Vamos direto ao assunto: uma boa ideia é obter uma avaliação ortodôntica para uma criança aos 7 anos de idade. Um ortodontista é um dentista com formação adicional, que é especializado em alinhamento e endireitar os dentes. A melhor época para o seu filho para obter aparelho ortodôntico depende da gravidade e da causa do desalinhamento dos dentes do seu filho.

Quando começa o tratamento com aparelhos dentários?

Tradicionalmente, o tratamento com aparelho ortodôntico começa quando uma criança perdeu a maioria de seus dentes de leite (primário), e uma maioria dos dentes permanentes já cresceram, geralmente entre as idades de 8 e 14 anos.

Tratamento preventivo funciona?

Alguns ortodontistas recomendar uma abordagem que envolve o uso de um aparelho dental, mas nem sempre aparelho ortodôntico, em uma idade anterior, enquanto a criança ainda tem a maioria de seus dentes de leite. Isto pode ser especialmente atraente para as crianças que estão estressadas ​​ou envergonhadas por causa de dentes tortos ou problemas de mordida. Então, quando uma criança tem a maioria dos seus dentes adultos, uma segunda fase do tratamento é iniciado, geralmente com um aparelho ortodôntico. Esta segunda fase é considerada por alguns como sendo menor do que um curso tradicional de aparelhos se um tratamento precoce e preventivo for executado.

Aparelhos dentários e idade certa para eles

Aparelhos podem ser usados em qualquer idade. A diferença é que quando você usa quando mais jovem, pode evitar alguns problemas mais tarde na vida por conta de dentes em uma configuração ruim para você. (Foto: libertyorthodontics.wordpress.com)

O tratamento tradicional com aparelhos ortodônticos

Ortodontistas que favorecem a abordagem tradicional dizem que uma abordagem em duas fases para o tratamento realmente aumenta o tempo total e, por vezes, os custos do tratamento ortodôntico com resultados geralmente semelhantes.

Qual a melhor escolha para o tratamento com aparelhos dentários?

A melhor escolha para você e seu filho vai depender da gravidade dos problemas dentários do seu filho. Fale com o dentista ou ortodontista do seu filho sobre o que é o melhor curso de ação.

Agora, no caso do problema ter sido descoberto mais tarde na sua vida, o começo vai depender de sua vontade de consertar o problema e também da gravidade do mesmo.

Casos de bruxismo, mordida cruzada e outros podem passar uma vida inteira sem serem detectados. Na maior parte das vezes, porque as pessoas não querem gastar dinheiro com uma avaliação ortodôntica, que envolve raios-x muito caros e exames de mordida que podem ser um pouco caros.

Mas se você tem dores de cabeça, dores de dente, problemas para dormir e isso tudo é constante, sua opção não poderá ser outra que não seja buscar o tratamento.

Cuidado com o seu ortodontista: sempre tenha uma segunda opinião!

O que mais fará a diferença no tratamento ortodôntico é a qualidade do profissional que está fazendo seu tratamento. Já ouvi casos de pessoas que estavam há mais de 4 anos com aparelhos e no mesmo ortodontista para mudarem de profissional e descobrirem que o trabalho teria de ser todo refeito.

Aqui, vale muito buscar mais de uma opção de profissional para o diagnóstico e a segunda opinião no seu tratamento.

Quem de vocês já usou aparelhos? Quem vocês buscaram? Com qual idade vocês começaram e terminaram o tratamento?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.