Você precisa visitar seu dentista pelo menos uma vez por ano para um exame odontológico regular. No entanto, muitas pessoas tem sequer ideia do que realmente esperar de uma consulta com um dentista. Ouvir ruídos estranhos e ter alguém trabalhando dentro de sua boca pode, compreensivelmente, causar um monte de estresse e ansiedade. Mas não se preocupe, estamos aqui para lhe dizer exatamente o que vai acontecer do início ao fim da próxima vez que visitar seu dentista para um check up de rotina. Afinal, quanto mais você sabe sobre algo, menos assustador esse algo será.

Qual a importância de ir ao dentista regularmente?

Você precisa ir ao dentista regularmente para que sejam realizadas verificações de rotina, garantindo que sua boca está em bom estado de saúde, e que seus dentes e gengivas estão com boa saúde. Além disso, eles podem corrigir problemas nos dentes, como o acúmulo de tártaro, placa, e cáries, antes que se agravem e possam piorar. No caso de pessoas com bruxismo ou problemas ortodônticos, um dentista pode encaminhar o paciente para o profissional especialista para a correção do problema, bem como também detectar problemas como o início de câncer de boca, entre outros. Tanto na prevenção quanto correção, o dentista vai te ajudar a evitar o agravamento de problemas de sua saúde.

A consulta com o dentista: recepção

A primeira pessoa que você encontra no dentista é a recepcionista, na maioria das vezes. Se não há recepcionista, é normalmente o próprio dentista que irá atendê-lo. Nesse primeiro momento, serão perguntadas coisas simples, como seu nome completo, data de nascimento, endereço, histórico de problemas dentais, enfim, questões para criar sua ficha no consultório do dentista para registrar seu histórico de saúde dental.

Como consultar com um dentista

Não há mistérios em uma consulta com um dentista. É simples e fácil de lidar com os procedimentos padronizados. (Foto: Dr. Michael J. Wei, DDS, PC)

O encontro com o dentista: histórico e queixas

O próximo passo é o encontro com o dentista. Ele irá pedir que você se sente em uma cadeira própria para o atendimento, e irá ajustar a altura da cadeira para facilitar a consulta. Ele também acenderá uma lâmpada para iluminar focadamente sua boca, bem como separar os instrumentos que o auxiliarão durante a consulta.

Antes de qualquer coisa ser feita dentro de sua boca, seu dentista fará perguntas sobre seu histórico médico. como sua frequência de visitas ao dentista, se já teve problemas antes, se já usou aparelho, etc. Perguntará também sobre o uso de medicamentos, se o paciente possui alguma doença como diabetes, artrite, gravidez, etc  É importante que o dentista saiba sobre quaisquer preocupações de saúde, ansiedades ou alergias que você possa ter, afim de evitar incidentes e para ter certeza de obter o tipo de cuidado que você necessita. Não tente ser um herói corajoso. Fale tudo que tem que falar para seu médico. O dentista também irá perguntar sobre alguma queixa específica do paciente (dor, ranger, dormência, etc), para fazer o diagnóstico mais preciso durante o exame.

Limpeza de dentes

A primeira coisa que um dentista vai fazer é dar a seus dentes uma limpeza completa, começando com uma boa escovada dos dentes ou o uso de água pressurizada para a limpeza. Assim, eles podem ser capazes de detectar melhor problemas e fazer um diagnóstico. Depois, eles podem oferecer o serviço de limpeza de tártaro e placa, algo que deve ser feito em toda consulta. O paciente pode optar ou não por essa limpeza, mas é altamente recomendado que aceite. Os dentistas começam raspando a placa e tártaro que se acumulam acima e abaixo da linha da gengiva e em torno de cada dente, removendo qualquer placa ou partículas de alimentos que estão presos.

