Pernas tortas é uma condição na qual os joelhos ficam afastados quando uma pessoa está com os pés e tornozelos juntos. Em crianças menores de 18 meses, é considerado normal este problema de saúde, mas quando se perpetua durante um estágio mais avançado da infância, pode se tornar um problema real.

Causas das pernas tortas

Os bebés nascem pernas arqueadas por causa da sua posição dobrada no útero. As pernas tortas do bebê começam a se endireitar quando a criança começa a andar e as pernas começam a receber peso (ente 12 a 18 meses de idade).

Por volta de 3 anos de idade, a criança geralmente pode ficar com os tornozelos e os joelhos afastados apenas se encostando. Se as pernas arqueadas ainda estão presentes, a criança pode ser considerada a ter mesmo as pernas tortas.

O problema também pode ser causado por doenças, tais como:

  • Doença de Blount;
  • Displasias ósseas (desenvolvimento anormal);
  • Fraturas que não curam corretamente;
  • Envenenamento por chumbo ou fluoreto,
  • Raquitismo, causado por uma deficiência de vitamina D.

Sintomas das pernas tortas

Joelhos não tocam quando em pé com os pés juntos, quando os tornozelos estão se tocando. O arqueamento das pernas é o mesmo nos dois lados do corpo (simétrico), ao invés de para lados inversos. As pernas arqueadas continuam para além de 3 anos de idade.

Adultos geralmente tem pernas tortas se não foram tratados corretamente durante a infância.

Exames e testes para as pernas tortas

Um médico pode diagnosticar muitas vezes pernas tortas, bastando olhar para a criança . A distância entre os joelhos é medida enquanto a criança estiver deitada de costas. Podem ser necessários exames de sangue para descartar raquitismo. Assim como exames de raios X se:

  • A criança tem 3 anos de idade ou mais;
  • A curvatura está piorando;
  • Curvatura não é a mesma nos dois lados;
  • Outros resultados dos testes sugerem doença.
Solução para as pernas tortas

Adultos também podem ter as pernas tortas mas com uma simples intervenção não cirúrgica o problema pode ser resolvido em meses. (Foto: divulgação)

Tratamentos para as pernas tortas

Nenhum tratamento é recomendado para as pernas tortas ao menos que a condição seja extrema. A criança deve ser visto pelo médico (ortopedista ou pediatra) pelo menos a cada seis meses. Se a condição é grave ou a criança também tem uma outra doença , sapatos especiais, talas ou moldes podem ser usados. Não está claro o quão bem eles funcionam. Às vezes, a cirurgia é realizada para corrigir a deformidade em um adolescente com graves problemas de pernas tortas.

Prognóstico das pernas tortas

Em muitos casos, o resultado é positivo e normalmente não há problema persistente.

Complicações possíveis para as pernas tortas

Pernas tortas que não vão embora e não forem tratadas podem levar a artrite nos joelhos ou quadris ao longo do tempo. Dores nas costas e musculares podem ser complicações constantes se a pessoa tenta compensar a arqueadura das pernas com uma má postura.

Quando entrar em contato com um profissional médico para as pernas tortas?

Chame o seu médico se o seu filho ou você mesmo mostra pernas arqueadas persistentes ou pioram após os 3 anos de idade.

Há prevenção para as pernas tortas?

Não há nenhuma maneira conhecida para prevenir as pernas tortas, além de evitar o raquitismo com uma boa nutrição. Verifique se o seu filho tem exposição normal ao sol e níveis adequados de vitamina D na dieta.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

5 comentários para “Pernas tortas: diagnóstico e tratamento!”

  1. Renata

    Na descrição da foto diz que com uma intervenção não cirurgica seria possivel a correção da perna, que procedimento seria esse?

  2. Lucy

    Você pode mim indica um médico de perna

    • Equipe Saúde Melhor

      Oi Lucy,

      Dependendo do seu problema e considerando o assunto do artigo, você talvez devesse procurar um médico ortopedista.

  3. Amilton Fabri Junior

    Olá tenho 33 anos e tenho as pernas arqueadas, tenho muitas dores nos joelhos e já fiz todos os exames e meu médico informou que só a cirurgia resolveria o meu problema nas duas pernas.eu jogo futebol e tenho medo de não poder voltar a jogar bola, disse que a cirurgia é nas duas tibias para concertar e parar as dores nos joelhos…alguém poderia tirar minhas dúvidas e dizer se só a cirurgia é a solução? obrigado abs

  4. Rony

    Olá tenho 45 anos e digo uma coisa:tenho as pernas tortas e somente havia percebido esta deformacão com 15 de idade.bom tudo que esta escrito entendo e percebi no comentario do especialista do caso. Adoraria ser normal como qualquer outro, like ; jogar futebol usar bermudas etc… O problema e que sei que todos me olham quando caminho e minha vontade seria de ficar somente dentro do quarto. Fui casado duas vezes e sem entender nada, isto se acabou. Será que e por causa das deformacões de minhas pernas? Por isso ando buscando algum tipo de tratamento para esta deformacão, alguém poderia me ajudar já que fazem tantos milagres no corpo humano!