Você costuma usar a esteira para correr? Sem dúvidas a esteira é uma aliada dos corredores e um dos equipamentos mais utilizados dentro das academias, mas por mais simples que a corrida seja, muitos erros ainda são comuns. Seja na rua ou na esteira, eles atrapalham no desempenho.

Neste de artigo de hoje vamos cuidar da sua postura ao correr. Saiba qual é a postura correta para correr na rua e na esteira. Vejam como é a postura ideal para correr melhor e outra dicas para melhorar o seu desempenho durante a corrida.

É importante conhecer o movimento e adequá-los aos seus padrões corporais, mas como fazer isso? Como sempre falamos em nosso site, seja qual for o exercício físico ou a modalidade física escolhida, a orientação de um profissional de Educação Física é indispensável.

Ele tem a capacitação necessária para te ajudar a fugir dessas ciladas naturais e utilizar o exercício para promover apenas benefícios na vida dos praticantes. Mesmo sem a orientação ideal, você pode identificar pequenos erros que são fáceis de corrigir, são eles:

Correr segurando a esteira é um erro

A esteira tem o objetivo principal de simular a caminhada ou a corrida na rua, ou seja, na rua você não usará nenhum apoio para correr o tempo todo, sendo assim, é fundamental que você aprenda a correr sem ficar segurança na esteira.

O uso do aparelho segurando-o certamente vai causar alterações no equilíbrio e principalmente exigir uma postura incorreta que pode gerar danos futuros e desenvolvimento de lesões.

Um erro clássico de quem tem este vício é facilmente notado quando o mesmo utiliza a inclina na esteira, estas pessoas não ajustam a posição do corpo, mas sim seguram ainda mais no aparelho mantendo a mesma posição de quando a esteira estava reta.

Qual a postura correta para correr na esteira?

Dicas de postura para correr melhor

Correr saltando é um erro

Outro erro bem comum seja entre os corredores de rua ou de academia é a corrida saltando. Existe uma diferença entre o corredor de rua e o de esteira quanto ao movimento exercido na impulsão.

Na corrida de rua você precisa impulsionar à frente, enquanto na esteira esta impulsão leve, praticamente inexistente, facilitada pela lona do equipamento. Geralmente estas pequenas mudanças não são notadas pelos corredores, mas elas geram mudanças consideráveis na mecânica natural da corrida.

A observação deste movimento final de impulsão é muito importante, uma vez que o mesmo está diretamente ligado com sobrecargas no joelho quando o movimento não está correto e pode desenvolver lesões nas articulações do tornozelo.

A orientação profissional é indispensável neste caso, uma vez que não existe uma regra de identificação deste erro, apenas uma observação pode diagnosticar erros. Após a análise, alguns exercícios coordenativos ou corretivos de corrida podem ser indicados e auxiliam nessa correção.

Na sequencia de nosso artigo vamos falar um pouco mais das especificidades da corrida na esteira e na rua e apresentar algumas vantagens e desvantagens em ambas. Observe atentamente cada aspecto e tente detectar possíveis mudanças nas suas ações.

Vantagens da corrida na esteira

Você possui um controle absoluto do seu treino. Você pode determinar à distância, a intensidade, a duração, observar a frequência cardíaca, além de poder alterar a inclinação da mesma simulando aclives e declives.

Outra vantagem é o amortecimento do impacto. Sem dúvidas um dos motivos mais causadores de problemas posturais é o desgaste do impacto. Com o passar do tempo a corrida tende a ser mais pesado e o impacto mais notado, o corpo tenta se adaptar para realizar o movimento sem sentir muito dor e nem sempre este novo padrão de movimento é o ideal.

O terceiro ponto importante que destacamos é a possibilidade de correr sem problemas com interrupção. Durante o treino na esteira não existe pessoas no caminho, carro passando, buracos no percurso e tudo isso faz com que você possa focar cada vez mais no movimento realizado sem desviar tanto a atenção para o ambiente e o que acontece nele.

Desvantagens da corrida na esteira

Menos trabalho muscular – Quando o corredor não sabe utilizar todas as funções da esteira, o mesmo tende a manter sempre a mesma intensidade e após acertar na postura daquele ritmo, a o trabalho de algumas musculaturas específicas pode ficar prejudicado.

Perda excessiva de líquidos – É importante observar se o ambiente é bem arejado, caso contrário o treino na esteira será exaustivo e pouco produtivo. Geralmente os ambientes fechados prejudicam e muito no desempenho do corredor.

Vantagens da corrida na rua

Quando observamos a resistência ao vento, o impacto e a variação do solo, o treino ao ar livre gera um gasto calórico muito maior do que na esteira, uma opção melhor para as pessoas que buscam perder peso. Lembrando que estamos falando de um treino de mesma intensidade, alterando apenas o ambiente.

Treinamento mais eficiente para corridas- Um erro comum é encontrar pessoas que treinam na esteira para disputar provas de rua. Aquela alteração do padrão do movimento que citamos ao longo do artigo é um tremendo vilão para estes casos.

No ambiente de competição o corredor tende a dar o seu melhor e quando o mesmo não possui um padrão postural adaptado a corrida de rua, o mesmo tende a perder consideravelmente o desempenho e aumentas as chances de lesões.

A corrida de rua requer um padrão postural perfeito, ou seja, é importante que o corredor treine bastante na rua para ter a real noção das circunstâncias e desafios que irá enfrentar no dia da prova.

Desvantagens da corrida na rua

Os riscos naturais de correr em um ambiente aberto é o fator determinante de desvantagem da corrida na rua. O tráfego de pedestres e veículos, além do terreno irregular pode expor ainda mais o praticante as lesões.

O impacto é muito maior na corrida de rua, se a corrida não for orientada e pratica na intensidade correta as chances de lesões são altas, principalmente quando o corredor não domina totalmente a mecânica correta do movimento da corrida.

Chegamos ao final deste artigo e frisamos novamente que cada pessoa tem o seu padrão de movimento e que ele só será considerado dentro ou fora do ideal após um acompanhamento do profissional de Educação Física.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.