Eles também darão seus dentes um acabamento liso e brilhante usando um polidor de dentes usando um tipo de escova elétrica e uma pasta ligeiramente abrasiva. O polimento vai eliminar qualquer resíduo que não foi limpo anteriormente e vai fazer dos dentes mais suaves, para que a placa não se acumule tão facilmente sobre eles entre as visitas ao dentista.

Exame dos dentes

Agora que dentes estão limpos, é hora de ter um olhar em todas as áreas de problema em sua boca. Uma sonda de metal com um pequeno espelho angular será usada, o que irá ajudar o dentista a ver atrás dos dentes e entre dentes e gengivas, bem como verificar o amolecimento do esmalte dos dentes e dentina. Ele pode verificar se há cáries, para então adotar o procedimento recomendado para o problema.

Eles também estarão procurando para o inchaço das gengivas em todas as áreas, feridas na boca e por vermelhidão. Finalmente, eles vão medir os espaços entre o topo da linha da gengiva e onde os tecidos firmemente se fixam aos dentes. Idealmente, este tecido deve ter apenas entre um e três milímetros de profundidade. Porém, um tecido mais profundo pode ser um sinal de gengivite e portanto, deve ser monitorado de perto.

Exames mais detalhados

Um dentista pode solicitar exames de raios x de sua boca para verificar se há quaisquer problemas nos ossos da boca ou mandíbula. Exames de sangue também podem ser solicitados para o diagnóstico de problemas que possam estar incomodando o paciente. No caso desses exames, na maioria das vezes, é preciso marcar mais uma consulta com o dentista para o retorno e apresentação dos exames ao dentista.

Exame odontológico

Nesse exame, o dentista vai usar os raios x para ver se há alguma perda de osso, fraturas ou qualquer outra anormalidade abaixo de sua linha de gengiva visível, antes de prosseguir para procurar por problemas com alinhamento de mandíbula, ranger de dentes e câncer bucal. O médico também vai procurar por anormalidades nos exames de sangue do indivíduo.

Resultados, soluções e conselhos

Depois de tudo isso ser feito, seu dentista deve ter uma compreensão completa de quais são suas necessidades de saúde oral são, e será capaz de prescrever todos os tratamentos necessários para prevenir ou tratar seus problemas. O paciente terá a opção de fazê-los ou não, mas é recomendado que eles sejam realizados. Pode ser feito também o encaminhamento do paciente para um especialista em alguma área específica da saúde dental, como um ortodontista. Cáries, dentes quebrados, obturações, e problemas semelhantes são geralmente solucionados no mesmo dia da consulta.

O seu dentista irá informá-lo exatamente o que está acontecendo na sua boca e irá aconselhá-lo sobre os próximos passos. Às vezes, isso envolve a programação de outra consulta odontológica para um procedimento, enquanto outras vezes o seu dentista vai lhe dar conselhos sobre o que você pode fazer em casa para melhorar a sua saúde oral. É extremamente importante que você ouça estes conselhos e coloque-os em ação da melhor maneira possível para garantir que o seu próximo exame não apresente muitos problemas.

Como é uma consulta com um dentista

Uma consulta com um dentista não é para te deixar com medo. É simples, rápida, e vai garantir sua saúde bucal por muito tempo. (Foto: divulgação)

Com que frequência devemos ir ao dentista: agendando as próximas visitas

A etapa final do exame no dentista está em programar seu próximo exame para uma data seis meses no futuro. Programar o seu próximo compromisso imediatamente é a maneira mais fácil e mais eficaz para garantir que você não se esqueça de fazer seu exame odontológico regularmente. Mesmo se você for disciplinado em seus cuidados dentais pessoais, não há melhor proteção contra problemas orais do que ter sua boca profissionalmente limpa e monitorada. Em alguns casos, o dentista pode recomendar consultas mais frequentes. Siga às indicações profissionais e garanta que sua saúde estará muito bem cuidada.

Como você cuida dos seus dentes? Com qual frequência vai ao dentista?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.