Afastar o sedentarismo

Se você é daquele grupo que adora o inverno porque neste período você entra debaixo da coberta e é lá que passa a maior parte do tempo, você corre um sério risco de fazer parte do grupo de sedentários e este grupo está mais propenso a apresentar diversos problemas de saúde e sociais.

Praticar atividade física apenas no verão não faz de você uma pessoa ativa, o sedentarismo destrói o seu condicionamento físico e acaba rapidamente com todos os benefícios adquiridos no tempo ativo.

Na sequencia de nosso artigo, vamos te apresentar ótimas opções de exercícios para praticar em casa. Agora não tem desculpas para deixar de treinar nos dias frios.

Agachamento – Este é sem sombra de dúvidas um dos exercícios mais benefícios que existe para quem busca definição e aumento do volume na musculatura do bumbum e pernas.

Você deve ficar de pé com as pernas paralelas e pés afastadas aproximadamente na largura do quadril. Em seguida você deve posicionar os braços esticados à frente do corpo e agachar lentamente sem deixar que os joelhos ultrapassem um ângulo de 90°. É fundamental manter a coluna alinhada e o abdômen contraído. Suba lentamente e em seguida desça novamente. O aconselhado é realizar 3 séries de 10 repetições.

Tríceps no apoio – Excelente opção para combater com a flacidez do tríceps. Para realizar este exercício você deve estender as pernas e apoiar o braço em algum móvel fixo, como se o corpo fosse uma ponte. Em seguida você deve estender os dois braços no apoio e depois flexionar. O aconselhado é realizar 3 séries de 10 repetições.

Abdominal Bicicleta – Um exercício bem simples e uma ótima opção para definir o abdômen. Você deve deitar de costas para o chão e unir as pernas flexionadas, formando um ângulo de 90 graus. Ambas as mãos devem ficar atrás da cabeça servindo de apoio.

Em seguida você deve levar o joelho direito em direção ao cotovelo esquerdo e estender a perna esquerda. Depois você deve realizar o mesmo movimento do lado contrário. O aconselhado é realizar 4 séries de 12 repetições cada perna.

Avanço – Estes exercícios com salto fazem parte de treinos funcionais e contribuem e muito para acelerar o metabolismo e definir as pernas, abdômen e o bumbum. Neste exercício você deve unir os pés e deixar os braços parados ao lado do corpo.

Em seguida você deve realizar um passo a frente com o pé direito e abaixar o corpo até o joelho formar um ângulo de 90° sem que o mesmo toque o chão. Depois você deve voltar à posição inicial e realizar o movimento com a outra perna. O aconselhado é realizar 4 séries de 12 repetições cada perna.

Prancha – Este é um exercício abdominal que exige muita força dos braços e lombar. Apesar de parecer um exercício simples, ele requer muita concentração e foco. Para realizar a prancha você deve de barriga para baixo com as pontas dos pés e os antebraços apoiados nos chão.

Você deve esticar o corpo até que esteja o mais longe possível do chão, sempre mantendo o pescoço alongado e a coluna alinhada. Você deve se manter nesta posição por 30 segundos ou até o tempo máximo que possa aguentar.

Quando a pessoa já familiarizada com estes exercícios e treinos de musculação, ela pode criar circuitos e realizar os exercícios em sequencia com pequenos intervalos entre os mesmos.

Desta forma ela estará aumentando ainda mais a intensidade do exercício e garantindo um período ainda maior de metabolismo acelerado. Vale à pena investir neste sacrifício e encarar a dor maior por alguns momentos a mais.

Agradecemos pela atenção de todos e alertamos sempre sobre os riscos de praticar atividade física sem a orientação capacitada e a liberação médica para praticar atividades físicas. A prevenção é sempre o melhor remédio, pensem nisso!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.